No novo restaurante Riso.e.ria, o arroz é a estrela do cardápio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No novo restaurante Riso.e.ria, o arroz é a estrela do cardápio

Redação Divirta-se

08 Novembro 2018 | 16h14

Por Ana Paula Boni

Ambiente do Riso.e.ria (Foto: Tássia Magalhães)

Em pouco mais de seis meses, a chef Tássia Magalhães deixou um restaurante de serviço formal, com toalha na mesa e pratos em torno de R$ 70, o Pomodori (onde passou quase dez anos), para assumir um balcão de onde solta pratos a R$ 30 direto para as mãos do cliente, chamado pelo nome. Esse é o descomplicado Riso.e.ria (fala-se tudo junto, “risoeria”), que a cozinheira treinada na culinária italiana abriu ao lado do namorado Danyel Steinle, com experiência em empresas como o Nubank.

Tássia usa três tipos de arroz para compor oito receitas principais, bem servidas em travessas de ferro: o arroz nacional tipo A (não parboilizado), o italiano arbóreo e o espanhol bomba, além de um mix de grãos que tem quinoa e outros cereais e vai no prato vegetariano (R$ 29, com caponata e burrata cremosa). O arroz branco nacional é maioria nas opções, como no arroz cremoso ‘Biro-bira’ (R$ 29), em homenagem ao pai da chef, Bira, que cozinhava essa receita, com feijão, linguiça, minicebola caramelizada e farofa.

Arroz ‘Biro-bira’, do Riso.e.ria (Foto: Antonio Rodrigues)

Com arroz bomba, Tássia prepara o prato de frutos do mar (R$ 36, o mais caro), com polvo, bacalhau, camarão e leite de coco. Já o arbóreo ela usa nas duas entradas – arancini de pato (R$ 15) e crocante de arroz com burrata (R$ 12) – e nas duas sobremesas, como o ‘Arroz Brûlée’ (R$ 15), com cumaru.

Para completar a informalidade do negócio, que deve ganhar filiais, há vinhos em taça (R$ 15), cervejas e refrigerantes naturais, tudo para pegar no balcão.

ONDE: R. João Cachoeira, 225, Itaim Bibi, 2614-1690.

QUANDO: 12h/22h (5ª a sáb., 12h/23h; fecha dom.).

QUANTO: Cc.: todos. Cd.: todos.

Mais conteúdo sobre:

Riso.e.riaTássia Magalhãesarroz