A petulância do casal MalCarelli

Estadão

09 Janeiro 2007 | 14h00

É brincadeira alguém bloquear o acesso a um dos maiores fenômenos culturais dos últimos anos porque uma mulher não quer que ninguém veja suas baixarias públicas. Vocês devem saber que eu estou falando da Daniella Cicarelli, que entrou na Justiça para impedir a exibição do vídeo soft-pornô em que ela e o namorado trocam carícias ao ar livre numa praia da Espanha.

Só no Brasil mesmo que um casal como o MalCarelli (Malzone + Cicarelli) consegue bloquear o acesso ao YouTube. Bem, na China também. É duro ter que nos comparar à China não em crescimento econômico ou dinamismo empresarial, mas em censura à internet. O Lula vai adorar contar essa para seu melhor amigo, o segurança de bordel Hugo Chávez.

A Justiça brasileira trabalhou rápido no caso deles, não? Por que será? Por que será que milhares de crimes ficam anos e anos sem nem chegar ao tribunal, e um casal rico e famoso que fica à vontade em público e depois se arrepende consegue uma decisão judicial rapidinho? O casal MalCarelli devia ter vergonha de tentar proibir o acesso ao YouTube. Mas daí a gente lembra que está no Brasil, e eles devem ter uma equipe de advogados incríveis… e que, afinal, talvez o juiz nem saiba o que é YouTube. Porque para proibir o acesso a um site como o YouTube apenas porque o vídeo dela está lá é mais ou menos como bombardear a Rocinha para matar um traficante.

Dá até para entender quando a Justiça quer exigir do Orkut a identificação de membros de comunidades a favor do crime ou atividades ilegais. Tem alguma lógica aí. Agora não dá para entender por que milhares de internautas têm que ser punidos porque o Tato e a Cicarelli quiseram colocar para fora suas emoções na frente de todo mundo. O Tato, que trabalha no mercado financeiro, devia ter vergonha de dar um prejuízo desses para empresas como o BRTurbo e outros servidores de internet. E a Cicarelli devia ter vergonha de… bem, vergonha não é muito a praia dela, se é que você me entende.

Estou tão revoltado com a petulância do casal MalCarelli em se achar especial que tenho vontade de postar todo dia algo do tipo “hoje faz X dias que Daniella Cicarelli e Tato Malzone foram pegos em atos libidinosos ao ar livre”, e continuar publicando todo dia, seguidamente.

Parabéns, Cicarelli, você é a nova musa da censura brasileira. Você sabia que seu público é formado principalmente por adolescentes que adoram o YouTube? Se eu fosse o seu público, desculpe dizer, mas você teria que arranjar outra profissão, baby. Cuidado, já tem gente te boicotando na internet. Nenhum dos seus assessores aconselhou você a esquecer o negócio que um dia a poeira ia baixar. Agora, já não sei.

Só para continuar destilando minha raiva, segue abaixo a coluna ‘Palavra de Homem’ publicada em 24/9, na semana em que o vídeo apareceu no YouTube.

Querida Dani,

suas orelhinhas devem ter esquentado esta semana. Não sei por que falaram tanto de você. Deve ser falta de assunto.Afinal,quem nunca passou uma tarde transando no mar em uma praia no sul da Espanha? É a coisa mais comum do mundo.

Prefiro uma cama king size com lençóis de algodão egípcio, mas aí é questão de gosto. Eu sei… às vezes não dá para segurar. Mesmo que seja à luz do dia e sob risco de ser flagrada. Mas aí não dá para dar uma
de político corrupto e dizer que a culpa é de quem divulgou o fato:
a responsabilidade é sempre de quem faz o fato.

Pena que filmaram, né? Mas fique tranqüila, você estava ótima. Deu umbanho (de mar) em muita atriz pornô por aí.A expressão do seu rosto,
as carícias na areia…Enão se preocupe: a Paris Hilton também passou por isso e deu a volta por cima. E olha que ela é bem mais famosa.

É sempre irônico ver alguém que luta a vida inteira para ser famoso reclamar de assédio. Anonimato, hoje, só empraiadeserta.O paparazzi
vai dizer que tinha o direito de filmar porque vocês estavam
em um lugar público. Mas quem iria imaginar que alguém estava de olho em vocês? Só porque você foi casada com o jogador de futebol mais famoso do mundo e saiu em todas as revistas da Espanha?

Dizem por aí que o episódio pode prejudicar a sua imagem, mas acho que é o contrário. Mostra que você faz o que quer e não está nem aí para o que pensam.Aproveito então para fazer uma proposta: que tal se a gente abrisse uma rede de motéis aquáticos? OBrasil tem um litoral tão grande que não tem como dar errado.

Antes disso, seria legal contar para a imprensa que você e seu namorado usaram um preservativo à prova d’água. Se não podem pensar que você não usou camisinha, o que seria um exemplo meio ruim para uma apresentadora de
programa para adolescentes. Aliás, será que o nome do seu programa, ‘Beija Sapo’, foi a inspiração para o seu ato sexual anfíbio?
Desculpe,não resisti à piadinha.

Última coisa: por que diabos você começou a fazer esse tipo de esporte agora, e não na época em que era casada? Se o Ronaldo tivesse feito os
exercícios de hidroginástica que o Tato fez,talvez estivesse mais magro na Copa.

Um beijão, F.