1.º Festival Literário Infantojuvenil da Casa discute literatura para bebês, mediação de leitura e escola digital
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

1.º Festival Literário Infantojuvenil da Casa discute literatura para bebês, mediação de leitura e escola digital

Evento ocorrerá de 2 a 7 de março e será transmitido gratuitamente pelo YouTube

Bia Reis

02 de março de 2021 | 07h00

Literatura para bebês, mediação de leitura, direitos humanos, escola digital, adolescência, questões étnico-raciais e acessibilidade. Esses são os temas que estarão no centro do debate do 1.º Festival Literário Infantojuvenil da Casa (Fliic), que começa nesta terça-feira, 2, e segue até o domingo, 7, com transmissão ao vivo e gratuita pelo YouTube. Um presente para quem está em qualquer cantinho do Brasil – e do mundo.

O festival reunirá 50 convidados de áreas variadas que dialogarão com mães, pais, professores, educadores e demais interessados no universo da literatura infantojuvenil. Haverá, ao longo de seis dias, mesas de discussão, oficinas educativas e apresentações culturais, com narração de histórias e performance poética. O projeto e a curadoria do evento são da poeta e gestora de projetos educacionais Tatiana Fraga, que dirigiu durante dez anos o Espaço de Leitura do Parque da Água Branca, na zona oeste de São Paulo, até o fim do programa, em 2019.

“Literatura e educação nunca foram tão necessárias e urgentes nesta nossa sociedade devastada por desinformação, maniqueísmo e retrocesso. Ampliar leituras de mundo, descortinar camadas, acessar complexidades e reencontrar humanidade e alteridade é o que a literatura dentro dos processos educativos pode nos trazer e, sem dúvida, é o que precisamos”, afirma Tatiana.

Ao longo da programação – e em diálogo com as mesas – serão realizadas as Oficinas #NoQuintal, com curadoria de Mayra Oi Saito e apresentação de artistas-educadores envolvidos com a rede pública de ensino, cultura popular, movimentos de mulheres, luta por moradia e questões étnico-raciais.

As atividades serão transmitidas por meio do YouTube da Casa de Cultura do Parque e haverá intérprete de libras. Após a veiculação, os vídeos serão legendados e ficarão disponíveis no site da Casa. Durante o festival, realizado com apoio do governo do Estado, editoras parceiras oferecerão 25% de desconto em seu catálogo. São elas: Barbatana, Boitatá, Gato Leitor, Jujuba, Livros da Matriz, Memória Visual, Olho de Vidro, Ôzé, Passarinho, Peirópolis, Piu, Pólen, Projeto, Pulo do Gato, Quatro Cantos, Solisluna e Ubu.

*

Confira, a seguir, a programação:

Terça-feira, 2 de março

Uma leitura sobre a maternagem

Mesa de discussão: Literatura para bebês
Horário: Das 10 às 12 horas
Com Daniela Padilha, Denise Guilherme e Letícia Liesenfeld
Mediação: Cássia Bittens

Oficina educativa: A vez da voz
Horário: Das 14 às 15 horas
Com Maiana Monteiro

Mesa de discussão: Mães educadoras
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Renata Felinto, Simony dos Anjos e Thaiz Leão
Mediação: Giselda Perê

Narração de histórias: A história da terra das pessoas quebradas
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Cristiana Ceschi, que narrará um conto de tradição oral do povo Shona, do Zimbábue, que conta a jornada de dois irmãos que, lançados pelo destino a um não-lugar, encontram uma vida inteira, coletiva e alegre.

*

Quarta-feira, 3 de março

Mediação de Leitura

Mesa de discussão: Como mediar um livro
Horário: Das 10 às 12 horas
Com Camila Feltre, Camila Flora e Cris Kenne
Mediação: Renato Nonato

Oficina educativa: Trilogia da margem
Horário: Das 14 às 15 horas
Com Mayra Oi, que investigará como se dá o ponto de intersecção entre a técnica de ilustração, a estética narrativa e o objeto livro no universo proposto pela Trilogia da Margem, da autora sul-coreana Suzy Lee.

Mesa de discussão: Leitura de imagens
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Aline Abreu, Juliana dos Santos e Renato Moriconi
Mediação: Daniela Gutfreund

Narração de histórias: No colo da menina infância
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Giba Pedroza, que apresentará narrativas, poemas e cantigas que celebram a infância

*

Quinta-feira, 4 de março

Rolê da leitura – Leitura para jovens

Mesa de discussão: HQs, tiras e ilustração editorial
Horário: Das 10 às 12 horas
Com André Dahmer, Antonio Junião e Triscila Oliveira
Mediação: Martin Smit

Oficina educativa: Imagem e narrativa
Horário: Das 14 às 15 horas
Com Jonas Meirelles, que mostrará como a imagem acompanha o texto, em histórias em quadrinhos ou livros ilustrados.

Mesa de discussão: Saraus e slams
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Cibele Toledo Lucena, Cristina Assunção e Rodrigo Ciríaco
Mediação: Luiza Romão

Performance poética: Preparo para arena
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Caetano Romão e Natasha Felix, que sugerem um jogo experimental entre poesia falada e música.

*

Sexta-feira, 5 de março

Direitos humanos e literatura

Mesa de discussão: Leitura, direitos humanos e cidadania
Horário: Das 10 às 12 horas
Com Bel Santos Mayer, José Castilho Marques Neto e Penélope Martins
Mediação: Tatiana Fraga

Oficina educativa: Literatura como direito
Horário: Das 14 às 15 horas
Com Ellen Kianga

Mesa de discussão: Educação inclusiva (pra quem?)
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Edgar Jacques, Estela Lapponi e Nayara Silva
Mediação: Desiree Helissa

Oficina educativa: publicações independentes
Horário: Das 18 às 19 horas
Com Tami Tahira

Narração de histórias: Mulheres que lutam
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Mafuane Oliveira, que apresentará mulheres como personagens centrais e agentes transformadoras de seus sonhos e desejos.

*

Sábado, 6 de março

Direitos humanos e literatura

Mesa de discussão: Narrativas originárias
Horário: Das 10 às 12 horas
Com Daniel Munduruku, Geni Núñes e Julie Dorrico
Mediação: Arthur Iraçu

Mesa de discussão: Literatura e criances
Horário: Das 14 às 16 horas
Com Amara Moira, Ana Teixeira e Janaína Tokitaka
Mediação: Ana Raylander Mártis dos Anjos

Mesa de discussão: Negritude e os livros infantis
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Cidinha da Silva, Heloísa Pires Lima e Kiusam Oliveira
Mediação: Marcos Felinto

Narração de histórias: A onça e o fogo
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Cristino Wapichana. Ele narrará a história do seu livro A Onça e o Fogo, que resgata uma narrativa indígena do povo Wapichana.

*

Domingo, 7 de março

Reflexões sobre a escola

Mesa de discussão: A necessidade de se repensar a escola
Horário: Das 10 às 12 horas
Com Arco Cooperativa, Coletivo A Voz Rouca e Fátima Verônica
Mediação: Davi Agathocles

Oficina educativa: Sobre os muros da escola
Horário: Das 14 às 15 horas
Com Marília Carvalho, que discutirá possibilidades de intervenções visuais no espaço.

Mesa de discussão: A função social da escola
Horário: Das 16 às 18 horas
Com Daniel Souza, Iracema Nascimento e Wellington Gustavo Pereira
Mediação: Danilo Heitor

Narração de histórias: Amanhã talvez
Horário: Das 19 às 20 horas
Com Magno Faria, inspirado no conto E a Vida?, de Sérgio Vaz.

ESTANTE DE LETRINHAS
No Instagram @blogestantedeletrinhas
No Facebook @blogestantedeletrinhas
Contato: estante.letrinhas@gmail.com

Tudo o que sabemos sobre:

Fliic

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.