Novo ‘Coringa’ conta a origem de famoso vilão do Batman; leia a resenha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo ‘Coringa’ conta a origem de famoso vilão do Batman; leia a resenha

Humberto Abdo

03 de outubro de 2019 | 17h18

Foto: Warner Bros./DC Comics

+ Sua primeira aparição nos quadrinhos foi em 1940 – um criminoso fantasiado de palhaço na fictícia Gotham City. Desde então, Coringa é conhecido como um dos vilões mais perversos no universo do super-herói Batman.

No novo Coringa, o potencial do personagem como sociopata infame e violento é aproveitado ao máximo, tanto pelos rumos do enredo quanto pela atuação vibrante de Joaquin Phoenix.

Dirigida por Todd Phillips, a história retrata Arthur Fleck, que trabalha como palhaço para uma agência de talentos e planeja seguir carreira como comediante de stand-up.

Por sofrer com problemas mentais, cujo sintoma provoca um riso incontrolável em momentos aleatórios, Arthur costuma ser alvo constante de deboche e violência em uma cidade cada vez mais tomada pelo crime. Seu maior lazer envolve o programa televisivo comandado pelo ídolo Murray (Robert De Niro), que costuma ver com a mãe e sonha em assistir ao vivo, como parte da plateia.

Quando seu tratamento psiquiátrico é interrompido, os fracassos e desprazeres de sua rotina se acumulam e moldam, nas duas horas de filme, uma versão aterrorizante e psicologicamente plausível do famoso personagem.

No início, Arthur surge como um homem perturbado e solitário, capaz até de causar pena. Entretanto, conforme é tomado por sua natureza hostil, seu comportamento instável toma novas proporções, que corroboram e validam o estado caótico da sociedade retratada pelo longa-metragem. Confira salas e horários de exibição

Confira o trailer:

Tudo o que sabemos sobre:

coringaJokerestreiasJoaquin Phoenix

Tendências: