A garota sem-noção

Estadão

19 de maio de 2008 | 11h11

britneyspears

Britney Spears: O que fazer quando surgem problemas com a mídia? Raspar a cabeça e agredir fotógrafos, claro

No réveillon de 1990 para 1991 eu presenciei uma cena, digamos, ridícula. Eu passava a última noite do ano com uma turma superanimada em Santos, no apartamento de uma amiga, quando a cena aconteceu minutos antes da meia-noite: a namorada do meu melhor amigo terminou com ele.

Você pode imaginar o transtorno que isso causou. As meninas entravam e saíam do quarto dela, divulgando supostas razões para a briga; os homens, já bêbados, discutiam na varanda se o ‘show devia continuar’, ou seja, se deveríamos cancelar ou não a festa em respeito ao cara. Resumindo: uma sonsa estragou o réveillon de um monte de gente legal.

Ela agiu como uma típica garota sem-noção. Não lembro mais dos detalhes do rompimento, mas não era nada que não pudesse esperar o dia seguinte. E por que não esperar? Porque gente sem-noção é assim: sem-noção. Para completar, ela ainda foi a outra festa de réveillon e eu tive que agüentar meu amigo resmungando a noite inteira. Sugeri jogar as malas dela pela janela e trancá-la fora de casa, mas ele não concordou. Na minha opinião, ele foi ‘com-noção’ demais. Mas essa já é outra história.

É duro descobrir o sem-noção antes da primeira mancada. Mas a partir dela, é impossível ficar indiferente. É uma pena que as pessoas não tenham aulas de bom senso na escola: evitariam várias situações indesejáveis.

Enquanto isso não ocorre, temos que conviver com as várias espécies de sem-noção: a ‘sem-noção-sem-vergonha’, que sai com todo mundo e depois faz cara de paisagem; a ‘sem-noção-de-grana’, que acha que cartão de crédito não é dinheiro; a ‘sem-noção-fechadura’, esperta como uma porta… E por aí vai.

É claro que também existe o homem sem-noção. Mas é fácil reconhecê-lo: é o cara que promete te levar ao cinema no sábado à noite, mas só sai de casa três minutos antes de começar a sessão. Ou seja: ele perdeu a noção, mas quem perde o filme é você.

Você pode até gostar de alguém sem-noção, mas deve ter em mente que vai se meter em alguma roubada mais cedo ou mais tarde. Ou mais cedo E mais tarde, o que é bem mais provável.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.