Trânsito e filas no primeiro dia do SWU

Estadão

09 de outubro de 2010 | 18h26

Felipe Branco Cruz  

A organização do SWU recomenda ao público que estiver se dirigindo ao festival que preste atenção às placas e veja os mapas de acesso antes de pegar a estrada.

Fábio Favorigaki, de 31 anos, chegou em Itu por volta das 10h da manhã e só conseguiu estacionar ao meio dia, depois de se perder várias vezes. “São poucas placas. Cada pessoa informa um local diferente. Tive de fazer vários retornos na rodovia até achar o local correto e mesmo assim não consegui estacionar onde eu queria”, diz.

Já Leonan de Oliveira, de 21 anos, reclamou das filas para comprar bebidas, do preço dos lanches. “Não vi sustentabilidade nenhuma. Não achei lixeiras e vi muita gente jogando lixo no chão”.

Parte do público teve dificuldade em encontrar a entrada do evento, o local de estacionamento e tem enfrentado filas para comprar cerveja, refrigerante e ir ao banheiro. “Acho que o pessoal está se localizando. Com o tempo todo mundo vai aprender os locais certos. Acredito que até a noite tudo já esteja organizado”, diz Fernanda Cordeiro, de 21 anos.

Tudo o que sabemos sobre:

Filaorganizaçãoreclamações

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: