Nova carta de drinques do Suri e outras dicas de restaurantes em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nova carta de drinques do Suri e outras dicas de restaurantes em São Paulo

Lucineia Nunes

22 de fevereiro de 2018 | 17h35

Foto: Felipe Gombossy

No comando do balcão do Suri Ceviche Bar, o barman Rafael Maitan renovou a carta de drinques da casa. Uma das sugestões é o ‘Quíchua Sout’ (R$ 28; foto), com pisco, limão-siciliano, coentro, pimenta rosa e gim. R. Mateus Grou, 488, Pinheiros, 3034-1763. 19h/23h (4ª e 5ª, 19h/0h; 6ª, 19h/0h30; sáb., 12h/16h30 e 19h/0h30; dom., 12h/17h).

Confira outras dicas do roteiro de Gastronomia:

Novos

Muza
O clima de informalidade impera na casa com janelões de vidro. O cardápio, focado na cozinha italiana, também é eclético: tem saladas, panini, massas, risotos, grelhados e pizzas. Há a opção de se servir apenas no bar de saladas. O cliente escolhe os itens e o atendente monta a salada na hora (R$ 55, à vontade). Já as pizzas à moda napolitana saem do forno em tamanho individual, com coberturas caprichadas, como a da ‘Muza’ (R$ 49), com molho de tomate, muçarela, tomate defumado, pancetta, rúcula e pesto de manjericão. R. Bueno Brandão, 80, V. Nova Conceição, 3044-3822 (90 lug.). 12h/15h e 19h/23h (6ª, até 0h; sáb., 12h/16h e 19h/0h; dom., 12h/16h e 19h/23h; fecha 2ª). Cc.: A, D, M e V. Cd.: A, D, M e V.

Alemão

Caverna Bugre
Um lugar pitoresco, abaixo do nível da rua e pouco iluminado. Apesar de ser um restaurante alemão, apenas alguns de seus pratos são típicos, como o eisbein (R$ 108,40, para dois). Entre as receitas, há o ‘Filé Alpino’ (R$ 109,60, para dois), gratinado com queijos, copa e molho inglês, que é o carro-chefe há anos. R. Teodoro Sampaio, 334, Pinheiros, 3085-6984 (56 lug.). 11h30/15h30 e 18h/23h30 (6ª e sáb., até 0h; dom. e fer., 11h30/21h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Konstanz
Misto de choperia e restaurante. Prove o ‘Chucrute Garnie’, com joelho e carré de porco, linguiça branca, kassler e salsichão (R$ 184, para três). Entre os petiscos, experimente o bolinho na cerveja (R$ 39,
9 unid.). Também serve salmão em crosta de amêndoa (R$ 72). Av. Aratãs, 713, Moema, 5041-0969 (130 lug.). 12h/0h (6ª e sáb., 12h/1h; dom., 12h/18h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Árabe

Arábia
Os pratos árabes são servidos em um ambiente contemporâneo e informal. No cardápio, destacam-se o falafel, um bolinho de grão-de-bico (R$ 29,80, 12 unid.), e a boa esfiha aberta de carne (R$ 6,90). Outra boa pedida é o trigo com lentilha (R$ 52). Aos sábados, serve o ‘Cuscuz Marroquino Royal’ (R$ 138, para dois). Tem filial nos shoppings Iguatemi e JK. R. Haddock Lobo, 1.397, Cerq. César, 3061-2203 (110 lug.). 12h/0h. Cc.: todos. Cd.: todos. 

Manish
O cardápio é bem composto e evita clichês. Entre as entradas, há o ‘Honua Libanesa’ (R$ 45). Os pratos são equilibrados, a exemplo do ‘Kibe Labanie’, cozido na coalhada, com snoubar, cebola frita e pimenta síria (R$ 39). Av. Horácio Lafer, 491, Itaim Bibi, 3071-3663 (95 lug.). 11h45/15h30 e 19h/23h (6ª, até 0h; sáb., 12h/0h; dom., 12h/22h30; 2ª, até 22h30). Cc.: todos. Cd.: todos.

Brasileiro

Sotero
No espaçoso salão, o chef Rafael Sessenta serve receitas tradicionais da culinária baiana. O subsolo da casa guarda uma curiosa máquina de acarajé — o quitute, aliás, é um clássico do cardápio. Vale provar a casquinha de siri (R$ 24,90); o baião de três (R$ 48,90); o arroz de hauçá, no leite de coco, acompanhado por camarões no dendê e carne-seca desfiada, levemente frita (R$ 73,50); e a moqueca de camarão e peixe (R$ 76,90). R. Barão de Tatuí, 272, V. Buarque, 3666-3066 (75 lug.). 12h/15h e 18h/23h (sáb., 12h/23h; dom., 12h/19h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Carnes

Corrientes 348
A casa usa apenas cortes argentinos, em porções inteiras, de 600 g, ou meia porção, de 300 g. Destaque para o assado de tira (R$ 99, inteiro; R$ 75, meio corte) e para o ‘Lomito Light’, filé mignon com alho e abacaxi (R$ 133, inteiro; R$ 89, meio corte). Para acompanhá-los, peça o ‘Papatasso’ (R$ 38), ótimas batatas fritas ao murro com orégano. R. Bahia, 364, Higienópolis, 4306-0348 (150 lug.). 12h/16h e 19h/0h (6ª a dom. e fer., 12h/0h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Parrilla Ladrillo
As carnes, importadas da Argentina, são servidas no salão de pé direito alto entre grandes janelas ou na varanda coberta. Além de bife de chorizo (R$ 87; R$ 138, para dois), o restaurante serve bife ancho (R$ 87/R$ 138), que pode ser acompanhado pela porção de batata suflê (R$ 31). Para completar a refeição, prove a panqueca com doce de leite e sorvete (R$ 33). Av. Pavão, 454, Moema, 3562-6499 (90 lug.). 12h/15h30 e 18h/23h (sáb., 12h/23h; dom., 12h/18h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Espanhol

Los Molinos
A casa serve paellas saborosas, como a ‘Marinera’ e a ‘Valenciana’, que custam R$ 150, cada, para duas pessoas. O cardápio ainda lista camarões à provençal, com alho, salsinha e champignon (R$ 169, para dois). R. Vasconcelos Drumond, 526, Ipiranga, 2215-8211 (120 lug.). 12h/15h e 19h/22h (6ª, até 23h; sáb., 12h/16h e 19h/23h; dom. e fer., 12h/17h; fecha 2ª a 3ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Francês

Ici Bistrô
O ambiente é agradável, com piso de madeira e luzes quentes. O chef e proprietário Benny Novak serve bons standards da cozinha francesa, como o impecável steak tartare (R$ 44, o pequeno; R$ 59, o grande) e o cassoulet (R$ 79). Durante a semana, serve um menu executivo com quatro opções de entradas, pratos principais e sobremesas, por R$ 54. R. Pará, 36, Higienópolis, 3257-4064 (60 lug.). 12h/15h e 19h/0h (6ª, até 0h30; sáb., 12h30/16h e 19h30/0h30; dom., 12h30/17h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Grego 

Myk
O nome faz referência à Mykonos, ilha grega que inspira o conceito do restaurante. O cardápio é mediterrâneo, mas não tão tipicamente grego. Há menu infantil e o atendimento é simpático. Estão entre as boas opções o polvo grelhado com batatas do campo (R$ 77), o bacalhau assado com limão-siciliano, farinha de pão e cebola roxa sobre batata (R$ 88), e o camarão rosa gigante grelhado (R$ 89).
R. Peixoto Gomide, 1.972, Jd. Paulista, 2548-5391 (78 lug.). 12h/0h (5ª, 19h/0h; 6ª e sáb., 12h/1h; dom., 12h/18h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Italiano

Fiorana
Casa simples, pequena e de cardápio conciso. Mas que compensa encomendar alguns pratos com antecedência. Uma boa pedida é o espaguete ao pesto (R$ 28). Tem ainda a deliciosa lasanha (R$ 30), o ensopado de cordeiro (R$ 35) e o risoto de legumes, que se reveza com o de champignon às quintas-feiras (R$ 30). Todo dia 29, serve o ‘Nhoque da Sorte’ (R$ 30). Al. Joaquim Eugênio de Lima, 209, Bela Vista, 3283-0442 (50 lug.). 11h30/15h (fecha sáb., dom. e fer.). Cc.: não aceita. Cd.: todos.

Walter Mancini Ristorante
Apesar do clima formal, é um desses restaurantes nos quais se pode avançar pela madrugada ouvindo música. O menu apresenta o ‘Medalhão à Walter Mancini’ (R$ 98), com tagliarini ao molho branco e batata gratinada, e a ‘Mezza Luna’ (R$ 83), massa recheada com muçarela de búfala e tomate seco, com isca de filé. O almoço executivo custa R$ 69. R. Avanhandava, 126, Bela Vista, 3258-8510 (150 lug.). 11h30/1h (5ª, 11h30/1h30; 6ª e sáb., 11h30/2h30; dom. 11h30/0h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Japonês

Huto
Neste restaurante simpático, são boas pedidas os sushis de robalo com folha de shissô (R$ 18, o par), a costelinha de porco cozida com purê de cará e mostarda japonesa (R$ 51), e o menu-degustação (R$ 209/R$ 275). Do sushi bar, sai o ‘Magurô-Ume’, fatias de atum com ameixa umeboshi, alcaparras e gergelim (R$ 50). Av. Jandira, 677, Moema, 5052-6804 (41 lug.). 19h/0h (fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

Sushi Yassu
Tradicional, a casa tem peixes frescos e bem trabalhados. Entre as sugestões, há o ‘Sudako’ (R$ 52), fatias de polvo com salada de pepino ao molho de vinagre. A casa também serve lula com shimeji na chapa (R$ 57). R. Thomaz Gonzaga, 98, Liberdade, 3209-6622 (70 lug.). 11h30/15h e 18h/23h (sáb. e fer., 12h/16h e 18h/23h15; dom., 12h/22h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Natural

Gulab Hari
O restaurante vegetariano prepara duas opções diárias de combinados, uma de sotaque indiano e outra variada (R$ 29/R$ 42). Na primeira, um tipo de arroz e um de ‘Dahl’ (cozido de grãos), acompanham pratos como o de almôndegas vegetarianas. R. Antônio Carlos, 429, Consolação, 3283-1292 (98 lug.). 11h30/15h (sáb., 12h/15h; fecha dom. e fer.). Cc.: todos. Cd.: todos.

Pizzaria

Cantina Castelões
Desde 1924, assa algumas das melhores pizzas da cidade com a receita napolitana: não muito finas e com as laterais altas. O lugar serve também pratos típicos de cantinas, como massas e filés. As redondas margherita (R$ 70) e ‘Castelões’, de muçarela e calabresa (R$ 86), não saem do cardápio. Assim como o fusili com calabresa (R$ 77). R. Jairo Góis, 126, Brás, 3229-0542 (150 lug.). 11h30/16h e 18h30/0h. Cc.: não aceita. Cd.: não aceita.

Família Presto
É sempre uma alternativa para saborear pizzas de massa fina a média num ambiente descontraído. Há mesinhas em uma varanda, sob um toldo. Escolha sabores tradicionais, como calabresa (R$ 50, grande), sem medo de errar. Às quintas e sextas, há MPB ao vivo. R. Esmeralda, 39, Aclimação, 3207-1749 (60 lug.). 11h45/14h45 e 18h/23h (6ª, sáb. e fer., 18h/0h; dom., 18h/23h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Tudo o que sabemos sobre:

Suri Ceviche Bardrinques

Tendências: