Marina Colasanti leva bichos, plantas e fenômenos da natureza para seus classificados
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marina Colasanti leva bichos, plantas e fenômenos da natureza para seus classificados

Neste livro, lançamento da Editora Galerinha, a escritora conta 80 histórias com pequenos poemas. E enche a imaginação do leitor com suas ideias surpreendentes

Bia Reis

22 de novembro de 2019 | 09h00

Capa do lançamento de Marina Colasanti. Todos os crédito: Bia Reis/Estadão

“Alguém fechou
a torneira da memória 
que agora só me entrega
metade da história.”

Imóveis, terrenos, carros e empregos. Essas são as coisas que encontramos em um “classificado” tradicional, desses que lemos em jornais, revistas e também na internet. Mas o da escritora Marina Colasanti é bem diferente. Lá estão anunciadas histórias curtíssimas e divertidas, que tratam de animais, plantas, fenômenos da natureza – e outras coisitas más, pois depende da imaginação da autora (e dos leitores).

“Tartaruga magra
aluga espaço
na carapaça
para inquilino
fino.”

Em Mais Classificados e Nem Tanto, lançamento da Editora Galerinha, Marina conta 80 histórias com pequenos poemas. E enche a imaginação do leitor com suas ideias surpreendentes.

“Como o gato
temos muitas vidas,
as que gastamos no ato
e a que se vai
perdida.”

As ilustrações são do artista plástico Rubem Grilo, gravador, ilustrador, professor e curador, que nesta obra se debruça sobre a xilogravura para tecer as impactantes imagens para os pequenos poemas de Marina.

“De encosta
em encosta
o eco acompanha
o trovão na montanha.”

Marina Colasanti é uma escritora incrível, dessas que abraça vários gêneros da literatura. Escreve para adultos e para crianças e jovens. E é uma dessas autoras premiadíssimas, que você precisa conhecer (se ainda, claro, não conhece). Em 2014, ela recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Melhor Livro de Ficção com literatura para crianças – um fato raríssimo – com o belíssimo Breve História de um Pequeno Amor. Aqui, você encontra uma entrevista que fiz com ela na época, em que ela diz: “Chama-se literatura infantil, mas é séria, de alta competência. É esta literatura que forma os futuros leitores, escrevemos para a base da pirâmide. Mas parece que quando a base chega no topo não olha mais para os sapatos”. Lindo de morrer, não?

ESTANTE DE LETRINHAS
No Instagram @blogestantedeletrinhas
No Facebook @blogestantedeletrinhas
Contato: estante.letrinhas@gmail.com

Serviço
Mais Classificados e Nem Tanto
Escritora: Marina Colasanti
Ilustrador: Rubem Grilo
Editora: Galerinha
Preço médio: R$ 38 (capa dura)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: