Teatro: confira peças que chegam aos palcos paulistanos esta semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Teatro: confira peças que chegam aos palcos paulistanos esta semana

Júlia Corrêa

22 Novembro 2018 | 16h58

ESTREIAS

Entre – A Porta Está Aberta
Com direção de Dan Rosseto, a peça conta a história de duas irmãs (Márcia Manfredini e Glória Rabelo) que não se veem com muita frequência. Quando uma visita a outra, revelações do passado vêm à tona. O espetáculo está entre as atrações de abertura do novo Teatro Shopping West Plaza. 60 min. 12 anos. Sala Nicette Bruno (120 lug.). Av. Francisco Matarazzo, s/nº, Água Branca, 4858-1421. Estreia sáb. (24). Sáb. e dom., 18h. R$ 60. Até 16/12.

O Que Restou de Você em Mim
Em solo intimista, o ator Davi Novaes, que também assina o texto, divide com um público pequeno a história de uma experiência amorosa, da paixão arrebatadora à tristeza final. A direção é Alejandra Sampaio e Virginia Buckowski. A peça marca a inauguração do novo espaço cultural da Velha Companhia. 65 min. 14 anos. Zona Franca (8 lug.) R. Almirante Marquês de Leão, 378, Bela Vista. Estreia 6ª (23). 6ª, sáb. e dom., 20h. R$ 40 (reservas: 98202-4658). Até 16/12.

Void
Solo de Alvise Camozzi, italiano radicado no Brasil, a peça relembra o caso Césio 137, acidente radiológico ocorrido em Goiânia, em 1987. Em cena, temas como a memória coletiva. 70 min. 14 anos. Sesc Avenida Paulista. Arte II (70 lug.). Av. Paulista, 119, metrô Brigadeiro, 3170-0800. Estreia 5ª (29). 5ª a sáb., 21h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até 23/12.

REESTREIAS

Grande Sertão: Veredas
Sucesso de crítica em 2017, o espetáculo (foto abaixo) dirigido por Bia Lessa cumpre nova temporada. Na montagem da obra de Guimarães Rosa, Caio Blat vive o jagunço Riobaldo, que atravessa o sertão para combater Hermógenes (José Maria Rodrigues), fazer um pacto com o diabo e encontrar Diadorim (Luiza Lemmertz). A peça é encenada em uma instalação, que, fora do horário das sessões, ainda pode ser visitada gratuitamente pelo público. Sesc Pompeia (350 lug.). R. Clélia, 93, 3871-7700. A partir de sáb. (24). Sáb., 20h30; dom., 18h30. Instalação: 11h/21h (sáb., 11h/19h; dom. e fer., 11h/16h; fecha 2ª). R$ 12/R$ 40 (esgotado até 16/12). Até 24/2/2019.

Foto: Sabrina Moura

A Cantora Careca
Sob direção de Eduardo Tolentino de Araujo, o Grupo Tapa realiza montagem do texto escrito em 1949 por Eugéne Ionesco, que traz diálogos absurdos e irônicos entre os seis personagens. 60 min. 12 anos. Tusp (100 lug.). R. Maria Antônia, 294, V. Buarque, 3123-5222. A partir de sáb. (24). Sáb., 19h; dom., 18h. R$ 30. Até 16/12.

Enquanto Chão
Com atuação de Caio Franzolin, a peça d’A Próxima Companhia traz relatos das comunidades de Canela (TO) e Patrimônio (MG), para abordar o apagamento de raízes culturais. 70 min. 12 anos. Sede A Próxima Companhia (40 lug.). R. Barão de Campinas, 529, Campos Elísios, 3331-0653. A partir de 6ª (23). 6ª e sáb., 21h. Pague quanto quiser. Até 15/12.

ESPECIAL

Camarim em Cena
Idealizado pelo Itaú Cultural, o projeto promove uma conversa com José Celso Martinez Corrêa. Com mediação do jornalista Nelson de Sá, que é seu biógrafo, o diretor vai abordar os bastidores do universo teatral. O encontro contará com interpretação em Libras. 120 min. Livre. Teatro Oficina (70 lug.). R. Jaceguai, 520, Bexiga, 3104-0678. 4ª (28), 20h. Grátis (retirar ingresso 1h antes).

Canções de Guerra e Poesia – As Estrelas Estarão Sempre Lá, Sr. Brecht?
Cida Moreira dirige a terceira intervenção cênica do projeto Folias Brechtianas – 7 Diretores, 7 Intervenções, para o qual o Grupo Folias convidou sete diretores para explorar a obra de Brecht. Ela comanda um elenco formado por nomes como Alex Rocha e Clarissa Moser em encenação no Galpão do Folias e em seu entorno. R. Ana Cintra, 213, S. Cecília, 3361-2223. Dom. (25), 2, 15 e 16/12, 20h. Grátis.

A Casa de Bernarda Alba
Dentro do projeto 7 Leituras, 7 Autores, 7 Diretores, que este ano celebra os 120 anos do nascimento de García Lorca, Eugênia Thereza de Andrade e Mika Lins comandam leitura da última peça do espanhol. 80 min. 14 anos. Sesc Consolação. Teatro Anchieta (280 lug.). R. Dr. Vila Nova, 245, 3234-3000. 3ª (27), 19h30. Grátis (retirar ingresso 1h antes).

Fulaninha e Dona Coisa
Com texto de Noemi Marinho e direção de Daniel Herz, a peça mostra os conflitos entre uma mulher moderna e uma jovem sonhadora do interior. Com Nathalia Dill, Vilma Melo e Leandro Castilho. 70 min. 12 anos. Teatro Bradesco (1.439 lug.). R. Palestra Itália, 500, Perdizes, 3670-4100. 6ª (23), 21h. R$50/R$ 120.

Pontilhados – Intervenções Humanas em Ambientes Urbanos
Em trajeto pelas ruas do centro, o Grupo Experimental, contemplado pelo programa Rumos Itaú Cultural, une teatro e dança para compartilhar com o público, que recebe fones de ouvido mediante entrega de documento, histórias de pessoas como Dom Paulo Evaristo Arns e Adoniran Barbosa e de lugares como a Catedral da Sé e o Pateo do Collegio. A atração terá 50 vagas, e a distribuição de ingressos será por ordem de chegada. Ponto de encontro: Palacete Tereza Toledo Lara. R. Quintino Bocaiúva, 22, Centro. 4ª (28), 5ª (29) e 30/11, 17h. Grátis. Inf.: www.itaucultural.org.br