Última chance: seis exposições que saem de cartaz no fim de semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Última chance: seis exposições que saem de cartaz no fim de semana

Celso Filho

30 de dezembro de 2015 | 16h50

+ Este fim de semana é a última oportunidade para conhecer a obra de Patricia Piccinini. A mostra ‘ComCiência’, visitada por mais de 200 mil pessoas, reuniu as curiosas esculturas hiper-realistas da artista – nas quais ela cria seres híbridos, como na foto acima. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 9h/21h (fecha 3ª). Fecha 6ª (1º). Grátis. Até 2ª (4).

Veja outras boas mostras que saem de cartaz nesta semana:

Mauricio Nahas

Mauricio Nahas apresenta o ensaio ‘Do Pó da Terra’ até domingo, no Museu Afro Brasil. Foto: Mauricio Nahas/divulgação

Duda Penteado. Radicado nos EUA, o artista brasileiro exibe pinturas recentes na mostra ‘Raízes e Fragmentos – Uma Viagem ao Território Mental’. Nas obras, Penteado aborda questões como memória e identidade nacional. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Fecha 6ª (1º). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Eustáquio Neves. Em ‘Cartas ao Mar’, o artista mineiro expõe 12 trabalhos recentes, misturando técnicas de fotografia e pintura em papel de algodão. Nas obras, Neves apresenta uma pesquisa sobre a região portuária de Valongo, no Rio, conhecida por ter recebido navios negreiros. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Fecha 6ª (1º). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Mauricio Nahas. O fotógrafo apresenta o projeto ‘Do Pó da Terra’. Nele, Nahas percorreu o Vale do Jequitinhonha, em Minas, para conhecer a vida dos artesãos da região. Na mostra, são exibidas 50 de suas fotografias. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Fecha 6ª (1º). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

A Nossa Invenção da Arte. A mostra coletiva apresenta a coleção de Ladi Biezus, ao longo de 45 anos. São exemplares de arte popular, assinados por nomes como Véio, Mirian Inês da Silva e Agnaldo Manoel dos Santos. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Fecha 6ª (1º). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Rememoração. A mostra promove um encontro entre os acervos do Museu de Arte Sacra e dos palácios do Governo. São expostas 80 obras sacras, como criações dos mestres Aleijadinho e Ataíde. Museu de Arte Sacra. Av. Tiradentes, 676, Luz, 3326-3336. 9h/17h (sáb. e dom., 10h/18h; fecha 2ª e 3ª). Fecha 6ª (1º). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.