Novo ‘Bacurau’ tem Sônia Braga e Silvero Pereira no elenco; leia a resenha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo ‘Bacurau’ tem Sônia Braga e Silvero Pereira no elenco; leia a resenha

Humberto Abdo

29 de agosto de 2019 | 15h52

Foto: Victor Jucá

+ Não veja o trailer e evite as principais sinopses de Bacurau – o novo longa-metragem nacional, dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, reserva um impacto ainda maior àqueles que vão ao cinema alheios aos temas abordados pelo filme.

Sem estragar as surpresas, alguns detalhes merecem ser mencionados: o longa conquistou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes deste ano e o prêmio de Melhor Filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique.

Além das premiações, o elenco já seria motivo suficiente para atrair o público, com nomes como Sônia Braga, no papel de Domingas; Bárbara Colen como Teresa; e Silvero Pereira, que interpreta Lunga, assassino foragido e uma espécie de justiceiro na trama.

Foto: Victor Jucá

O enredo não dá muitas pistas sobre o ‘mundo exterior’ e assume características típicas dos filmes de faroeste, com violentas batalhas armadas e presença de forasteiros, combinados a elementos da cultura nordestina.

A história, inclusive, se passa em um futuro próximo, embora pareça existir fora do tempo habitual, com um pequeno e remoto povoado do sertão como cenário.

Em Bacurau, como o local é chamado, os moradores se surpreendem ao saber que a região não consta mais em nenhum mapa. Enquanto lidam com um governante de caráter duvidoso, passam a notar ocorrências estranhas e temem estar sendo atacados. Juntas, as reviravoltas e a premissa do roteiro formam uma contundente alegoria sobre a realidade brasileira atual. Confira salas e horários de exibição

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: