Menino de 8 milhões de livros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Menino de 8 milhões de livros

Bia Reis

08 de agosto de 2012 | 15h06

Hoje tem matéria sobre o Ziraldo no Caderno 2, feita pela Maria Fernanda Rodrigues:

Nos mais de 30 anos em que frequenta a Bienal do Livro de São Paulo, o escritor Ziraldo já presenciou os mais diversos modismos editoriais: esoterismo, autoajuda, padres-escritores, romances históricos, séries de vampiros, anjos ou de crianças e adolescentes que têm de lidar com o fato de não serem nada populares na escola. Viu Paulo Coelho, Lair Ribeiro, Dan Brown, Stephanie Meyer e padre Marcelo Rossi chegarem ao topo das listas de mais vendidos, e, em alguns casos, sumirem. E não saiu de moda.

Ziraldo, 8 milhões de livros vendidos em 32 anos, é o que o mercado editorial chama de autor long-seller. A concorrência, é certo, aumentou nesses anos todos, e se hoje ele não vende mais as quantidades que vendia no lançamento de O Menino Maluquinho, em 1980, quando novas impressões da obra saíam direto da gráfica para a feira para darem conta da procura diária, suas sessões de autógrafos continuam sendo das mais concorridas da Bienal. Em 2010, assinou 1820 livros comprados durante a feira no estande da Melhoramentos; isso, sem contar os volumes que as crianças levam de casa ou os quadrinhos da editora Globo, que não divulga números.

Na edição que começa amanhã e segue até o dia 19, a tradição deverá ser mantida. Já estão programados sete encontros com o escritor no estande das suas duas editoras. Ele lança O Grande Livro das Tias, que reúne três obras já lançadas por ele sobre “o maior amigo do homem enquanto menino”: Tantas Tias, Tia Nota Dez e Tia, Te Amo. Autografa  também Os Meninos de Marte, quinto volume da série Os Meninos do Espaço, que Ziraldo criou para enganar a morte.

Inventou de escrever 10 títulos para essa série e tem saído um por ano. “Já garanti mais cinco anos e até os 85 eu vou”, brinca o escritor, que completa 80 anos em 14 de outubro. Outros dois volumes dessa obra já estão na cabeça do escritor: do menino de Vênus e de Saturno. “Eu não sabia que Saturno era um planeta tão confuso e complicado, mas agora já entendi.” Na Bienal, vai autografar ainda o aplicativo para iPad As Grandes Histórias do Menino Maluquinho – Ele é o Cara, lançado pela Globo em 2012, mas nunca autografado em São Paulo.

Clique aqui para ler a íntegra da reportagem.

Na trilha de Ziraldo na Bienal

Dia 11
15h30 – Melhoramentos*

Dia 12
11h às 12h – Globo**
15h30 – Melhoramentos

Dia 18
11h às 12h – Globo
15h30 – Melhoramentos

Dia 19
11 horas – Melhoramentos
15h às 16h – Globo

*RUA G40
**RUA F30

Serviço
22ª Bienal Internacional do Livro
Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1.209
De 9 a 19
R$ 12
www.bienaldolivrosp.com.br

Tendências: