Personagens de contos de fadas habitam novas histórias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Personagens de contos de fadas habitam novas histórias

Autores resgatam personagens já conhecidos das crianças, despertando empatia imediata, e criam obras como 'Três Porquinhos na Floresta' e 'Cachinhos de Urso'

Bia Reis

28 de junho de 2016 | 19h01

contos-fadas

Vira e mexe, escritores e ilustradores de livros para crianças resgatam personagens dos contos de fadas e os colocam em outras histórias. Escolhi para mostrar desta vez dois livros em que os autores lançaram mão da estratégia, que costuma causar uma identificação imediata com o leitor.

O primeiro deles é Três Porquinhos na Floresta, de Caio Riter e Iratxe López de Munáin, recém-lançado pela Editora Biruta. Nele, Riter resgata não apenas os três porquinhos, como o título do livro aponta, mas também Chapeuzinho, sua Vovozinha e o Lobo Mau.

porcos

Em um poema divertido, Riter e Iratxe contam a história de Luís, Lucas e Leonardo, três porquinhos que vivem numa floresta. Eles são bem diferentes da história original: suas casas já estão construídas, então, gastam o tempo fazendo o que gostam. Um ama cantar, o outro, cozinhar e, por fim, o terceiro, surfar.

Minha avó mora sozinha
Na floresta, bem lá no meio,
E dizem que anda por aí
Um lobo muito mau e feio.”

 

 

 

 

 

Um dia, Chapeuzinho passa pelos porquinhos quando seguia para visitar a avó, depois de um mês sem vê-la. Conversa vai, conversa vem, e eles preparam um jantar, cantam e ela passa a noite com os novos amigos. No dia seguinte, o trio fica com medo de deixá-la partir sozinha – contam que já leram num livro que há um lobo na floresta. E os quatro partem em um trajeto cheio de aventura. Claro, o lobo aparece. Diz que não é mau e que está tomado por um feitiço. Precisa desesperadamente de um beijo apaixonado para voltar a ser príncipe.

O segundo livro é Cachinhos de Urso, dos franceses Stéphane Servant e Laetitia Le Saux, recém-lançado pela Editora SM. A referência mais clara é à história de Cachinhos Dourados, mas também estão citações à Bela Adormecida, ao Lobo Mau e aos Três Porquinhos.

ursos

Aqui, o pano de fundo é uma festa à fantasia na floresta. Na casa da família Urso, todos preparam seus trajes: a mãe costura uma roupa de Bela Adormecida e o pai decide ir de Lobo Mau. Questionado, o filho conta que se vestirá de Cachinhos de Ursos, com saia rosa e maria-chiquinha loira. O pai fica desesperado, veta a escolha e apresenta uma série de sugestões, todas prontamente recusadas pelo ursinho.

Você não prefere se fantasiar de outra coisa? De cavaleiro valente? Com armadura e uma longa espada!

 

 

 

 

 

A história trata com delicadeza da questão dos estereótipos de gênero. E, para ficar ainda melhor, o desfecho é pura criatividade!

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
E também no Twitter: Siga!

Serviço
Três Porquinhos na Floresta
Escritor: Caio Riter
Ilustração: Iratxe López de Munáin
Editora: Biruta
Preço: R$ 37

Cachinhos de Urso
Escritor: Stéphane Servant
Ilustradora: Laetitia Le Saux
Tradução: Adilson Miguel
Editora: SM
Preço: R$ 44

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: