Com direção de Cibele Forjaz, ‘Dostoiévski-Trip’ retrata vício em literatura; confira outras dicas de teatro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com direção de Cibele Forjaz, ‘Dostoiévski-Trip’ retrata vício em literatura; confira outras dicas de teatro

Júlia Corrêa

26 Outubro 2017 | 17h45

Sob direção de Cibele Forjaz, as companhias Livre e Mundana se reúnem para encenar o espetáculo Dostoiévski-Trip. Trata-se da primeira montagem no Brasil de um texto de Vladímir Sorókin, expoente da nova dramaturgia russa.

Foto: Clarissa Morgenroth

Em cena, os atores dão vida a um grupo de viciados em literatura, que aguarda a chegada de um ‘traficante’ que lhes prometeu uma novidade. Durante a espera, eles debatem calorosamente sobre grandes produções literárias. Entre elas, a de Dostoievski, autor que empresta o nome à peça. Entusiasmados com a prosa do escritor, os personagens acabam protagonizando uma cena semelhante à de uma célebre passagem do livro ‘O Idiota’, com todos seus dilemas filosóficos e existenciais.

120 min. 16 anos. ONDE: CCBB (130 lug.). R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. QUANDO: Estreia sáb. (28). 6ª, sáb. e 2ª, 20h; dom., 19h. Até 18/12. QUANTO: R$ 20.

+ Festival Satyrianas chega à 18ª edição
De 5ª (2) a 5/11, a cidade recebe a 18ª edição do Festival Satyrianas. O evento reúne mais de 400 atrações, que ocupam o entorno da Praça Roosevelt e bairros centrais. Neste ano, três novos teatros – todos na região da Luz – recebem a programação. No Galpão do Folias (R. Ana Cintra, 213, 3361-2223), Os Satyros, grupo criador do evento, apresenta, em 3/11, às 20h, ‘Pink Star’ (foto), sobre questões de gênero. Na sede da Cia. Pessoal do Faroeste (R. do Triunfo, 305, 3362-8883), eles também encenam, em 4/11, às 19h30, ‘120 Dias de Sodoma’, a partir da obra de Marquês de Sade. Já o Teatro de Contêiner (R. dos Gusmões, 43, 97632-7852) recebe, de 5ª (2) a 5/11, às 21h, ‘Rei Lear’, dirigida por Moacir Chaves. Pague quanto quiser. Inf.: bit.ly/satyr2017

+ Nathalia Timberg dá vida a Chopin

Foto: Juliana Alabarse

Após encenar peça dedicada a Beethoven, Nathalia Timberg protagoniza ‘Chopin ou o Tormento do Ideal’. Sob direção de José Possi Neto, ela dá vida ao compositor, acompanhada da pianista Clara Sverner. 75 min. 14 anos. Sesc 24 de Maio. Teatro (216 lug.). R. 24 de Maio, 109, metrô República, 3350-6300. 6ª (27) e dom. (29), 21h; sáb. (28), 16h e 21h. R$ 12/R$ 40.

CONFIRA OUTRAS NOVIDADES DE TEATRO

A Serpente
Eric Lenate dirige montagem da obra de Nelson Rodrigues. Em cena, para evitar o suicídio da irmã, uma mulher resolve emprestar seu marido para ela, que acaba se apaixonando pelo cunhado. 60 min. 16 anos. Teatro Viradalata (270 lug.). R. Apinajés, 1.387, Sumaré, 3868-2535. Estreia 5ª (2). 5ª e dom, 19h; 6ª e sáb., 21h30; 2ª, 21h. R$ 60. Até 20/11.

A Invenção do Nordeste
Na peça do Grupo Carmin, dirigida por Quitéria Kelly, um diretor é contratado para preparar dois atores que disputam o papel de um personagem nordestino. Durante a seleção, surge o questionamento se existe apenas uma identidade nordestina. 60 min. 12 anos. Sesc Belenzinho. Sala de Espetáculos I (120 lug.). R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. Estreia 5ª (2), 18h30. 5ª a sáb., 21h30; dom. e fer., 18h30. R$ 6/R$ 20. Até 26/11.

Memórias do Rio, do Rei e do Dia
A atriz Carla Lopes, do núcleo Una Teatro, refez a pé trechos percorridos pelo bando do Jagunço Riobaldo, na obra ‘Grande Sertão: Veredas’, de Guimarães Rosa. A peça traz histórias reais da expedição realizada por ela. 60 min. 12 anos. Teatro Arthur de Azevedo. Sala Experimental (50 lug.). Av. Paes de Barros, 955, Mooca, 2605-8007. Estreia 6ª (27). 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 26/11.

Odeio Ser Pobre
Na comédia assinada por Cláudio Caramante, o personagem Carlos Alberto é surpreendido pela visita de um tio rico, que pretende partilhar sua herança. 80 min. 14 anos. Teatro Augusta (280 lug.). R. Augusta, 943, Consolação, 3151-4141. Estreia sáb. (28). Sáb., 22h; dom., 20h. R$ 60. Até 19/11.

Papo com o Diabo
Com direção de Elias Andreato, Eduardo Martini dá vida ao Diabo, que se defende das acusações que vem recebendo ao longo dos milênios. 70 min. 14 anos. Teatro Itália (276 lug.). Av. Ipiranga, 344, República, 3255-1979. Estreia 4ª (1º). 4ª, 21h. R$ 60. Até 29/11.

Vozes
No suspense assinado por Alfredo Tambeiro, um detetive ganha destaque na mídia por resolver muitos casos. O que ninguém imagina é que o segredo de seu sucesso é que ele vê e ouve espíritos. 80 min. 12 anos. Teatro Augusta (280 lug.). R. Augusta, 943, Consolação, 3151-4141. Estreia 4ª (1º). 4ª e 5ª, 21h. R$ 50. Até 14/12.

Mais conteúdo sobre:

teatroDivirta-se