A incrível exposição ‘Grimm Agreste’, no Sesc Interlagos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A incrível exposição ‘Grimm Agreste’, no Sesc Interlagos

Bia Reis

21 de fevereiro de 2014 | 21h47

Os 156 contos originais escritos pelos irmãos Grimm entre 1812 e 1815 desembarcaram nesta sexta-feira, 21, no Sesc Interlagos, na zona sul de São Paulo, na exposição Grimm Agreste. São instalações, xilogravuras, textos, vídeos, áudios e centenas de objetos que dialogam com as histórias eternizadas pelos alemães.

O ponto de partida para a exposição foi o livro Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos, publicado em 2012 pela editora Cosac Naify. Trata-se da primeira tradução para o português da obra original. Em dois volumes, o leitor descobre o quão adocicadas foram sendo as histórias ao longo do tempo. Uma Rapunzel grávida de gêmeos e uma Branca de Neve que faz sua madrasta dançar com sapatos de brasa são apenas alguns exemplos.

As ilustrações foram feitas pelo cordelista J. Borges, que criou xilogravuras que conversam com os contos – a imagem que abre este post é dos originais. Da relação entre os irmãos Grimm e o agreste nasceu a exposição recém-inaugurada em São Paulo, tema da reportagem que fiz para o Caderno 2 deste sábado, 22. Clique aqui para ler.

Sim, o Sesc Interlagos fica distante da região central, mas vale, sim, o deslocamento. Separe duas horas e mergulhe com calma neste mundo fantástico, construído em seis espaços. Nas imagens abaixo dá para ter uma ideia!

E o vídeo que o fotógrafo Tiago Queiroz, do Estadão, fez:

Na abertura da exposição foram distribuídos folhetos de cordel escritos por J. Borges. Neles, o cordelista e o xilogravurista fala, em versos, sobre Grimm, seu trabalho e o evento. Aos 79 anos, Borges se envolveu a distância com a exposição e não pode vir para São Paulo por causa de uma cirurgia recente.

“Como poeta faço parte
do evento Grimm Agreste
eu fiz as ilustrações
aqui mesmo no Nordeste
foi difícil mas eu fiz
e assim passei no teste.”

Ficha técnica da exposição
Produção e concepção: Rachel Brumana
Curadoria: Alvise Camozzi, Christine Röhrig e William Zarella
Diretor musical e compositor: Daniel Maia
Direção, cenografia e expografia: William Zarella Jr.
Roteirista da exposição: Alvise Camozzi

Serviço
De 21 de fevereiro a 31 de agosto
De quarta a domingo, incluindo feriados, das 10h às 16h30
Av. Manuel Alves Soares, 1.100, Parque Colonial
Ingressos para o Sesc: De R$ 1 a R$ 7
www.sescsp.org.br/grimmagreste

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.