Peça da Cia. Razões Inversas está entre as estreias de teatro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Peça da Cia. Razões Inversas está entre as estreias de teatro

Redação Divirta-se

24 Setembro 2015 | 17h57

6D © Joao Caldas Fº

FOTO: João Caldas/divulgação

Nos anos 1960, o autor alemão Heiner Müller se debruçou sobre uma tragédia de Sófocles e criou sua própria versão para Filoctetes, a história do herói grego abandonado em uma ilha por dez anos durante a guerra de Troia. É com a estreia desse título que o diretor Marcio Aurelio decidiu celebrar os 25 anos da Cia. Razões Inversas.

Na obra, que abre temporada hoje (25), na Funarte, atores que marcaram a história do grupo sobem à cena: Paulo Marcello, Washington Luiz e Marcelo Lazaratto – que iniciou sua carreira na companhia e agora retorna como ator convidado.

Reconhecidos por subverterem textos clássicos – como ‘A Ilusão Cômica’ – e contemporâneos, caso de ‘Agreste’, a companhia se vale da versão de Heiner Müller para investigar as formas atuais de se fazer política, expedientes que tendem a justificar práticas em desacordo com a ética em nome do ‘bem maior’.

“Encenar esses grandes autores sempre foi um meio de encontrar um diálogo com a situação contemporânea”, diz Marcio Aurelio. Não é a primeira vez que o diretor se debruça sobre esse título de Müller. Em 1988, montou a obra com Celso Frateschi. 90 min. 14 anos. Maria Eugênia de Menezes

Funarte (50 lug). Al. Nothmann, 1.058, 3662-5177, Campos Elísios. Estreia hoje (25). 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 20/12. 

 

OUTRAS (RE) ESTREIAS DA SEMANA
(DE 25/9 A 1º/10)

BR-Trans
A peça une experiências pessoais de Silvero Pereira, protagonista e autor do texto, à sua pesquisa com transgêneros, transformistas e transexuais. Em cena, são abordados seus medos e anseios, além de questões como preconceito e estigmas sociais. Dir. Jezebel De Carli. Com As Travestidas. 50 min. 16 anos. Sesc Pompeia. Espaço Cênico (35 lug.). R. Clélia, 93, 3871-7700. A partir de hoje (25). 5ª a sáb., 21h; dom. e fer., 19h. R$ 7,50/R$ 25. Até 18/10.

Orgía ou de Como os Corpos Podem Substituir as Ideias
Com aparelhos de MP3, o público percorre o Parque Trianon para assistir à montagem do Teatro Kunyn. O espetáculo, com direção de Luiz Fernando Marques, é inspirado no livro ‘Orgia: Os Diários de Tulio Carella, Recife 1960’, em que o autor revela suas aventuras sexuais na capital pernambucana. 120 min. 18 anos. Parque Trianon (21 lug.). Entrada pela R. Peixoto Gomide, metrô Trianon-Masp.
A partir de sáb. (26). Sáb. e dom., 15h. Grátis (é necessário fazer reserva, de 4ª e 5ª, 10h/16h, pelo telefone 94151-3055). Até 18/10.

Um Passo Atrás
No texto de João Fábio Cabral, um homem retorna à sua casa, após a morte da mãe, para resolver uma simples questão burocrática. A partir do encontro com o atual inquilino, Jorge, segredos vêm à tona. Dir. Fabiana Carlucci. Com Camila Graziano e Zemanuel Piñero. 60 min. 12 anos. Instituto Cultural Capobianco. Teatro da Memória (80 lug.). R. Álvaro de Carvalho, 97, Centro, 3237-1187. Estreia hoje (25). 5ª e 6ª. 21h30. R$ 40. Até 30/10.

Valham-me Deuses
A dupla de atores Eduardo Martini e Suzy Rêgo repete a parceria iniciada em ‘Até que o Casamento nos Separe’. No enredo, uma mulher solitária e metódica se apaixona por um homem desconhecido, tímido e estranho. Ela faz de tudo para revê-lo, buscando auxílio em esoterismo, religiões e autoajuda. Dir. Neyde Veneziano. 90 min. 12 anos. Teatro União Cultural (285 lug.). R. Mário Amaral, 209, Paraíso, 2148-2904. Estreia 4ª (30). 4ª e 5ª, 21h. R$ 20. Até 3/12.

 

LEIA MAIS | Confira roteiro completo de teatro e dança

 

Mais conteúdo sobre:

estreias de teatrorazões inversas