‘Os Miseráveis’, em adaptação de Walcyr Carrasco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Os Miseráveis’, em adaptação de Walcyr Carrasco

Bia Reis

07 Fevereiro 2013 | 22h56

Os Miseráveis, obra clássica do escritor Victor Hugo, completou um século e meio no ano passado. Publicado pela primeira vez em 1862, o texto ganhou o mundo, foi adaptado pela primeira vez para o cinema em 1907, virou história em quadrinhos, novela e o musical mais assistido da história. Agora, acaba de chegar às telas brasileiras mais uma adaptação, dirigida por Tom Hooper, recomendada para maiores de 10 anos.

O tamanho do romance original – mais de 500 páginas – é obstáculo para muitos leitores. Talvez por isso tenha se tornado uma das obras mais traduzidas e reescritas da história.

As crianças (ou pré-adolescentes!) que forem ao cinema e se emocionarem com a história de Jean Valjean, o menino pobre, órfão de pai e mãe que é preso ao roubar pão, poderão se deliciar com a adaptação feita pelo escritor, dramaturgo e roteirista Walcyr Carrasco, relançada pela Editora Moderna.

Nela, o escritor ajuda o leitor a se situar no tempo, em meio a um enredo cheio de idas e vindas. Carrasco mantém os diálogo de Victor Hugo com o leitor, conduzindo-o com intimidade pela narrativa. O livro apresenta uma linha do tempo, feita por Marisa Lajolo e Luciana Ribeiro, dos caminhos percorridos pelo romance no mundo e um painel de imagens históricas. Estão lá Victor Hugo, em imagem de 1867, página de rosto da edição original, ilustrações, caricaturas e outras preciosidades.

Serviço
Os Miseráveis
Escritor: Victor Hugo
Tradução e adaptação: Walcyr Carrasco
Editora: Moderna
Preço: R$ 31