Conto fantástico de Julio Verne vira livro-aplicativo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Conto fantástico de Julio Verne vira livro-aplicativo

O sombrio 'Frrit-Flacc' narra um episódio na vida do desalmado Doutor Trifugas; ilustrações e sons atualizam texto escrito pelo francês em 1884 e possibilitam uma experiência diferente de leitura

Bia Reis

27 de setembro de 2016 | 07h00

app1

Frrit-Flacc!

Este é o barulho que o vento, desgovernado, e a chuva, torrencial, fazem em Luktrop, cidade que não consta nos mapas, mas abriga o fantástico e sombrio conto do escritor francês Julio Verne que tem como título a própria onomatopeia. Frrit-Flacc, que narra um episódio da vida do desalmado Doutor Trifugas, o médico de Luktrop, acaba de chegar às mãos dos leitores em formato de livro-aplicativo, desenvolvido pela startup de inovação editoral StoryMax. O app, disponível em português, inglês e espanhol, é gratuito (confira abaixo como baixar).

Frrit-Flacc ecoa pelo conto acompanhado de outras estranhas palavras – Luktrop é banhada pelo mar de Megalocride e tem como vizinho o vulcão Vanglor – e por fortes descrições, personagens ricos e humor ácido. Na história, Doutor Trifugas surge como um homem honesto, mas duro, que atende apenas depois de receber o pagamento. Certa noite de chuva intensa, uma família miserável bate à sua porta, incessantemente, solicitando atendimento. No percurso, o sobrenatural aparece e o Doutor Trifugas é colocado diante da solidão, sua mais grave enfermidade, revelando os contornos da fragilidade que atinge a todos nós, em maior ou menor grau. O conto também aborda questões que perpassam os séculos, como miséria e a indiferença humana.

O texto foi publicado originalmente na revista Le Figaro Ilustré, em 1884, e depois acabou lançado com outras histórias curtas, dois anos depois.

app2

O projeto gráfico do diretor de arte Fernando Tangi, sócio da StoryMax com Samira Almeida, consegue captar e transmitir com primor a atmosférica fantástica e sombria do conto. As animações, com traço contemporâneo e predomínio de marrons, vinhos e vermelhos, atualizam o texto de Verne e o aproximam do leitor mais jovem.

Várias leituras e descobertas. O livro-aplicativo precisa ser desvendado. As telas rolam na vertical e na horizontal e escondem movimentos e sons – é preciso clicar em personagens e objetos para descobri-los. Nos primeiros capítulos, o som da forte tempestade se mistura a Lacrimosa, de Mozart. Uma verdadeira leitura-experiência de pura sensorialidade.

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
E também no Twitter: Siga!

Frrit-Flacc é o primeiro livro-app da Coleção Novo Olhar, que apresentará textos de escritores clássicos, correlacionando-os aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), apontados pela Organização das Nações Unidas (ONU) como forma de tornar o mundo melhor nos próximos anos (clique aqui para conhecer os ODSs). O conto de Verne traz a discussão do primeiro objetivo, a erradicação da pobreza. A iniciativa é patrocinada pela empresa de biotecnologia Novozymes, que oferece aos leitores o download gratuito da coleção, em parceria com o Colégio Sesi, do Paraná. A próxima obra, prevista para ser lançada já em novembro, será As Ostras, de Tchékhov.

Além do conto, o livro-aplicativo apresenta informações sobre Verne, sobre o próprio texto e atividades sugeridas por educadores e cientistas para ajudar o leitor a refletir sobre as questões levantadas.

app3

Fernando Tangi e Samira Almeida, da StoryMax

 

Apesar de bastante jovem (a empresa foi criada em 2012), a StoryMax já coleciona uma série de prêmios ligados a inovação e tecnologia e também um Jabuti – a mais prestigiosa premiação da literatura brasileira -, na categoria Livro Digital. O Jabuti foi conquistado no ano de estreia da categoria, em 2015, com o livro-app Via Láctea, de Olavo Bilac (clique aqui para conferir todos os ganhadores do prêmio). A StoryMax também desenvolveu o livro-app Frankie for Kids, vencedor do ComKids Prix Jeunesse Iberoamericano e o Prêmio Hipertexto de Tecnologias na Educação.

 

Serviço
Frrit-Flacc
Editora: StoryMax
Diretora editorial e conteúdo institucional: Samira Almeida
Diretor de arte e interatividade e produção de som: Fernando Tangi
Ilustrações e animações: Fernando Tangi e Lauro Goe
Curadora: Susana Ventura (que já esteve nesta Estante de Letrinhas, com O Caderno da Avó Clara e De Onde Vem o Português?)
Editoras: Lilian Scutti e Samira Almeida
Programação: Eric Tonussi
Conteúdo extra: Juliana Bianchi, Sesi-PR e cientistas da Novozymes
Tradução e revisão: Alejandro Güerri, Alyne Azuma, Daniel Cariello, Danielle Sales, Florencia Parodi, Gisele Gonçalves, Gitanjali Patel, Jaci Brasil Tonelli, José Muniz Jr., Mariana Palomino, Priscila Berti Domingo, Rubia Prates Goldoni, Sergio Molina e Therezinha Maria Hernandes

Para baixar o APP
iOS
Android

Mais conteúdo sobre:

Julio VerneStoryMax