Peça ‘O Balcão’, de Genet, ganha nova montagem; confira outras estreias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Peça ‘O Balcão’, de Genet, ganha nova montagem; confira outras estreias

Redação Divirta-se

01 Outubro 2015 | 19h30

Entre as estreias de teatro da semana, também há o espetáculo ‘Agora Eu Vou Ficar Bonita’, protagonizado por Regina Braga

texto O BALCÃO - 4.jpg Carmo della Vechia
FOTO: Carmo Della Vechia/divulgação

Texto maior de Jean Genet, O Balcão (foto) merece releitura da companhia Club Noir, que comemora dez anos de criação e conta com a direção de Roberto Alvim. Montado pelo argentino Victor Garcia, em 1969, o espetáculo se transformou em um marco do teatro brasileiro, com cenário grandioso formado por passarelas e plataformas. Na nova montagem, a abordagem é diferente. Dá mais atenção ao texto de Genet do que aos aspectos visuais. Escrita nos anos 1950, a obra do controverso escritor francês observa, por meio dos jogos eróticos, como funcionam instituições como a Igreja, a polícia e a justiça. Em cena, Juliana Galdino vive Madame Irma, dona de um bordel onde os homens exercem, no sexo, suas fantasias de poder. 60 min. 14 anos.  Club Noir (50 lug.).R. Augusta, 331, 2309-7271. Estreia hoje (2). 6ª, 21h; sáb., 19h e 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 1º/11. 

 

CONFIRA OUTRAS (RE)ESTREIAS DA SEMANA (de 1º/10 a 8/10):

TL 1Agora eu vou ficar bonita marlene bergamo
FOTO: Marlene Bergamo/divulgação

Agora Eu Vou Ficar Bonita
Regina Braga encena, ao lado do músico Celso Sim esta peça (foto). Escrita pela atriz em parceria com Drauzio Varella, a peça reflete sobre o processo de envelhecimento. A direção é de Isabel Teixeira. Sesc Bom Retiro (291 lug.). Al. Nothmann, 185, 3332-3600. Estreia hoje (2). 6ª, 20h; sáb., 19h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até 8/11.

Badboy Nietzsche
Na peça montada pela Cia. Nova de Teatro, uma criança, uma mulher bonita e um homem perigoso questionam Nietzsche sobre diversos temas, em um jogo filosófico que beira o absurdo. A estreia faz parte do projeto 2X Foreman, que apresenta duas obras inéditas do dramaturgo norte-americano Richard Foreman. 50 min. 16 anos. SP Escola de Teatro. Sala R8 (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, República, 3775-8600. Estreia 5ª (1º). 5ª e 6ª, 21h30. R$ 20. Até 15/11.

Caiu o Ministério
A partir de texto de França Júnior, escritor de folhetins da segunda metade do século 19, a Cia. das Artes apresenta um panorama dos problemas sociais e culturais brasileiros. Dir. Jair Aguiar. 60 min. Livre. Teatro Paiol Cultural (160 lug.). R. Amaral Gurgel, 164, Centro, 3337-4517. Estreia 5ª (8). 5ª e 6ª, 21h. R$ 60. Até 5/11.

O Canal
Escrita pelo dramaturgo americano Gary Richards, a peça ganha montagem da Cia. Cemitério de Automóveis, dirigida por Mário Bortolotto. No enredo, quatro sujeitos estão envolvidos em um desmanche de carros. Com Mário Bortolotto, Carcarah e outros. 80 min. 16 anos. Teatro & Bar Cemitério de Automóveis (35 lug.). Frei Caneca, 384, Consolação, 2371-5743. Estreia 4ª (7). 4ª e 5ª, 21h30. R$ 30. Até 17/12.

Democracia Sem Vergonha
O enredo dessa comédia se passa na fictícia República das Mandiocas, país entre o Uruguai e a Argentina, onde a família de seu presidente está envolvida em corrupção. Dir. James Akel. Com Tânia Caruso, Alice Vieira e outros. 60 min. 16 anos. Teatro Ruth Escobar. R. dos Ingleses, 209, Bela Vista, 3251-4881. Estreia sáb. (3). Sáb., 19h30. R$ 60. Até 31/10.

TL2 Guerrilheiras_foto7 Elisa Mendes
FOTO: Elisa Mendes/divulgação

Guerrilheiras ou Para a Terra Não Há Desaparecidos
Com direção de Georgette Fadel e dramaturgia de Grace Passô, é um espetáculo que conta a história de 12 mulheres que lutaram na guerrilha do Araguaia. 90 min. 18 anos. Itaú Cultural (90 lug.). Av. Paulista, 149, 2168-1776. 5ª (8), 9 e 10/10, 19h30; 11/10, 19h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

Hermanas Son las Tetas
A peça escrita e dirigida por Juan Manuel Tellategui, argentino radicado em São Paulo, conta as dificuldades de relacionamento entre duas irmãs atrizes, que têm personalidades opostas e precisam conviver diariamente. 50 min. 12 anos. SP Escola de Teatro (45 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, Consolação, 3775-8600. Estreia hoje (2). 6ª e sáb., 21h30; dom., 18h. R$ 20. Até 25/10.

Irmãos, Irmãos… Negócios à Parte
Os atores Flávio e Paulo Guarnieri, filhos de Gianfrancesco Guarnieri, sobem ao palco nesta comédia que conta a história de dois irmãos que desconhecem a existência um do outro – até o dia em que o pai deles morre. Dir. Luiz Antonio Pilar. 70 min. 14 anos. Teatro Gazeta (700 lug.). Av. Paulista, 900, metrô Brigadeiro, 4003-1527. Estreia sáb. (3). Sáb., 18h; dom., 20h. R$ 40. Até 8/11.

O que a Dorothy Quer?
No texto, Pedro Garrafa desconstrói a clássica personagem de ‘O Mágico de Oz’, de L. Frank Baum. Dorothy, no caso, é apresentada em três versões (vividas por três atrizes), apresentando um caráter duvidoso e uma personalidade egoísta e manipuladora. Com Naty Graciano, Luciana Espósito e Caroline Duarte. 70 min. 14 anos. Teatro Livraria da Vila (125 lug.). JK Iguatemi. Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, V. Olímpia, 5180-4790. Estreia sáb. (3). Sáb., 20h; dom., 18h. R$ 60. Até 25/10.

Peça Esporte
O enredo tenta desvendar os impulsos e as emoções por trás do esporte. O texto é de Elfriede Jelinek, Prêmio Nobel de Literatura. Dir. Clayton Mariano. 100 min. 16 anos. Tusp (98 lug.). R. Maria Antônia, 294, Consolação, 3123-5233. Estreia hoje (2). 6ª a dom., 20h. R$ 20. Até 15/11.


Prostitutas Fora de Moda (Um Romance Real)
A Cia. Nova de Teatro encena a peça que conta a história de prostitutas de grandes centros urbanos, discutindo questões sobre a decadência humana. A estreia faz parte do projeto 2X Foreman, que apresenta duas obras inéditas do dramaturgo norte-americano Richard Foreman.  SP Escola de Teatro. Sala R8 (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, República, 3775-8600. Estreia sáb. (3). Sáb., 21h30; dom., 18h. R$ 20. Até 15/11.

Vendidas
Escrita por Leo Lama, é uma tragicomédia sobre as relações pessoais contemporâneas. Para tanto, retrata o encontro de seis mulheres no fim de expediente. Dir. Bia Szvat. Com Anette Naiman, Carina Porto e outros. 90 min. 16 anos. Teatro Viradalata (273 lug.). R. Apinajés, 1.387, Sumaré, 3868-2535. Estreia hoje (2). 6ª, 21h30. R$ 60. Até 27/11.

Reestreias

O Canto das Mulheres do Asfalto
A obra de Carlos Canhameiro imagina um mundo no qual as mulheres se recusam a gerar novos filhos. Com direção de Georgette Fadel, o espetáculo é encenado em cima de árvores do Largo do Arouche. 45 min. Livre. Largo do Arouche, s/nº. A partir de hoje (2). 6ª, 20h e 21h. Grátis. Até 23/10.

Dezembro
O texto do dramaturgo chileno Guillermo Calderón apresenta, de forma tragicômica, as gêmeas Paula e Trinidad – que recebem o irmão mais novo Jorge, recém chegado do front, para a noite de Natal. Dir. Diego Moschkovich. Com Carolina Fabri, Michelle Gonçalves e Ernani Sanchez. 75 min. 12 anos. Tusp (98 lug.). R. Maria Antônia, 294, Consolação, 3123-5233. A partir de 4ª (7). 4ª e 5ª, 21h. R$ 20. Até 12/11.

Fortes Batidas
O diretor e dramaturgo Pedro Granato se juntou a um grupo de 15 jovens atores para retratar a geração que, hoje, tem 20 e poucos anos. Ambientada em uma balada, da qual o público faz parte, a peça mostra dramas e conflitos próprios da juventude, como a descoberta da sexualidade. 70 min. 16 anos. Teatro Pequeno Ato (80 lug.). R. Teodoro Baima, 78, República, 99642-8350. A partir de hoje (2). 6ª, 21h30. R$ 30. Até 23/10.

Guizos
Seis meses da vida de um médico são narrados em um ambiente de penumbra. Ali, são expostas as incoerências de sua vida e seu casamento desastroso. O texto e a direção são de Luiz Henrique Dias. 55 min. 16 anos. Teatro da Livraria da Vila (65 lug.). Shopping Pátio Higienópolis. Av. Higienópolis, 618, Higienópolis, 3660-0230. A partir de sáb. (3). Sáb., 20h; dom., 18h. R$ 40. Até 13/12.

Não Ia Ser Bonito?
O cantor e ator Dan Nakagawa dirige o espetáculo, livremente inspirado em ‘A Divina Comédia’, de Dante Alighieri. A dramaturgia, assinada por ele e Cecília Bilanski, reflete sobre temas como a memória. 90 min. 16 anos. Espaço Cia. da Revista (99 lug.). Al. Nothmann, 1.135, S. Cecília, 3791-5200. A partir de sáb. (3). Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 1º/11.

Tirando os Pés do Chão
O espetáculo da Cia. Cênica Nau de Ícaros faz parte da programação de reabertura do Teatro Paulo Eiró, que acaba de passar por reforma. Misturando teatro, dança e circo, é inspirado no livro ‘Myrna – Não se Pode Amar e Ser Feliz ao Mesmo Tempo’, de Nelson Rodrigues, e mostra o amor por várias perspectivas. 60 min. 12 anos. Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró (467 lug.). Av. Adolfo Pinheiro, 765, S. Amaro, 5546-0449. A partir de hoje (2). 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 11/10.

 

LEIA MAIS | CONFIRA ROTEIRO COMPLETO DE TEATRO E DANÇA