Menino serelepe, Quem Vem Lá?, Fernando Vilela, clube de leitura e Mauricio de Sousa
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Menino serelepe, Quem Vem Lá?, Fernando Vilela, clube de leitura e Mauricio de Sousa

Nesta coluna Estante de Letrinhas, você ficará sabendo sobre um lançamento incrível, um livro-brinquedo divertido, a Exposição dos Ilustradores de Bolonha, o novo plano do Leiturinha, atividades para as crianças e curso para os adultos

Bia Reis

28 Janeiro 2019 | 11h50

Novidade: Crianças serelepes… e poetas!

Crédito: Bia Reis

Sabe quando um escritor e um ilustrador que você adora publicam um livro juntos? E quando você super se identifica com a história?

Pra mim, tudo isso se casou em Menino Moleque Poeta Serelepe, lançamento de Rodrigo Ciríaco e Rogério Coelho, da Editora Nós. Mas vamos começar pela história. O personagem central é Lucas, uma criança bastante ativa, ou serelepe, como descreve Rodrigo. Na escola, adora brincar e cantar. Mas as professoras não o entendem. Vivem dizendo que ele atrapalha, que é danado, que fala muito e interrompe a toda hora.

Lucas instiga as professoras a fazerem um sarau na escola. “Vou ser o primeiro a dar meu nome!”, diz o garoto. Mas elas não se animam. Acham a sugestão um tanto absurda. E mais: mandam para a família do garoto um bilhete pedindo uma reunião.

Crédito: Bia Reis

Em vez de se desesperar, os pais e a irmã de Lucas tem uma atitude pra lá de construtiva. Vão à escola e levam sacolas com livros, um rádio em formato de bola e uma alfaia. Antes da tal conversa, convidam alunos e professores a irem ao salão. E fazem “uma atividade cultural, uma bagunça organizada”, o sarau que Lucas tanto sonhou.

A família de Lucas consegue de uma só vez quebrar regras da escola, fazer os professores repensarem o jeito que olham as crianças, e também unir todos por meio da arte. Lindo, não?

A história de Rodrigo me fez relembrar com muito carinho dos primeiros anos do meu filho Tom, o mais velho, na escola. Ele era uma criança com muita energia, como Lucas, e teve o privilégio de ter professoras que o entendiam e respeitam seu ritmo. Quem mais ai se reconhece nesta história!?

O texto de Rodrigo é cheio de ritmo e poesia, uma delícia de ler em voz alta! E as ilustrações do Rogério são um caso de amor à parte. Adoro os ângulos dos desenhos, as cores, as texturas, as formas geométricas. Dá vontade de ir e voltar as páginas dezenas de vezes. Ah o livro é em letra bastão, a de forma, que ajuda as crianças que estão aprendendo a ler!

Serviço
Menino Moleque Poeta Serelepe
Escritor: Rodrigo Ciríaco
Ilustrador: Rogério Coelho
Editora: Nós
Idade sugerida: A partir 5 anos, leitura compartilhada
Preço: R$ 40 (capa dura)

#

Mais sobre Rodrigo Ciríaco e Rogério Coelho

Conheci o Rodrigo numa Feira Literária Internacional de Paraty (Flip) anos atrás, quando ele estava divulgando seu primeiro livro, Vendo Pó… esia, ainda em produção independente. Desde então, o escritor, educador e produtor cultural publicou 1oo Mágoas e Te Pego Lá Fora. Em 2016, fiz um projeto em vídeo chamado Quando a Literatura Transforma, e Rodrigo foi um dos entrevistados. A história dele é incrível, dá uma espiada.

Sobre o Rogério, já escrevi muito sobre ele nesta Estante de Letrinhas. Tenho dificuldade de escolher qual livro mais gosto dele, mas o livro-imagem-HQ O Barco dos Sonhos está entre os meus preferidos. Nele, Rogério mistura realidade e fantasia numa narrativa deliciosa. Também acompanhei o Rogério no projeto Adote um Escritor, da Feira do Livro de Porto Alegre. Foi muito emocionante vê-lo cercado de crianças leitoras apaixonadas por sua obra.

Sugestão: Quem Vem Lá?, para crianças pequeninas

Quem Vem Lá? traz versos em cartões que mobilizam a palavra, a escrita, o movimento das mãos e o afeto. Sim, o afeto. Este livro-brinquedo é para crianças bem pequeninas, para uma leitura compartilhada entre leitores e (ainda) não leitores. Criança no colo, abraço, leitura. Tem coisa mais gostosa?

Conhecia o BabaYaga, um coletivo de criação literária e brinquedos de papel, no fim do ano passado e, com ele, o Quem Vem Lá?, de Alessandra Corá e Marcia Misawa. Um envelope faz as vezes de capa e se abre para revelar os quatro cartões com versos, ilustrações e dobras que surpreendem. A criança é instigada a mexer, abrir, descobrir. Dos cartões, saem um espelho, passarinhos que voam pendurados em linhas, uma cobra que se estica, um grande abraço de urso. Reparem no capricho da produção artesanal, uma lindeza!

Os livros da BabaYaga podem ser encontrados na Livraria NoveSete (Rua França Pinto, 97, na Vila Mariana), na Livraria Zaccara (Rua Cardoso de Almeida, 1.356, em Perdizes) e também no site da editora.

Serviço
Quem Vem Lá?
Autoras: Alessandra Corá e Marcia Misawa
Editora: BabaYaga
Idade sugerida: A partir de 6 meses, leitura compartilhada
Preço: R$ 55

Bolonha: Fernando Vilela na Exposição de Ilustradores

Crédito: Estadão

Feira Infantil do Livro de Bolonha anunciou os 76 ilustradores de 27 países selecionados para participar da Exposição de Ilustradores. Entre eles está o brasileiro Fernando Vilela, artista plástico, educador, escritor e ilustrador de livros infantis.

Para a exposição deste ano, os jurados Diego Bianchi, da Argentina, Maciej Byliniak, da Polônia, Alessandro Sanna, da Itália, Harriët van Reek, da Holanda, e Béatrice Vincent, da França, avaliaram as obras enviadas por 2.901 ilustradores de 62 países. Aqui você pode conferir os outros ilustradores selecionados.

O trabalho de Fernando pode ser visto em instituições como o Museu de Arte Moderna (Moma) de Nova York, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) de São Paulo, a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, entre outras. Reconhecido autor de livros para crianças, Fernando já esteve muitas vezes nesta Estante de Letrinhas. O livro Abrapracabrasil!, por exemplo, foi capa da primeira edição impressa do Estante, um projeto que amei fazer em 2016. Também escrevi sobre Contêiner e Quero Colo!, O Jabuti, A Baleia e a Anta, Três Tigres Tristes e O Voo de Vadinho.

ESTANTE DE LETRINHAS
No Instagram @blogestantedeletrinhas
No Facebook @blogestantedeletrinhas
Para receber notícias por e-mail, escreva para estante.letrinhas@gmail.com

Clubes de livros: Leiturinha lança Plano Mini

Crédito: Reprodução

Maior serviço de assinatura de livros do País, o Leiturinha acaba de lançar o Plano Mini, uma opção mais econômica às já existentes. O novo plano custa R$ 19,90 – até então, o valor do mais barato era R$ 39,90. A mesma equipe que faz a escolha dos livros para os outros planos fará a do Mini. A diferença é que as edições serão mais simples e o material de apoio aos pais será enviado por WhatsApp ou e-mail. Para saber mais, acesse o site do Leiturinha.

#

App na lista de serviços de assinatura de livros

Fiz uma nova atualização do post sobre os serviços de assinatura de livro para incluir o Inventeca, o app de livro-imagem digital da StoryMax quer permite que o leitor grave suas narrações. Agora, são nove opções em que detalho o que é o serviço, como é feita a indicação das obras, quem faz a seleção, qual é a base de assinantes, os preços, minha opinião e, claro, o site para quem quer assinar. Fiz este levantamento pela primeira vez em 2016 e como é meu post mais acessado decidi atualizá-lo com mais frequência. Se você conhece algum serviço que tenha fica de fora, me avise para eu poder incluir!

Para curtir: uma visita ao estúdio de Mauricio de Sousa

Crédito: Divulgação/MSP

Atenção! Não é preciso bolar nenhum plano infalível para conhecer Mônica, Magali, Cascão, Cebolinha e toda a turma. Até 7 de fevereiro, crianças e adultos podem visitar a Mauricio de Sousa Produções, onde são criadas as histórias em quadrinho, os desenhos animados e filmes, os livros, os produtos e tudo o que cerca a Turma da Mônica. Depois do dia 7, o estúdio fechará para férias e será reaberto em 11 de março.

Lá, você verá uma linha do tempo com curiosidades sobre o universo do Mauricio, como a primeira tirinha publicada e a primeira HQ da Mônica. No estúdio, os visitantes aprendem sobre o processo de produção das revistas – da criação até a chegada às bancas. Como o ritmo de trabalho segue enquanto as visitas ocorrem, além de passar por desenhistas, coloristas, arte-finalistas e roteiristas, esteja preparado: você pode se deparar com o próprio Mauricio!

Na reta final da visita, as crianças ganham uma diversão final – uma pracinha com brinquedão para escalar, escorregar e pular.

Serviço
Visita a Mauricio de Sousa Produções
Quando: Até 7 de fevereiro, às terças, quartas e quintas-feiras, das 10h às 11h30 e das 14h30 às 16h
Onde: Uma van da produção pega o grupo em um lugar pré-agendado e o leva até o estúdio.
Indicação: Para famílias e crianças a partir de 6 anos. Dos 6 aos 14 anos, crianças e adolescentes precisam estar acompanhados de um responsável legal
Preço: R$ 75 (inteira). Há meia entrada para estudantes, professores, diretores e idosos, e desconto de 30% para quem tem cartão Porto Seguro. Outras informações e ingresso, no site da Mauricio de Sousa Produções.

#

Instituto de Leitura Quindim abre exposição Monstros do Cinema

Crédito: Divulgação/Quindim

Monstros do Cinema nasceu como livro-brinquedo nas mãos de Augusto Massi e Daniel Kondo, lançado pela Editora Sesi-SP. Agora, Drácula, Corcunda, Múmia e Malévola saltam das páginas e ganham vida na exposição do Instituto de Leitura Quindim, em Caxias do Sul (RS). O livro, que resgata 11 monstros, tem as páginas recortadas em três partes – cabeça, tronco e membros – e o leitor pode criar suas próprias criaturas, misturando-os. A exposição retoma a ideia do livro. Além da mostra, o Quidim realizará em fevereiro uma programação com oficinas de criação e confecção de monstros, de cinema, literária e de ilustração, além de contação de histórias.

Recentemente escrevi sobre outro livro do Daniel, No Cangote do Saci – Lendas do Brasil, escrito por Maria Amélia Dalvi.

Serviço
Exposição Monstros do Cinema
Quando: 6, 8, 13 e 15 de fevereiro, das 13h30 às 17h
Onde: Rua Luiz Covolan, 2.820, Bairro Santa Catarina, em Caxias do Sul (RS)
Indicação: Livre
Preço: Taxa de inscrição de R$ 35 por criança uma vez na semana ou R$ 50, duas vezes

Curso: literatura infantil e escrita

Crédito: Divulgação/Estação das Letras

Letras de Brincar: Palavras e Imagens na Criação de Literatura Infantil é o nome do curso que a escritora Ninfa Parreiras dará no Instituto Estação das Letras, no Rio. Ao longo das aulas, os alunos passarão pelo processo de produção de um livro, produzindo um esboço. Entre as atividades estão leitura e discussão de obras consagradas para crianças, exercícios de criação literária e programação visual. Ninfa também convidará ilustradores e designers de livros.

Serviço
Letras de Brincar: Palavras e Imagens na Criação de Literatura Infantil
Quando: Quinzenalmente, às terças-feiras, de 12 de fevereiro a 18 de junho, das 16h45 às 18h45
Onde: Rua Marquês de Abrantes, 177, no Flamengo, Rio de Janeiro
Indicação: Para pessoas interessadas em literatura infantil e escrita
Preço: Cinco parcelas de R$ 200, além de uma taxa de matrícula de R$ 50
Outras informações e inscrições: (21) 3237-3947

ESTANTE DE LETRINHAS
No Instagram @blogestantedeletrinhas
No Facebook @blogestantedeletrinhas
Para receber notícias por e-mail, escreva para estante.letrinhas@gmail.com