Uma casa (quase) inimaginável
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma casa (quase) inimaginável

Bia Reis

27 Fevereiro 2013 | 10h00

Quando eu crescer, quero morar num lugar igual ao imaginado pelos irmãos Yafar e Lola em A Casa Interminável

Sabe quando criança fica à toa, sem ter o que fazer, e começa a pensar em absurdos? Pois este livro, dos argentinos Martín Blasco e Mima Castro, é assim.

Primeiro, os dois imaginam um quarto gigante, para guardar tudo o que gostam: bolas, instrumentos musicais, figurinhas, brinquedos, cacarecos, pincéis e tintas. Dai descobrem que precisarão de um quarto só para as fantasias. E os amigos, também é necessário criar um espaço só para recebê-los. Mas há também os animais de estimação… E que criança nunca pensou em ter uma ilha deserta? Fácil, basta jogar água no porão e colocar alguns navios piratas.

Quando os sonhos parecem transbordar da casa, eles descobrem um jeito de fazer, sim, com que tudo caiba.

Serviço
A Casa Interminável
Escritor:  Martín Blasco
Ilustradora: Mima Castro
Tradução: Tino Freitas
Editora: Mundo Mirim
Preço: 26,90