Uma seleção de bares para aproveitar o fim de semana em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma seleção de bares para aproveitar o fim de semana em São Paulo

Redação Divirta-se

03 de janeiro de 2020 | 16h26

Confira uma seleção de bares paulistanos de diferentes estilos e programe seu fim de semana 

Soul Botequim tem 20 torneiras de cerveja. FOTO: Felipe Pidi

CERVEJAS ESPECIAIS

Soul Botequim
O espaço conta com 20 torneiras de cerveja conectadas estrategicamente à parede da câmara fria do bar. Entre as que saem com frequência está a Burgman Lager (R$ 12,90, 300 ml), opção suave vinda de Sorocaba. Para petiscar, vale provar o ‘Mix de Nuts’ (R$ 23,90), castanha de caju, noz e castanha do pará. Av. Padre Antônio José dos Santos, 812, Cidade Monções, 3297-0006. 17h/0h (sáb., 12h/0h; dom., 12h/20h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

BOTECOS

Bar do Jiquitaia
Com apenas 20 lugares, a casa fica no primeiro andar do restaurante de comida brasileira. Peça comidinhas como as coxinhas de frango caipira (R$ 19, 5 unid.), o hambúrguer de porco (R$ 30) e o ceviche de chuchu e camarão (R$ 30). Para beber, o ‘Detox’ (R$ 29), com gim, xarope de manjericão fresco e limão, é um dos mais pedidos. R. Antônio Carlos, 268, Consolação, 3262-2366. 19h/2h (fecha dom. e 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Mercearia São Pedro
Bar, locadora de vídeo, livraria e, como diz o nome, mercearia. As mesinhas no terraço vivem cheias de gente. Para beber, a cerveja Original (R$ 11,90), de 600 ml, é uma das opções. Para comer, há o sanduíche de pastrami (R$ 24,90) ou os pastéis (R$ 6, cada), com a primeira fritada saindo sempre às 19h. R. Rodésia, 34, V. Madalena, 3815-7200. 9h/1h (dom., 9h/18h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Mestre das Batidas
As batidas são preparadas só com frutas naturais – nada de polpa congelada. Uma das campeãs de pedidos é a de coco com vodca (R$ 17), assim como a de bombom Sonho de Valsa, com licor de cacau, leite condensado e vodca (R$ 17). Aberto em 1963, o bar prepara a linguiça grelhada em um fogareiro a álcool (R$ 48) e o tradicional bolinho de bacalhau (R$ 45, a porção). R. Clodomiro Amazonas, 440, Itaim Bibi, 3168-7418. 6h/0h (5ª a sáb., até 1h; dom., até 19h). Cc.: todos. Cd.: todos.

BOTECOS CHIQUES

Pirajá
Aberto em 1998, o bar tem um calçadão que lembra o das praias do Rio e serve um ótimo chope Brahma (R$ 9,20, claro; R$ 10,20, black). Para petiscar, peça a porção de croquetes de costela (R$ 39, 6 unid.) ou de bolinhos de abóbora recheados com carne-seca (R$ 35). Para acompanhar as batidas, como a ‘Leite de Macaco’ (R$ 17,50), com cachaça, licor de coco, leite de coco, leite condensado e coco desidratado, experimente, aos sábados, a feijoada (R$ 83). O local conta com filiais em Alphaville e nos shoppings Morumbi, Eldorado e Paulista. Av. Brigadeiro Faria Lima, 64, Pinheiros, 3815-6881. 12h/1h (5ª a sáb., 12h/2h; dom., 12h/19h). Cc.: todos. Cd.: todos.

HAPPY HOUR

Obelisco
Na cobertura do Museu de Arte Contemporânea, o bar tem uma visão privilegiada do Obelisco do Ibirapuera. Para os que decidem sentar no balcão, alguns itens também disputam os olhares, como o ‘Fizz da Terrinha’ (R$ 31,50), feito com cachaça Leblon, raspas de rapadura, suco de limão, espumante, bitter e açúcar. Criado pelo chef paranaense Marcelo Corrêa Bastos, o cardápio enxuto tem releituras de clássicos da culinária brasileira, entre petiscos, sanduíches, caldos e pratos. Prove a porção de torresmo com picles e mostarda (R$ 27). A carta de drinques, assinada pelo mixologista Laércio Silva, o Zulu, também assume elementos regionais e ingredientes brasileiros. Se estiver pronto para a segunda rodada, peça o ‘Primeira Vista’ (R$ 28,50), que leva cachaça, xarope de folha de louro, purê de abacaxi, hortelã e laranja. R. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Ibirapuera, 5082-3067. 18h/2h (fecha dom. e 2ª). Cc. e Cd.: todos.

Sylvester Bar
Nas poucas mesas do ambiente ou sentado em frente ao balcão, os coquetéis da casa são ótima companhia. Além de clássicos como gim-tônica (R$ 16,90) e ‘Manhattan’ (R$ 26,90), as bandejas dos garçons exibem, com frequência, receitas autorais cheias de personalidade. Experimente o ‘Sylvester’ (R$ 27,90), feito com rum, limão, xarope de castanha com bitter de chocolate, uma saborosa espuma de gengibre com jasmim e carvão ativado (que dá ao coquetel seu tom escuro). Prove também o ‘Jeri-mum’, com rum, abóbora, amêndoas, xarope de gengibre com especiarias e limão-cravo (R$27,90). O cardápio lista petiscos como a porção de ‘Coxinha Paramount’ (R$ 23,90, 8 unid.). O dadinho de tapioca com queijo coalho (R$ 19,90, 10 unid.) também é boa pedida. R. Maria Carolina, 745, Pinheiros, 3034-1268. 2ª a 4ª 17h/0h; 5ª e 6ª 12h/0h (sáb., 12h/1h; fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

HOTEL

The Wall
Instalado no térreo do estiloso Hotel Unique, é bem mais calmo do que o Skye, famoso bar na cobertura que tem uma belíssima vista para o Parque Ibirapuera. Ainda assim, é boa opção para happy hour. Experimente o ‘Dry Martini’ (R$ 43), feito com gim importado. A casa também tem criações como o ‘Unique Soul’ (R$ 43). Av. Brig. Luís Antônio, 4.700, Jd. Paulista, 3055-4700. 7h/23h (6ª e sáb.; 7h/0h; dom. e fer. 8h/23h). Cc.: todos. Cd.: todos.

MEXICANO

Don Miguel Mexican Bar
Os quadros e fotos de mariachis nas paredes dão o clima desta casa mexicana. No menu, os pratos são de inspiração tex-mex, como o burrito de filé mignon (R$ 49,90) e a porção de nachos (R$ 49,90). Para beber, além da Heineken (R$ 11,90), do ‘Mojito’ (R$ 24,90) e da ‘Margarita’ (R$ 24,90), há opções de cervejas long neck mexicanas como a Sol (R$ 12,90) e a Dos Equis (R$ 13,50). R. Itapura, 757, Tatuapé, 2097-6490. 18h/0h (6ª 12h/15h e 18h/1h; sáb., 12h/17h e 18h/1h; dom. e fer., 12h/17h e 18h/0h). Cc.: todos. Cd.: todos.

PARA COMER

Bar da Dona Onça
Comandado por Janaína Rueda, a ‘Onça’, o ambiente é elegante e tem cadeiras confortáveis. O cardápio apresenta receitas simples em versões sofisticadas. Além de porções, como a de rabada servida com polenta cremosa e agrião (R$ 63), e menu com três entradas, prato principal, três sobremesas e uma caipirinha opcional (R$ 89), há pastéis de carne e Catupiry (R$ 34, 6 unid.). Outra boa pedida, o picadinho (R$ 58) acompanha arroz, ovo, tartar de banana e creme de feijão. Para harmonizar, serve vinhos e cervejas. Av. Ipiranga, 200, República, 3257-2016. 12h/23h30 (5ª a sáb., 12h/0h30; dom., 12h/17h30). Cc.: todos. Cd.: todos.

PUBS

Finnegan’s
Aberto em 1988 por três irlandeses e um brasileiro, o bar tem dias de música ao vivo e cerca de 50 marcas de cerveja. O chope Guinness ainda é o campeão de pedidos (R$ 29,90, 500 ml), além do Paulaner Weiss (R$ 19,90, 300 ml; R$ 29,90, 500 ml), assim como a costelinha de porco assada, que acompanha fritas (R$ 58,90, para duas pessoas). R. Cristiano Viana, 358, Cerqueira César, 3062-3232. 16h/1h (5ª, 16h/2h; 6ª e sáb., 16h/3h; dom. e 2ª, 16h/0h). Entrada: R$ 9,90/R$ 19,90. Cc.: E, M e V. Cd.: E, M e V.

VARIADOS

Café Journal
Frequentado por um público acima de 30 anos, abriga uma adega com 300 rótulos de vinho (cerca de 6 mil garrafas), como o vinho Leyda Reserva (R$ 145, a garrafa). Para quem prefere cerveja, tem long necks de Heineken (R$ 15,50) e Madalena Double Ipa (R$ 29). Do cardápio, experimente a paleta de cordeiro com cuscuz de berinjela e amêndoas (R$ 162, para duas pessoas). Al. dos Anapurus, 1.121, Moema, 5055-9454. 12h/0h (dom., até 17h). Cc.: todos. Cd.: todos.

New Kebabel
Pequenina, a casa do Baixo Augusta é decorada por um lustre e adornada com motivos árabes. Não raro, tem todas as mesas ocupadas por devoradores de kebabs, os sanduíches enrolados no pão pita. São oito sabores, como o ‘Kebali’ (R$ 40), com linguiça de javali defumada e coalhada fresca. Para beber, peça o chope Bamberg (R$ 12, o Pilsen; R$ 14, o Weiss). R. Fernando Albuquerque, 22, Consolação, 3259-1805. 12h/15h e 18h/0h (2ª, 18h/0h, 6ª, 12h/0h; sáb. 13h/1h; dom., 13h/23h). Cc.: todos. Cd.:  todos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.