‘Jumanji’: acontecimentos fantásticos e ilustrações sob o ponto de vista da criança
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Jumanji’: acontecimentos fantásticos e ilustrações sob o ponto de vista da criança

Lançado nos EUA em 1981, livro de Chris Van Allsburg que virou filme há 20 anos finalmente ganha uma edição brasileira

Bia Reis

02 de setembro de 2015 | 14h14

jumanjicapaweb

Talvez os leitores conheçam o filme, mas não o livro.

Lançado em 1981 nos Estados Unidos, Jumanji, do escritor e ilustrador Chris Van Allsburg, finalmente ganhou uma edição brasileira, feita pela Cosac Naify.

A história mistura um acontecimento simples – a saída dos pais de Judy e Peter para uma ópera – com outros fantásticos. Assim que se veem sozinhas, as crianças decidem que seria muito mais divertido ir ao parque, apesar do frio, do que ficar brincando na sala.

No parque, os dois encontram uma caixa, fina e comprida, em que se podia ler “Jumanji, uma aventura na selva”. Ao lado, um bilhete, com um alerta: “Leve para casa, diversão para alguns mas não para todos. P.S. Leia as instruções com muita atenção”.

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
E também no Twitter: Siga!

Em casa, eles abrem a caixa e retiram de dentro o que parece ser um jogo de tabuleiro comum, com uma trilha e seus inúmeros quadradinhos coloridos. O percurso sai da selva e chega a Jumanji, uma cidade com prédios e torres douradas. Os dois leem as instruções, e há mais um aviso: “Assim que se inicia uma partida de Jumanji, esta só termina quando um dos jogadores chega à cidade dourada”.

jumanji1web

Peter é o primeiro a jogar. Tira sete: “Leão ataca, volte duas casas”. Ao olhar para a irmã, apavorada, o menino demora para acreditar no que vê – há um leão deitado sobre o piano. O animal ruge, e Peter sai correndo e se esconde embaixo da cama.

Mas os dois sabem que precisam chegar até o fim do jogo – e continuam. A cada jogada de dados, novos perigos aparecem direto da selva para a casa dos garotos.

Contada por um narrador, a história é ágil e recheada de diálogos. As ilustrações, em preto e branco, são realistas, envoltas de mistério e apresentam as cenas principalmente sob o ponto de vista das crianças, com perspectivas incríveis. Allsburg desce, de fato, à altura de seus leitores.

jumanji2web

Allsburg nasceu em Michigan, nos Estados Unidos, em 1949. Fez graduação na Escola de Design de Rhode Island, montou um estúdio e trabalhou com esculturas e desenhos. Seu primeiro livro ilustrado, O Jardim de Abdul Gasazi, de 1979, ganhou o prêmio Boston Globe Horn e a prestigiosa Medalha Caldecott. Desde então, escreveu e ilustrou mais de 15 obras, como O Expresso Polar, que também recebeu a Caldecott.

Em 2015, o filme Jumanji completou 20 anos do lançamento. Participaram da produção Robin Williams, Bonnie Hunt, Kirsten Dunst, Bradley Pierce, Jonathan Hyde e Adam Hann-Byrd, com direção de Joe Johnston.

Serviço
Jumanj
Autor: Chris Van Allsburg
Tradução: Érico Assis
Editora: Cosac Naify

Tudo o que sabemos sobre:

Chris Van Allsburgeditora Cosac Naify

Tendências: