Nelson Felix apresenta obras inéditas em mostra na Galeria Millan
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nelson Felix apresenta obras inéditas em mostra na Galeria Millan

Celso Filho

13 Abril 2017 | 16h03

12_NelsonFelix_MG_1474_foto Gabi Carrera

Foto: Gabi Carrera

Desde 1984, Nelson Felix trabalha com a série ‘Método Poético para Descontrole de Localidade’. O quarto e último conjunto de obras do projeto ganha duas exposições simultâneas – uma em São Paulo, na Galeria e no Anexo Millan, e outra no MAM do Rio.

Nos trabalhos que apresenta em ‘Variações para Cítera e Santa Rosa’, Felix se inspirou no poema ‘Um Lance de Dados Jamais Abolirá o Acaso’, de Stéphane Mallarmé. A partir da obra do poeta francês, ele viajou à ilha de Cítera, na Grécia, e à cidade de Santa Rosa, nos pampas argentinos.

O resultado está em 18 desenhos e sete esculturas de diferentes materiais, como mármore e bronze. Nas criações, o artista faz referência tanto a Mallarmé quanto aos destinos que visitou.

ONDE: Galeria e Anexo Millan. R. Fradique Coutinho, 1.360 e 1.416, V. Madalena, 3031-6007. QUANDO: Inauguração: 5ª (20). 10h/19h (sáb., 11h/18h; fecha dom.). Até 20/5. QUANTO: Grátis.

Confira outras inaugurações da semana:

Henri Cartier-Bresson, Primeiras Fotografias
A mostra foca o início da carreira do fotógrafo. Com curadoria de João Kulcsár, foram selecionadas 58 imagens feitas nos anos 1930, em viagens a países como Espanha (foto) e México. Centro Cultural Fiesp. Av. Paulista, 1.313, Metrô Trianon- Masp, 3146-7406. Inauguração: 3ª (18). 10h/20h. Grátis. Até 25/6.

Galeria Vermelho
Entre as obras de Nicolás Robbio em ‘Arquitetura da Insônia’, o vídeo ‘A Engraçada Relação da Conspiração’ aborda uma teoria da conspiração sobre o assassinato de John F. Kennedy, nos EUA. A galeria ainda exibe um filme de Rosângela Rennó. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. Inauguração: 4ª (19). 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 20/5.

Mais conteúdo sobre:

nelson felixMillan