Coma à vontade por 1 centavo?

Estadão

14 de outubro de 2010 | 15h33

Existe uma prática comum nas empresas durante viagens a trabalho: o reembolso do valor gasto em refeições.

Para isso, é preciso apenas guardar a nota fiscal para comprovar o que deve ser pago pela empresa ao funcionário.

Eis que, no final do festival SWU, surge uma surpresa: duas notas de refeição do restaurante da Fazenda Maeda estavam com o valor de R$ 0,01.

No cartão de débito, comprova-se o custo real: R$ 24 e R$ 25. Isso corresponde a 4 ou 5 reais gastos com bebidas e os R$ 20 reais do self-service no formato “coma à vontade”

Mas o cupom fiscal mostra que foi computado o valor do cartão e dado troco de R$ 24,99 e R$ 23,99 – o que não ocorreu.

Sorrindo, a chefia acaba de informar que o que vale é o que está na nota e que o reembolso será de 2 centavos.

Atualização às 16h40 de segunda-feira (18/10):

Do relato ocorrido, recebemos diversas opiniões – algumas dizendo até que o jornalista que vos escreve estaria sonegando também. Recebemos também da leitora Eduarda Verrino outra nota fiscal de 1 centavo…

… e, claro, entramos em contato com a Fazenda Maeda para saber o que tinha acontecido.

A resposta chegou nesta segunda-feira (18). De acordo com o gerente administrativo da Maeda Pesca & Lazer, Carlos Morichita, foram emitidas de fato notas no valor de 1 centavo.

Essas notas foram passadas com essa quantia por conta do sistema de fichas utilizado. Segundo ele, os diferentes produtos – refeição e bebida por exemplo – possuem tributação distinta e, como era passado um valor em fichas (de R$ 1,00) não era possível prever o que o consumidor solicitaria.

“Quando era feito o pedido, guardávamos as fichas em diferentes cumbucas. Uma para refeição, outra para refrigerante, etc. Depois do evento, fizemos novamente as notas com a declaração correta”, disse Morichita que, inclusive, ofereceu-se para enviar um cupom fiscal com o dado correto para o caso de reembolso aqui apresentado.

Já a assessoria do festival escreveu nos comentários:

Esclarecemos que o SWU não tem qualquer relação com a operação do restaurante Maeda, que é de responsabilidade exclusiva de seu titular.

Segue a resposta (na íntegra) encaminhada pela administração da Fazenda Maeda

Boa tarde!

Em esclarecimento sobre o ocorrido no dia do Festival (SWU) referente ao lançamento de cartao debito/credito. Para esse evento estavamos trababalhando totalmente diferente do cotidiano do estabelecimento. Para esses dias de evento devido ao grande fluxo de pessoas no pesqueiro estavamos trabalhando com fichas de valores de R$1,00 com cartela de R$ 20,00 e estavamos com a refeiçao e bebidas. Para agilizarmos o andamento das filas do caixa e todos eventos que ja frequentei é o mesmo sistema voce compra uma cartela de valores e troca no balcão por bebidas ou comidas afinal até no evento estava vendendo valores e nao item a item. Enfim, tanto no balcão de bebidas como de comidas existiam urnas que no final do evento foi contado e emitido NF referente ao respectivo consumo…o que ocorria era que se lançassemos uma DESPESA por exemplo de 20,00 e tirassemos em cartão estaria tributando em duplicidade pois iria tributar os 20 de despesa e os 20 em fichas que iriam para as urnas. Algumas pessoas chegavam e pediam: eu quero um almoço e um refrigerante e pagavam no cartao desta forma eu conseguia direcionar para que seria a nota fical e seus respectivos tributos e algumas pessoas a maioria chegavam e pediam vinte reais em ficha, alegando que nao sabiam o que iriam comer ou beber…se voce reparar ou posso até ter tributado em duplicidade alguns itens pois quem me da a certeza que a pessoal que pediu um almoço e um refrigerante não venha a trocar tudo por bebidas ou tudo por comida? assim emitimos NF de tudo que entrou em ficha nas urnas.Não sei o que você irá publicar estou simplismente contanto o real fato.

Agora vou te falar o funcionamento do pesqueiro…cada pessoa entra com um cartao de consumo onde tudo que ele consome é marcado neste cartão e no final do dia ele paga no dinheiro ou cartão e todos os itens vem discriminado em seu cupom fiscal. Tenho um fluxo de mil a mil e quinhentas pessoas como teria cartão e pessoas para trabalhar no caixa e espaço fisico para o caixa para um fluxo de pessoas de 10 mill?….

Espero a compreensão e tambem gostaria de te perguntar como o pessoal em evento grande assim faz sua emissao de NF…mesmo por que eles tambem trabalham com ficha!!!

Nunca deixamos de recolher impostos municipais e estaduais…

Desde de ja estamos trabalhando para podermos agilizar esta forma para outros eventos deste porte.

Qualquer duvida estou aqui para esclarecimento

Sem mais

William Maeda


# Todos os vídeos

# Galeria de fotos

# Pôster do festival

# Siga @cultura_estadao

Tendências: