‘Café da Manhã’ questiona estereótipo da velhice
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Café da Manhã’ questiona estereótipo da velhice

Os peruanos Micaela Chirif e Gabriel Alayza constroem um livro em que texto e imagens são fundamentais e – se já não bastasse – divertem seus leitores

Bia Reis

22 Outubro 2015 | 16h35

Café da Manhã

Capa do livro

Café da Manhã, livro dos peruanos Micaela Chirif e Gabriel Alayza, recém-lançado pela editora SM, acaba com o estereótipo ainda tão recorrente de que as pessoas mais velhas vivem para a família ou estão abandonadas. Com cenas surreais, os autores questionam a ideia da velhice, constroem uma obra em que texto e imagens são fundamentais para a sua compreensão e – se já não bastasse – divertem seus leitores.

Com as palavras, Micaela e Gabriel narram, em primeira pessoa, a história de uma senhora que mora no litoral e gosta de acordar cedo e preparar seu café da manhã, com frutas, leite, geleia e ovos.

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
E também no Twitter: Siga!

Já as ilustrações mostram que, ao contrário do que o texto dá a entender, ela não está sozinha. Tem a companhia de um polvo roxo, de uma sereia com frutas na cabeça e de um leão-marinho com um minúsculo chapéu, entre outros seres fantásticos. Com eles, toma café, interage e até dança.

cafe-da-manha2web

As frases que compõem o texto são simples e escritas em letra cursiva. As crianças que estão em processo de alfabetização, saindo da letra bastão, conseguirão ler sozinhas o livro.

Café da Manhã foi selecionado pela Biblioteca Internacional da Juventude, de Munique, para compor o prestigioso catálogo White Ravens.

Serviço
Café da Manhã
Escritora: Micaela Chirif
Ilustrador: Gabriel Alayza
Tradutora: Graziela R. S. Costa Pinto
Editora: SM
Preço: R$ 42