Prepare-se: 10 documentários para assistir durante o festival É Tudo Verdade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prepare-se: 10 documentários para assistir durante o festival É Tudo Verdade

Humberto Abdo

01 de abril de 2019 | 19h52

Está Tudo Bem. Foto: Orinokia Filmproduktion

Maior festival de documentários da América Latina, o É Tudo Verdade exibe, até 14/4, 66 obras de não ficção em curta, média e longa-metragem. Além das tradicionais mostras competitivas, com títulos nacionais, latino-americanos e estrangeiros, a 24ª edição do evento homenageia dois cineastas e conta com uma seleção online de filmes no site do Itaú Cultural (www.itaucultural.org.br). As exibições ocorrem no Centro Cultural São Paulo, IMS Paulista, Itaú Cultural e Sesc 24 de Maio. Basta retirar o ingresso com uma hora de antecedência (bit.ly/ETV2019). Confira destaques da programação:

Está Tudo Bem
De Tuki Jencquel, o longa retrata a falta de medicamentos diante da crise no sistema de saúde da Venezuela. Figuras como a dona de uma farmácia, um cirurgião e um ativista fazem parte da história. Itaú: 11/4, 17h30. CCSP: 13/4, 17h.

Cine Marrocos
O filme de Ricardo Calil conta a história de refugiados e imigrantes que ocuparam o prédio de um antigo cinema localizado no Centro de São Paulo. IMS: 6/4, 18h30 e 21h. Sesc 24 de Maio: 12/4, 13h.

Encontrando Gorbachev
Além de materiais de arquivo, Werner Herzog e Andre Singer dirigem três emblemáticas entrevistas com o ex-líder soviético Mikhail Gorbachev. CCSP: 6/4, 17h. IMS: 10/4, 16h. 

A Liberdade É uma Palavra Grande
De Guillermo Rocamora, o longa-metragem acompanha um palestino de 38 anos em busca de uma nova vida no Uruguai, após ter passado 13 anos na prisão americana de Guantánamo. O filme compõe a competição latino-americana. CCSP: 14/4, 19h.

Nelson Pereira dos Santos
Um dos homenageados desta edição, o cineasta brasileiro terá dois títulos exibidos no festival: ‘Casa Grande & Senzala’ (IMS: 9 e 10/4, 14h), produção dividida em quatro capítulos e baseada no livro de Freyre; e ‘Raízes do Brasil’ (IMS: 11 e 12/4, 14h), longa-metragem composto por dois episódios sobre a vida e a trajetória do historiador paulistano Sérgio Buarque de Holanda.

As Quatro Irmãs
O cineasta Claude Lanzmann, do clássico ‘Shoah’, também será homenageado nesta edição com a exibição dos quatro episódios da série ‘As Quatro Irmãs’, composta por entrevistas com sobreviventes do genocídio nazista. IMS: 11/4, 16h; 12/4, 16h; 13/4, 18h30 e 21h.

Ziva Postec. A Montadora por Trás do Filme Shoah
Como parte da competição de longas e médias-metragens internacionais, (foto acima; IMS: ), o filme de Catherine Hébert explora a participação da montadora israelense na produção de ‘Shoah’, clássico de Claude Lanzmann. IMS: 6/4, 14h. CCSP: 7/4, 17h.

Piazzolla: Os Anos do Tubarão
O filme dirigido por Daniel Rosenfeld é um retrato sobre o compositor argentino Astor Piazzolla e sua influência no universo do tango. Com sessões no CCSP, IMS e Itaú, o título faz parte da competição latino-americana. CCSP: 5/4, 17h; 13/4, 15h. IMS: 7/4, 16h. Itaú: 12/4, 15h.

Soldado Estrangeiro
De José Joffily e Pedro Rossi, o documentário acompanha três brasileiros que, em circunstâncias diferentes, fazem parte de exércitos de nações estrangeiras. IMS: 12/4, 18h30 e 21h. Sesc 24 de Maio: 14/4, 15h.

Tudo o que sabemos sobre:

documentáriosé tudo verdade

Tendências: