Última chance: confira exposições que saem de cartaz nos próximos dias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Última chance: confira exposições que saem de cartaz nos próximos dias

Júlia Corrêa

22 de julho de 2019 | 18h53

Invenções Gráficas na Ilustração Ibero-Americana
Com curadoria de Fernando Vilela, a mostra apresenta 40 obras de 12 ilustradores que integram o Catálogo Ibero-América Ilustra. Entre eles, a mexicana Ixchel Estrada, a argentina María Luque , o equatoriano Roger Ycaza e o espanhol Manuel Marsol. Instituto Tomie Ohtake. R. Coropés, 88, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 28/7.

Augustin Rebetez
Instalações que envolvem fotografia, filme de animação, desenho e poesia compõem a exposição ‘Estremecer Auroras’, do jovem artista suíço. A curadoria é de Adelina von Fürstenberg. Sesc Consolação. R. Dr. Vila Nova, 245, 3234-3000. 10h/21h (sáb. e fer., 10h30/18h30; fecha dom.). Grátis. Até 27/7.

Hiato
A mostra discute conceitos de interrupção e continuidade a partir de trabalhos de Hélio Oiticica, Juan Parada, Lais Myrrha, Ricardo Alcaide e Sam Moyer. Sim Galeria. R. Sarandi, 113 A, Cerqueira César, 3062-8980. 10h/19h (sáb., 10h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 27/7.

Júlio Villani
O artista, que também tem obras exibidas na Galeria Raquel Arnaud, apresenta um conjunto de esculturas na mostra ‘Por um Fio’. Galeria Estação. R. Ferreira de Araújo, 625, Pinheiros, 3813-7253. 11h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 31/7.

Lina Bo Bardi: Habitat
Dedicada à arquiteta italiana que se tornou um ícone do modernismo brasileiro, a mostra contempla também sua atuação na educação e nas áreas editorial e museológica. Nos anos 1950, quando dirigia o Masp com o marido, Pietro Maria Bardi, Lina produzia a revista ‘Habitat’, que desvendava boa parte de suas ideias. O título da mostra refere-se à publicação e à imersão da arquiteta no contexto brasileiro, destacando, por exemplo, projetos como o do próprio Masp e o do Museu de Arte Moderna da Bahia. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/19h (sáb., dom. e 3ª, 10h/20h; fecha 2ª). R$ 40 (3ª, grátis). Até 28/7.

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Tarsila Popular
Tarsila do Amaral é homenageada em mostra com 92 pinturas e desenhos, em uma seleção que propõe um novo olhar para temas, narrativas e personagens ligados à cultura popular. São elementos que estiveram presentes em diversas fases de sua produção – desde o período ‘Pau-Brasil’ (com obras como ‘Estrada de Ferro Central do Brasil’), passando pelo ‘Antropofágico’ (com destaque para ‘Abaporu’ (foto acima), que chega à cidade vinda do acervo do Malba, na Argentina) até o ‘Social’ (com trabalhos como ‘Operários’). Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/19h (sáb., dom. e 3ª, 10h/20h; fecha 2ª). R$ 40 (3ª, grátis). Até 28/7.

Passado/Futuro/Presente
Com curadoria de Vanessa Davidson e Cauê Alves, a exposição traz 72 obras de artistas como Vik Muniz, Adriana Varejão e Tunga. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 28/7.

Vaivém
A presença de redes de dormir na arte brasileira inspira a exposição. Com curadoria de Raphael Fonseca, são exibidas mais de 300 obras, de nomes como Bené Fonteles, Bispo do Rosário, Claudia Andujar, Dalton Paulo, Djanira, Ernesto Neto, Tarsila do Amaral e Tunga. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 9h/21h (fecha 3ª). Grátis. Até 29/7.

Comodato Masp Landmann – Têxteis Pré-colombianos
A exposição reúne mais de uma centena de tecidos produzidos na região do Peru e da Bolívia entre 800 a.C. e 1532, destacando a produção das mulheres andinas. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/19h (sáb., dom. e 3ª, 10h/20h; fecha 2ª). R$ 40 (3ª, grátis). Até 28/7.

William Forsythe: Objetos Coreográficos
A exposição reúne instalações e vídeos a partir dos quais o coreógrafo e artista visual americano convoca os visitantes a se mover, por meio de estímulos prévios, como instruções escritas ou faladas. As obras também dialogam com arquitetura do edifício do Sesc Pompeia, projetado por Lina Bo Bardi. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7759. 10h/21h30 (sáb., dom. e fer., 10h/19h30; fecha 2ª). Grátis. Até 28/7.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.