Teatro: peça inspirada na ‘Odisseia’ é uma das estreias da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Teatro: peça inspirada na ‘Odisseia’ é uma das estreias da semana

Júlia Corrêa

07 Junho 2018 | 16h42

Inspirada no famoso poema épico de Homero, a Cia. Hiato apresenta Odisseia, espetáculo que marca os dez anos de trajetória do grupo. Com dramaturgia coletiva e direção de Leonardo Moreira, a montagem busca dar novos significados para a saga de Odisseu, considerada, assim como a ‘Ilíada’, um dos pilares da literatura ocidental.

Foto: Elina Gioulanli

Em cena, tais como rapsodos da antiguidade, sete atores apresentam ‘odisseias’ pessoais e coletivas, que oscilam entre realismo e fantasia. A proposta, assim, é fazer o público navegar – do mesmo modo que Odisseu, em sua tentativa de retorno da guerra – por diferentes ‘ilhas’. Em cada uma, revelam-se memórias, dúvidas e sonhos dos personagens.

Unindo essas tramas com alusões a diferentes cenas da epopeia de Homero – como o abandono de Telêmaco, a violência estratégica de Atena, o fogo de Héstia e a espera de Penélope –, o grupo busca mostrar como os homens podem ser igualmente ordinários e míticos. Ao longo do espetáculo, portanto, são borradas as fronteiras entre público e privado, entre ficção e realidade.

270 min. (com dois intervalos). 18 anos. ONDE: Sesc Avenida Paulista. Praça. Av. Paulista, 119, metrô Brigadeiro, 3170-0800. QUANDO: Estreia sáb. (9). 5ª, 6ª e sáb., 19h; dom., 17h. Até 8/7. QUANTO: R$ 9/R$ 30.

Deadline
Com texto de Priscila Gontijo, mostra a amizade de duas mulheres em crise (Maria Fanchin e Nicole Cordery) que se conhecem em uma sala de exames ginecológicos. 70 min. Livre. Oficina Cultural Oswald de Andrade (40 lug.). R. Três Rios, 363, Bom Retiro, 3222-2662. Estreia 2ª (11). 2ª, 3ª e 4ª, 20h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 25/7.

Euforia
Com direção de Victor Garcia Peralta, texto de Julia Spadaccini e atuação de Michel Blois, a peça traz a história de um velho e de uma mulher paraplégica – que são vistos, socialmente, como seres assexuados. 60 min. 14 anos. Sesc Vila Mariana. Teatro (608 lug.). R. Pelotas, 141, 5080-3000. Estreia 6ª (8). 6ª, 20h30; sáb., 18h. R$ 5/R$ 17. Até 7/6.

À Espera
No enredo da peça dirigida por Hugo Coelho, duas mulheres sem nenhuma memória acordam todos os dias no mesmo horário. Certo dia, elas recebem a visita inesperada de um homem que chega para comemorar um aniversário. Com Ella Bellisoni, Jean Dandrah e Regina Maria Remencius. 60 min. 14 anos. Oficina Cultural Oswald de Andrade (30 lug.). R. Três Rios, 363, Bom Retiro, 3221-5558. Estreia 6ª (8). 5ª e 6ª, 20h; sáb., 18h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 21/7.

A Barragem de Santa Luzia
Sob direção de Tiche Vianna e Rudifran Pompeu, a peça traz uma moradora de uma comunidade ribeirinha que se recusa a deixar o lar para a construção de uma hidrelétrica. 70 min. 16 anos. Oficina Cultural Oswald de Andrade (30 lug.). R. Três Rios, 363, Bom Retiro, 3222-2662. Estreia 2ª (11). 2ª, 3ª e 4ª, 20h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 1º/8.

O Legítimo Pai da Bomba Atômica
Com elenco formado pelo Coletivo Oriente-se, a peça escrita por Murilo Dias César narra a história do físico húngaro Leó Szilárd e sua ligação com a criação da primeira bomba atômica. Dir. Gabriela Rabelo. 90 min. 12 anos. Teatro Leopoldo Fróes (111 lug.). R. João Dias, 822, S. Amaro, 5541-7057. Estreia sáb. (9). Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 17/6.

Visitas ao Cão
Com texto e atuação de Gustavo Braunstein, o monólogo busca traçar paralelos entre a violência presente no oriente médio e nas periferias brasileiras. Dir. Pablo Callazans dos Reis. 60 min. 18 anos. SP Escola de Teatro (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, Consolação, 3775-8600. Estreia 6ª (8). 6ª, sáb. e 2ª, 21h; dom., 19h. R$ 30. Até 25/6.