Após adiamento, feira de literatura infantil de Bolonha é cancelada
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após adiamento, feira de literatura infantil de Bolonha é cancelada

Evento, que seria realizado de 30 de março a 2 de abril, chegou a ser transferido para 4 a 7 de maio

Bia Reis

11 de março de 2020 | 13h24

Exibição de ilustradores em Montevidéu, evento que antecederia a feira. Crédito: Divulgação

Depois de ser adiada pela organização, a feira de literatura infantil e juvenil de Bolonha – a principal do mundo – acaba de ser cancelada, por causa do avanço do coronavírus na Itália. O evento, que seria realizado de 30 de março a 2 de abril, havia sido transferido para o período entre 4 e 7 de maio. Nesta quarta-feira, 11, porém, foi anunciado que a feira só será realizada em 2021, entre os dias 12 e 15 de abril.

No site da feira, os organizações informaram que estão trabalhando para recriar no ambiente virtual a atmosfera de negócios e a rede de contatos que são parte importante de Bolonha.

“Atualmente estamos lidando com uma emergência genuína, que envolve não apenas nosso país, mas, infelizmente, tem uma dimensão internacional. Para conter a disseminação do coronavírus tornou-se necessário fazer uma série de restrições a viagens entre países, o que tem um efeito significativo em todas as formas de negócios.  A feira, que se baseia em reuniões presenciais e networking, teve de lidar com uma situação sem precedentes”, anunciou Antonio Bruzzone, gerente-geral da feira. Segundo ele, 90% dos participantes estrangeiros não poderiam estar presentes por conta das restrições impostas pelos governos.

Nesta quarta-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o coronavírus pandêmico. Populações em mais de cem países já foram contaminadas. A Itália é o país que enfrenta atualmente a situação mais grave em todo o mundo, com 827 mortes registradas.

Tudo o que sabemos sobre:

Feira Infantil do Livro de Bolonha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: