Para todos os Wilsons
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para todos os Wilsons

Minha profunda admiração por todos os Wilsons e Wall-Es desta pandemia.

Redação Divirta-se

11 de julho de 2020 | 18h00

Por Murilo Busolin. @murilobusolin em todas as redes sociais.

A maioria respondeu “difícil” quando perguntei em minhas redes sociais como está sendo a experiência para quem – assim como eu – decidiu voltar para a casa dos pais para passar esse período de quarentena sem-fim. Uma readaptação brusca quando você abandonou o ninho anos e anos atrás.

“Nova velha” rotina, tenso, desafiador, reconstrução, reconexão e, por fim, proteção. Essas foram as palavras mais utilizadas para descrever esse sentimento misto. Escolhi voltar logo nas primeiras semanas do avanço da pandemia no Brasil, por questões de saúde mental, mas nem todo mundo teve ou tem esse privilégio como opção, ou simplesmente não quis e decidiu se isolar totalmente desde março.

Wilson é o amigo imaginário – bola de vôlei do filme ‘O Náufrago’. FOTO: Divulgação

A solidão é inevitável – como forma de afago, separei filmes que tratam desse assunto delicado e tão discutido nos últimos tempos. Sinta-se abraçado.

Esqueceram de Mim 1 e 2 (Telecine Play). Duvido que você não vá se sentir confortado em assistir a uma clássica comédia natalina que acompanha as peripécias de um garoto de oito anos deixado para trás, enquanto seus pais viajam.

O Clube dos Cinco (Netflix e Telecine Play). Em uma sala de detenção da escola, cinco adolescentes de personalidades completamente diferentes são obrigados a conviver para redigir um texto sobre o que pensam deles mesmos.

O Farol (Youtube Premium). O lado mais obscuro do convívio humano é retratado nessa elogiada produção de 2015. Um marinheiro é enviado para ser o novo zelador de uma ilha na Inglaterra, mas as diferenças conflitadas com o veterano do local são intensas. O filme requer muita, mas muita atenção aos detalhes.

As Aventuras de Pi (Telecine Play). O jovem Pi é o único sobrevivente de um naufrágio e veleja dentro de um bote pelo oceano Pacífico na companhia de um tigre-de-bengala.

O Náufrago (Globoplay e Amazon Prime Video). O inspetor interpretado por Tom Hanks sobrevive a um acidente aéreo e supera o isolamento social extremo em uma ilha inabitada. Ele conta com a companhia de seu amigo imaginário, Wilson – uma bola de vôlei.

Wall-E (Globoplay e Telecine Play). O robozinho mais carismático da Pixar é o último dos que foram deixados no Planeta Terra que segue com a missão de compactar o lixo gerado pela humanidade. A carência se encerra quando uma nave deixa Eva na Terra, uma nova e mais moderna máquina, despertando paixão instantânea em Wall-e.

Minha profunda admiração por todos os Wilsons e Wall-es desta pandemia.

Wall-E é um dos filmes mais apaixonantes da Pixar. FOTO: Divulgação/Disney

CONECTE-SE
Durma bem

A plataforma de meditação Calm lançou uma parceria com o hypado cantor Harry Styles para te fazer dormir. É isso mesmo.

Dream With Me é uma história de 40 minutos narrada pelo intérprete dos hits Watermelon Sugar e Adore You, que tem a função de acalmar e proporcionar um sono mais tranquilo.

Eu já testei e emplaquei um cochilo relaxante embalado pela voz do britânico. A assinatura do app tem um preço salgado (até R$ 200/ano), mas você pode testá-lo por sete dias, sem pagar nada.

Quer sonhar com Harry Styles? Basta baixar o aplicativo Calm. FOTO: Divulgação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: