Serra Gaúcha: dá para ir com o seu pet
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Serra Gaúcha: dá para ir com o seu pet

Redação Divirta-se

21 de fevereiro de 2020 | 06h00

Cris Berger

GUIAPETFRIENDLY.COM.BR

Eu e a Ella (minha sharpei) somos do extremo sul do Brasil. E, ano passado, desbravamos a serra gaúcha em busca de locais pet friendly. Resultado? Voltamos desejando um breve regresso. Confira quatro locais que você não pode perder no alto das montanhas do Rio Grande do Sul.

Seu pet pode aproveitar uma boa viagem pela Serra Gaúcha. Foto: Cris Berger

Em clima de Oscar

A uma quadra do Palácio dos Festivais (onde é realizado o Festival de Cinema de Gramado) está o Josephina (foto), um restaurante fofo, que adora pets e tem mesinhas na varanda para acompanhar o movimento da rua. No jardim interno, há mais locais para sentar e um gramado liberado aos pets. Nos dias de frio, vá para a sala da lareira. Peça o gim (R$ 32) que leva o nome da casa e os bolinhos de moranga com charque (R$ 35). E curta o ar de Gramado ao lado do seu amor peludo. R. Pedro Benetti, 22, Gramado.

O restaurante do Happy

Sente-se no balcão da varanda do Empório Canela e tenha uma vista de camarote para a bonita Catedral de Canela. Abra os serviços por lá e, depois, perca-se na livraria repleta de bons títulos. Entre eles, está o livro do Happy (R$ 37,90), o mascote da casa adotado pela Fer (a dona do empreendimento). Toda a venda é revertida para a ONG Amigo Bicho. Ao lado, tem uma salinha aconchegante. Peça o imperdível risoto de cogumelos frescos (R$ 49,90) e leia a história com final feliz, do (ex) cachorrinho de rua mais amado da Serra Gaúcha. R. Felisberto Soares, 258, Canela.

Mimos para todos os lados

Se você vai passar o dia batendo perna (e patas) pelo centro de Gramado e quiser levar um carrinho de apoio para seu pet, o Petit Casa da Montanha (diárias a partir de R$ 273; taxa pet de R$ 85 por cão) tem um na recepção. Ao fazer check-in, você recebe um aviso de “não perturbe” para pendurar na maçaneta da porta de seu quarto, com espaço para colocar o nome do hóspede pet. Também espere receber um charmoso kit pet com caminha e comedouros. Petiscos? Sim, há. Tanto no balcão do lobby como no apartamento. R. Garibaldi, 254, Gramado.

Lado B

São Francisco de Paula é vizinha de Gramado. Mas São Chico, como é carinhosamente chamada, tem ares rústicos e clima de antigamente. O Parador Hampel acompanha a vibe e é uma opção para dormir (diárias a partir de R$ 380; taxa pet de R$ 120 ao dia) ou almoçar. O Ana Terra, restaurante ambientado em um casarão de 1899, tem mesinhas na varanda com vista para as araucárias. No cardápio, “pratos gaudérios” (R$ 60) do chef Marcos Livi. R. Boca da Serra, 445, São Francisco de Paula.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: