Uma seleção de 12 novos bares para confraternizar com os amigos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma seleção de 12 novos bares para confraternizar com os amigos

Redação Divirta-se

08 Dezembro 2016 | 18h55

Nos últimos meses, vários bares foram inaugurados, ampliando ainda mais as opções na cidade – o que pode ser um bom pretexto para inovar na confraternização de fim de ano. O Divirta-se visitou 12 casas e indica, a seguir, os destaques de cada uma (e o que elas preparam para esta época). André Carmona, Celso Filho, Júlia Corrêa, Lucinéia Nunes, Marina Vaz e Renato Vieira

SPRITZ

Foto: Mario Rodrigues Jr./Divulgação

+ O bar é daquele tipo aconchegante: decoração intimista, mesas na calçada e serviço atencioso. São 14 versões do drinque à base de prosecco que dá nome à casa. O clássico custa R$ 23,90 e vem com uma pequena tábua de frios. No fim do ano, grupos a partir de 20 pessoas têm 3h de open bar (R$ 130, por pessoa). Av. Brig. Faria Lima, 272, Pinheiros. 18h/23h45 (fecha dom. e 2ª).

LIRA

Foto: Alexandre Schneider/Divulgação

+ A mesa coletiva é a marca do bar, voltado a cervejas artesanais. A Cadillac APA (R$ 24, 450 ml) vai bem com tábuas montadas com queijos (R$ 5/R$ 24, 30g) e embutidos (R$ 6/R$ 8, 30g). De 3ª (13) a 23/12, haverá pacotes para grupos de a partir de seis pessoas (R$ 120, por pessoa). R. Marquês de Itu, 1.039, S. Cecília, 2528-3786. 17h/23h (sáb., 12h/23h; dom., 12h/19h; fecha 2ª).

1101

Foto: Leo Feltran/Divulgação

+ O enorme balcão e a área externa com plantas suspensas dão charme ao bar 1101. Não deixe de provar a batata rústica da casa, que combina canela com páprica doce e picante. Ela vem em porção (R$ 19) e também acompanha lanches como o ‘Caponata’ (R$ 25), de berinjela e queijo de cabra no pão ciabatta. Para beber, há coquetéis como o ‘Gim Tônica Especiarias’ (R$ 29), com bitter caseiro, limão-cravo e canela em pau. Tem comanda individual e, para confraternizações, é possível reservar três opções de pacotes com bebidas e petiscos (R$ 155/R$ 215, por pessoa). Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.101, Jd. Paulista, 2385-0671. 18h/1h (5ª e 6ª, 18h/3h; sáb., 12h/3h; dom., 12h/20h; fecha 2ª).

MR JERRY

Foto: MR Jerry/Divulgação

+ O lugar faz o estilo mais ‘arrumadinho’ e confortável, inspirado nos lofts industriais da Nova York dos anos 1950. Endereço certo para quem gosta de drinques, a carta traz 40 clássicos, como o ‘White Lady’ (R$ 31; foto), com gim, licor de laranja e limão-siciliano; e o refrescante ‘Moscow Mule’ (R$ 29), à base de vodca e ginger ale artesanal. Mas também vale encostar no balcão e arriscar uma das criações da casa. Para acompanhar, o cardápio abre com porções como a de anéis de lula (R$ 36), e segue com hambúrgueres, massas e uma seleção de steaks – a exemplo do bife de chorizo uruguaio, com molho e dois acompanhamentos (R$ 64, 320g). De 3ª a 6ª, aceita reserva para grupos, com comanda individual. R. Carlos Weber, 1.512, V. Leopoldina, 2548-3653. 12h/15h30 e 18h/23h (6ª, até 1h; sáb., 12h/1h; dom., 12h/17h; fecha 2ª).

IPO BAR

Foto: Facebook/Reprodução

+ Com nome que remete à Vila Ipojuca, o bar se destaca em meio à tranquilidade do bairro. O pé direito alto, as luzes baixas e a cozinha à vista dão charme ao galpão reformado, onde os cinco sócios da casa quiseram criar um ambiente moderno, com clássicos da coquetelaria (e algumas variações) a preços acessíveis. Seguindo a proposta, o bar serve sempre o ‘Trash do Dia’ (R$ 15), preparado com bebidas nacionais ou rótulos mais em conta. O cítrico ‘Gold Rush’ (R$ 24), com bourbon, mel e limão-siciliano, vai bem com a porção de brusquetas (R$ 16, 2 unid.), uma das poucas mas boas opções do cardápio. R. Mota Pais, 32, V. Ipojuca, 3853-6178. 18h/1h (fecha dom. e 2ª).

HOXTON BAR

Foto: Hoxton Bar/Divulgação

+ Após ser recebido ao som de indie rock, peça o ‘Churrasquinho Oriental’ (R$ 24; foto), sanduíche feito à moda coreana, com carne marinada, picles, alface e tomate. Entre os drinques, uma das opções é o ‘Jam Rocks’ (R$ 20), com Jack Daniels, citrus, menta e bitter de angustura. O bar aceita reservas para festas de fim de ano, com comanda individual. R. Ibipetuba, 182, Mooca, 99193-6327. 17h/0h (6ª, 17h/1h; sáb., 12h/1h; fecha dom. e 2ª).

MEGUSTA

Foto: Wellington Nemeth/Div.

+ Chef do restaurante Marakuthai, Renata Vanzetto abre mais uma casa na capital. O MeGusta – que nasceu em Ilhabela – subiu a serra com seu espírito informal, salão de aspecto inacabado, paredes descascadas, móveis díspares e boa trilha sonora. Mas o ar de improviso se restringe ao salão. Do balcão comandado pelo barman Pedro Furrer saem coquetéis clássicos; outros à base de pisco, como a caipirinha de caju caramelizado (R$ 24); e os autorais, caso do ‘Maria Sangrenta’ (R$ 26; foto), com tequila, suco de tomate italiano fresco, pimenta jalapeño, bacon e cítricos. Para comer, há petiscos, ceviches, pratos e sanduíches, como o caprichado ‘Big Pig’ (R$ 29), de pernil, com cebola caramelizada, agrião, creme de mostarda Dijon e queijo. O bar ocupa o térreo do prédio onde, no primeiro piso, também funciona o restaurante Ema, da mesma chef. R. Bela Cintra, 1.551, Consolação, 3081-8358. 19h/0h30 (6ª, até 1h; sáb., 13h/17h e 19h/1h; fecha dom. e 2ª).

BIRI NAIT

Foto: Ali Karakas/Divulgação

+ Com clima badalado e poucos petiscos, o bar aposta nos drinques, que são pedidos direto no balcão. A bem elaborada carta da bartender Talita Simões tem cerca de 70 opções. Eles são divididos em três faixas de preços, dependendo da marca do destilado: R$ 19,90, R$ 24,90 ou R$ 29,90. A casa trabalha com comandas individuais – uma boa vantagem em festas de confraternização. R. Cunha Gago, 864, Pinheiros, 3032-9028. 18h/últ. cliente (fecha dom. e 2ª)

RECREO

Foto: Rubens Kato/Divulgação

+ Com bons concorrentes na mesma rua, o bar tem, à primeira vista, um clima intimista. A ambientação, com luz baixa, seria ideal para um primeiro encontro, por exemplo. Mas isso é logo quebrado pela música alta – que pode agradar aos grupos de amigos mais baladeiros. O atendimento é rápido e o cardápio, inspirado na cozinha mediterrânea. No dia da visita, a recomendação do garçom foram as ‘Pizzetas’ (R$ 26), que vêm em porção de seis discos e são acompanhadas por ‘stracciatella’, filetes de queijo, com tomate confit e azeite de manjericão. Com carta de drinques assinada por Marcelo Serrano, o bom ‘Spice Mule’ (R$ 33; foto) é o principal da casa, feito com rum, limão, bitter e espuma de gengibre. R. Pe. João Manuel, 1.249, Jd. Paulista, 3068-0169. 19h/0h (5ª, 19h/1h; 6ª, 18h/1h30; sáb., 13h/1h; dom., 13h/23h; fecha 2ª)

BAIXO PINHEIROS

Foto: Baixo Pinheiros/Divulgação

+ A atmosfera é descontraída, a começar pela rua onde se situa, decorada com luzes coloridas em toda a extensão. De inspiração nordestina, com chitas floridas no teto e xilogravuras nas paredes de tijolinho à mostra, o bar é ideal para happy hours. No cardápio, porções variadas, como a de carne-seca com mandioca frita (R$ 32) e de frango à passarinho (R$ 38). Para beber, tem cerveja gelada, de garrafa (600 ml) e a preço justo: a Heineken sai por R$ 10,50. Só não espere por rótulos artesanais nem outras sofisticações. Pensando nas confraternizações de fim de ano, o local oferece reserva de mesas e comanda individual. R. Guaicuí, 62, Pinheiros, 3034-4085. 11h30/15h e 17h30/1h (sáb., 11h30/1h; fecha dom.).

VESÚVIO

Foto: Divulgação

+ Ao entrar no espaço, o visitante é recebido por uma iluminação roxa e um ambiente que lembra os pubs americanos, com direito à música ao vivo (rock e blues). Atrás do balcão, 12 torneiras servem diferentes tipos de cerveja, a especialidade do local. Destaque para a London Pride (R$ 24, o pint), que pode ser acompanhada por uma entrada de presunto de Parma com figos (R$ 13, 2 unid.) ou por uma apetitosa porção de batatas rústicas (R$ 33), que leva cheddar inglês, bacon e maionese caseira temperada. Quem preferir pode experimentar os variados drinques da casa. O ‘Oráculo’ (R$ 35) é feito à base de tequila, limão-siciliano, um toque de Campari e espuma de hibisco. R. Desembargador do Vale, 824, Perdizes, 3862-6077. 18h/1h30 (fecha dom. e 2ª)

BOTECO SÃO CONRADO

Foto: Leo Feltran/Divulgação

+ O ambiente é de um boteco chique, com laterais abertas – ótimo para ir nos dias mais quentes. Comandado pelo premiado barman Laércio Zulu, o balcão de drinques serve versões como o ‘Sofie’, com Aperol, cerveja Sofie e lima-da-pérsia (R$ 30). E, para comer, além de porções, há pratos como o ‘Filé Mignon à Oswaldo Aranha’ (R$ 44,90; foto). Neste fim de ano, faz pacotes para 25 pessoas, com bebidas como chope e caipirinha à vontade, e cinco petiscos da casa (R$ 125, por pessoa). Uma opção mais simples é aproveitar as terças-feiras no bar, que serve chope em dobro a partir das 17h. R. Aspicuelta, 51, V. Madalena, 3074-4389. 17h/3h (sáb. e dom., 12h/2h).