Rubem Ludolf tem obra revisitada em mostra na Galeria Berenice Arvani
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Rubem Ludolf tem obra revisitada em mostra na Galeria Berenice Arvani

Celso Filho

16 Março 2017 | 18h51

Rubem Ludolf_sem titulo, oleo sobre tela, 100x100cm, 2004

Foto: Galeria Berenice Arvani

Parte do emblemático Grupo Frente, Rubem Ludolf (1932-2010) foi um dos principais expoentes do movimento construtivo no Brasil. Sua carreira, agora, é lembrada em uma mostra, a partir de quarta-feira (22), na Galeria Berenice Arvani.

Com curadoria de Celso Fioravante, ‘Rubem Ludolf e o Plano da Cor’ revisa a obra do alagoano a partir de sua produção nos primeiros anos da década de 1950. O foco da exposição é o percurso de Ludolf na abstração, apresentando as diferentes fases de sua obra até criações de seus últimos anos de vida.

Assim, são expostas tanto suas pinturas ligadas ao concretismo paulista quanto suas tramas de cores dos anos 1960. A seleção engloba, ainda, trabalhos figurativos do artista.

ONDE: Galeria Berenice Arvani. R. Oscar Freire, 540, Cerq. César, 3088-2843. QUANDO: Inauguração: 4ª (22). 10h/19h (fecha sáb. e dom.). Até 28/4. QUANTO: Grátis.

Confira outras inaugurações da semana:

Marcelo Lange
O artista apresenta uma série inédita de pinturas na mostra ‘Substantivo Abstrato’. Nas obras, ele se volta para a abstração, com pouco uso de pincéis. Verve Galeria. R. Lisboa, 285, Jd. Paulista, 2737-1249. Inauguração: 6ª (17). 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Até 16/4.

Romance Postal
A exposição exibe um conjunto de 49 cartões postais históricos, todos feitos entre 1900 e 1915. A seleção tem a curadoria de Rubens Fernandes Junior. Utópica. R. Rodésia, 26, V. Madalena, 3037-7349. Inauguração: sáb. (18). 11h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 22/4.

Meus Caros Amigos – Augusto Boal – Cartas do Exílio
Parceria com o Instituto Moreira Sales, a exposição conta os anos de exílio do dramaturgo. Além de correspondências, estão fotografias, documentos e vídeos. Sesc Vila Mariana. R. Pelotas, 141, 5080-3000. Inauguração: 6ª (17). 10h/21h (sáb., 10h/20h30; dom. e fer., 10h/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 25/6.

Sonia Guggisberg
Em ‘Contaminações’, a artista apresenta obras feitas entre 2013 e 2016, nas quais ela aborda diferentes formas de contaminações. É o caso, por exemplo, da série fotográfica ‘Not for Human Use’, com modelos de próteses humanas contaminadas. Senac Lapa Scipião. R. Scipião, 67, Lapa, 3475-2200. Inauguração: sáb. (18), 11h. 10h/21h (sáb., 8h/14h; fecha dom.). Grátis. Até 20/5.

Tristes Trópicos – Dentro da Floresta, Somos Todos Cabaços
Com curadoria de Daniela Bousso e Renato de Cara, a mostra coletiva aborda a brasilidade no olhar de diferentes artistas e coletivos. Estão reunidas criações de nomes como Felipe Cidade, Daniel Malva e Giselle Beiguelman. Galeria Mezanino. R. Cunha Gago, 208, Pinheiros, 3436-6306. Inauguração: sáb. (18), 15h/20h. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 29/4.

Yael Bartana
A israelense inaugura obra permanente na entrada da Casa do Povo. Em um letreiro de néon, ela escreve a frase ‘Assim elas comemoram a vitória’, em referência à participação feminina na criação do espaço no Bom Retiro. R. Três Rio, 252, Bom Retiro, 3227-4015. Inauguração: sáb. (18), 18h. 24h. Grátis. Por tempo indeterminado.