Treze novidades teatrais nos palcos paulistanos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Treze novidades teatrais nos palcos paulistanos

Redação Divirta-se

18 Janeiro 2018 | 17h14

ESTREIAS

Além do que os Olhos Registram
Com Letícia Birkheuer, Luíza Tomé e Priscila Fantin, a peça é uma comédia dramática que aborda a convivência entre três gerações de mulheres: avó, mãe e filha. Dir. Fernando Philbert. 65 min. 12 anos. Teatro J. Safra (627 lug.). R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, 3611-3042. Estreia hoje (19). 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 20h. R$ 25/R$ 80. Até 11/3.

Entre! A Porta está Aberta!
Gabriela Rabelo e Glória Rabelo interpretam, respectivamente, as irmãs de 65 anos Guta e Flora – que, após muitos desencontros, passam a conviver no mesmo lar. A peça traz reflexões sobre a ‘melhor idade’. Dir. Dan Rosseto. 60 min. 12 anos. Teatro Itália (276 lug.). Av. Ipiranga,344, 3255-1979. Estreia sáb. (20). Sáb., 18h. R$ 60. Até 17/3.

Guanabara Canibal
É a última peça da trilogia do dramaturgo Pedro Kosovski e do diretor Marco André Nunes, que conta a história da cidade do Rio de Janeiro (foto abaixo). A narrativa mostra como os índios viviam no período pré-colonização e fala sobre o extermínio das tribos pelos portugueses. 80 min. 14 anos. Sesc 24 de Maio. Teatro (216 lug.). R. 24 de Maio, 109, Centro, 3350-6300. Estreia sáb. (20). 6ª, 21h; sáb., 18h e 21h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até 18/2.

Foto: João Julio Mello

João da Cruz
Canonizado pela Igreja Católica em 1726, o frei João da Cruz é interpretado por Conrado Caputo na peça dirigida por Helder Mariani. A história conta a vida do personagem quando ele foi prisioneiro de seus próprios confrades no Convento de Toledo. 60 min. 14 anos. Casa das Rosas (25 lug.). Av. Paulista, 37, metrô Brigadeiro, 3285-6986. Estreia hoje (19). 6ª, 20h. R$ 40. Até 23/2.

Se Meu Apartamento Falasse…
Com direção de Charles Möeller, a peça traz Marcelo Médici como Chuck. Na trama, ele cede sua casa para encontros casuais de colegas de trabalho, em troca de regalias. 165 min. 12 anos. Teatro Santander (1.081 lug.). Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, V. Olímpia, 4810-6868. 5ª, 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 50/R$ 190. Até 24/2.

 

CONFIRA OUTRAS NOVIDADES TEATRAIS

12 Homens e Uma Sentença
O enredo, um clássico do cinema, retrata um júri composto por 12 pessoas que decide se condena à morte um jovem acusado de assassinar o pai. Dir. Eduardo Tolentino de Araújo. Com Norival Rizzo, Sérgio Mastropasqua e outros. 100 min. 12 anos. Teatro Arthur de Azevedo (349 lug.). Av. Paes de Barros, 955, Mooca, 2605-8007. A partir de hoje (19). 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 25/2.

A Mulher de Bath
Personagem do escritor medieval inglês Geoffrey Chaucer, a Mulher de Bath é uma viúva libertária. Interpretada por Maitê Proença, a história reflete sobre casamento, sexo e liberdade feminina. Dir. Amir Haddad. 90 min. 16 anos. Sesc Bom Retiro. Teatro (291 lug.). Al. Nothmann, 185, 3332-3600. Estreia 5ª (25). 6ª e sáb., 21h; dom., 18h. R$ 9/R$30. Até 4/3.

Baixa Terapia
Na comédia escrita pelo argentino Matías Del Federico e dirigida por Marco Antonio Pâmio (foto abaixo), três casais que não se conhecem dividem o consultório de uma terapeuta. A psicóloga não aparece, mas deixa instruções de como eles devem conduzir a sessão. Com Antônio Fagundes, Bruno Fagundes, Mara Carvalho e outros. 80 min. 14 anos. Tuca (672 lug.). R. Monte Alegre, 1.024, Perdizes, 3670-8455. A partir de hoje (19). 6ª, 21h30; sáb., 20h; dom., 18h. R$ 100. Até 22/4.

Foto: Caio Gallucci

Carmen
O diretor Nelson Baskerville e o dramaturgo Luiz Faria reinventam o romance homônimo de Prosper Mérimée, clássico do romantismo francês que se tornou uma ópera de sucesso mundial. No enredo, marcado pela cultura cigana, uma mulher transgressora vive uma paixão trágica. Com Natalia Gonsales e Flávio Tolezani. 60 min. 12 anos. Masp. Auditório (374 lug.). Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. A partir de sáb. (20). Sáb., 21h; dom., 20h. R$ 50. Até 11/2.

Fortes Batidas
O diretor e dramaturgo Pedro Granato reuniu um grupo de 15 jovens atores para retratar a geração que, hoje, tem 20 e poucos anos. Ambientada em uma balada, da qual o público faz parte, a peça mostra dramas e conflitos próprios da juventude, como a descoberta da sexualidade. 70 min. 16 anos. CCSP (150 lug.). R. Vergueiro, 100, metrô Vergueiro, 3397-4002. A partir de 3ª (23). 3ª e 4ª, 20h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 7/2.

Os Homens Querem Casar e as Mulheres Querem Sexo 2
A comédia mostra a busca atrapalhada de Jonas pela mulher ‘perfeita’. Na história, o personagem acaba encontrando Deus e descobre que, além de ser mulher, ele é cearense. A partir do encontro, o protagonista passa a perceber tudo o que as mulheres sentem sobre o universo masculino. Dir. José Santa Cruz. Com Carlos Simões e Danielle Niño. 80 min. 14 anos. Teatro Itália (290 lug.). Av. Ipiranga, 344, República, 3255-1979. A partir de hoje (19). 6ª, 21h. R$ 60. Até 23/2.

Réquiem para um Rapaz Triste
Interpretada e dirigida por Rodolfo Lima, a peça conta a história de Alice, uma mulher solitária, que conversa com o público sobre as escolhas que fez em sua vida. A trama se inspira na obra ‘Os Dragões Não Conhecem o Paraíso’ do escritor Caio Fernando de Abreu, e suas personagens femininas. 60 min. 16 anos. Teatro Arthur de Azevedo (349 lug.). Av. Paes de Barros, 955, Mooca, 2605-8007. A partir de 5ª (25), 21h. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 25/2.

A Serpente
A obra de Nelson Rodrigues ganha montagem dirigida por Eric Lenate. Em cena, para evitar o suicídio da irmã, uma mulher resolve emprestar seu marido para ela, que acaba se apaixonando pelo cunhado. 60 min. 16 anos. Teatro Faap (506 lug.). R. Alagoas, 903, Higienópolis, 3662-7233. A partir de hoje (19). 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 18h. R$ 60. Até 11/2.

Mais conteúdo sobre:

teatroDivirta-se