Novo bar na República serve bons drinques autorais e petiscos de boteco; leia a resenha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo bar na República serve bons drinques autorais e petiscos de boteco; leia a resenha

Humberto Abdo

22 de agosto de 2019 | 15h49

Foto: Marcelo Guimarães

+ Próximo ao pub vietnamita Bia Hoi, o novo Regô ocupa, há menos de um mês, uma das esquinas da República, região com cada vez mais opções de bares e casas noturnas.

Cercado por vidraças, o interior do bar pode ser visto já da calçada: um pequeno espaço com balcão, pé-direito alto e paredes cinzas. Sem muitos detalhes, a decoração fica por conta do pilar de concreto – iluminado e rodeado de várias garrafas de destilados – e da luz vermelha que destaca a área do bartender, de onde saem boas combinações autorais.

Ainda em ‘soft opening’, o local deve retirar alguns coquetéis do menu nas próximas semanas, mas os que foram testados pela reportagem serão mantidos. Vale provar o ‘Amador’ (R$ 25), feito de duas infusões – rum com pêssego e Campari com café –, além de vermute tinto e bitter de laranja. O resultado é um sabor semelhante ao clássico negroni, mas levemente adocicado.

Foto: Marcelo Guimarães

Outra boa pedida é o ‘The Liberal’ (R$ 25), com bourbon, vermute tinto, licor Amaro Averno e bitter de laranja. Além da lista de drinques, que custam entre R$ 20 e R$ 35, a casa também conta com uma pequena carta de vinhos.

LEIA MAIS | Bartender Talita Simões comanda novo bar de coquetéis (bons e baratos) em Pinheiros

Dos petiscos, experimente o ‘Mondeghili’ (R$ 20, 5 unid.), bolinho à base de carne bovina, linguiça suína e mortadela, uma receita típica da culinária milanesa. Porções, como a de coxinha (R$ 20, 5 unid.), lanches e doces completam o cardápio. Humberto Abdo

ONDE: R. Rêgo Freitas, 441, República.
QUANDO: 19h/2h (fecha dom. e 2ª).
QUANTO: Cc.: todos. Cd.: todos. Inf.: instagram.com/ao.rego

Foto: Marcelo Guimarães

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: