Multishow diz que interrompeu transmissão por falta de segurança

Estadão

10 de outubro de 2010 | 18h42

O canal de TV a cabo Multishow, alvo de crítica de telespectadores por causa da interrupção da transmissão do show do Rage Against the Machine na noite de sábado, divulgou um comunicado neste domingo explicando a decisão. Segundo o canal, equipamentos foram quebrados durante a invasão da área premium e os seus profissionais estavam com a segurança ameaçada. No comunicado, o Multishow se diz frustrado por não ter conseguido completar a transmissão.

A transmissão foi interrompida pouco depois da segunda  paralisação do show, ocorrida pela falha de som no palco. Antes, o show havia sido interrompido por temor de um tumulto após o rompimento da barreira que separa as áreas livres da área vip em frente ao palco. O canal chegou a transmitir a pausa, o pedido da banda por calma e segurança do público e mais algumas músicas. Logo depois, o músico Beto Lee, repórter do canal, entrou no ar anunciando o fim da transmissão.

Assim que a transmissão foi encerrada começaram as críticas na internet, principalmente  no Twitter, e também nos comentários desse blog. Exaltados, alguns reclamantes evocaram uma teoria da conspiração  e especulavam que o motivo da interrupção da transmissão foram as mensagens de apoio de integrantes da banda ao MST (Movimento dos Sem Terra).

Eis a íntegra do comunicado  do canal:

SWU – COMUNICADO OFICIAL MULTISHOW

O Multishow esclarece que ontem, sábado, dia 9 de outubro, precisou interromper a transmissão ao vivo do Festival SWU durante o show do grupo Rage Against The Machine. O público invadiu a área de trabalho dos profissionais do Multishow e também a área Premium. Durante o tumulto, equipamentos foram quebrados e a segurança dos nossos profissionais foi ameaçada, impedindo a continuidade da exibição do evento.

Gostaríamos de ressaltar que a frustração do Multishow é total, uma vez que estávamos 100% dedicados para a transmissão completa da apresentação. Uma vez que a segurança dos nossos funcionários não pode ser assegurada, o canal decidiu encerrar a transmissão.

A programação ao vivo de hoje e amanhã está mantida. Hoje teremos Joss Stone, Dave Matthews e Kings Of Leon. Vale lembrar que, por conta de uma cláusula contratual exigida pela banda, o show do Kings Of Leon na TV vai ter 45 minutos.

# Veja a programação de shows do domingo
# Acompanhe o festival SWU pelo Twitter, no @cultura_estadao
# Galeria de fotos
# Todos os vídeos

Tudo o que sabemos sobre:

Multishowrage against the machine

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: