Duas linhas para falar de amizade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Duas linhas para falar de amizade

Bia Reis

24 de março de 2013 | 15h00

Os encontros e desencontros de uma amizade e os caminhos que às vezes afastam e às vezes aproximam são o centro de Era Uma Vez Duas Linhas, do escritor Alonso Alvarez e do ilustrador Marcelo Cipis. Alvarez lança mão de algo tão simples como uma linha para tratar de algo profundo como a amizade.

As duas linhas, um dia, saem pelo mundo por uma porta aberta. Juntas, entram em lugares profundos, tortuosos, altos e baixos. Se divertem no mar, nas nuvens, num arco-íris.

Até que as linhas chegam a uma grande cidade e, em vez de brincarem juntas, passam a fazer trajetos diferentes. A mais corajosa se aventura por prédios e edifícios, enquanto a outra percorre praças e dobra esquinas. Então, numa bifurcação, as duas se separam.

As ilustrações trazem o traço marcante de Cipis, forte e simples.

Serviço
Era Uma Vez Duas Linhas
Escritor: Alonso Alvarez
Ilustrador: Marcelo Cipis
Editora: Iluminuras
Preço: R$ 35

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: