Novo Lambe-Lambe tem menu para caber no bolso
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo Lambe-Lambe tem menu para caber no bolso

Lucineia Nunes

15 Outubro 2015 | 17h10

Cupim na panela com canjiquinha

Bem-feito: cupim servido com canjiquinha (Foto: Mauro Holanda/divulgação)

Comer fora de casa está cada vez mais caro, é fato. Mas há lugares que ainda se esforçam para servir comida bem-feita a preço razoável. É o caso do Lambe-Lambe, aberto há poucas semanas em Higienópolis e que já vive lotado. O ambiente é informal, meio praiano e com varanda de teto retrátil, lâmpadas coloridas e jeitão de bar. No salão, mesas de madeira, paredes forradas com lambe-lambes e um bar com dezenas de cachaças ditam o clima.

A casa é empreitada de um time experiente: o chef Diogo Silveira, a sommelière Sissi Spitaletti (mulher de Diogo) e Guilherme Castro, sócios também no Modi. Quem toca a cozinha é Roni Spitaletti, irmão de Sissi, que nos últimos 20 anos trabalhou em restaurantes no litoral paulista.

O cardápio reúne standards das cozinhas mineira e paulista. Entre as entradas, há um bom escabeche de sardinha com tomate e pão de alho (R$ 7); pastel de mandioca com carne louca (R$ 6); e frigideira de jiló com linguiça, fígado ou queijo (R$ 13), que fazem boa companhia a um dos quase cem rótulos de cerveja da carta ou à caipirinha de três limões e rapadura (R$ 15).

Na seleção de pratos – todos servidos com arroz, feijão e farofa de pilão -, o ótimo cupim na panela vem com canjiquinha cremosa (R$ 32). Também há feijoada (R$ 35, 4ª e sáb.) e clássicos do dia, como virado paulista (R$ 26) e camarão à grega (R$ 44), que poderia ganhar um empanado mais delicado.

ONDE: R. Aracaju, 239, Higienópolis, 3473-9782.
QUANDO: 12h/23h (fecha 2ª).
QUANTO: Cc. e Cd.: D, M e V.

Mais conteúdo sobre:

diogo silveiraLambe-LambeMoDi