Na zona sul, o bar Seu Bibi tem ambiente agradável e coquetéis criativos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Na zona sul, o bar Seu Bibi tem ambiente agradável e coquetéis criativos

Redação Divirta-se

12 Outubro 2017 | 16h24

Foto: Wellington Nemeth

O bar-restaurante Seu Bibi leva no nome uma simpática homenagem ao apelido do filho do médico Leopoldo Couto Magalhães, dono da Chácara Itaí, que deu origem ao atual bairro do Itaim Bibi.

A casa é daquelas que podem agradar a vários públicos – de famílias até grupos de amigos interessados em um happy hour. Apesar de pequeno, o ambiente é muito agradável.

Um corredor, com parede de tijolinhos e muitas plantas, divide o bar. Na frente, há um espaço ao ar livre. Nos fundos, um jardim de inverno, mais iluminado que o salão – bom lugar para apreciar os coquetéis assinados por Daniel Barbosa.

O mais requisitado é o ‘Banho de Moscow’ (R$ 34), que leva vodca, suco de limão, cerveja de gengibre com espuma – e vem servido em uma banheira de plástico, com direito a pato amarelo boiando. Outras opções são o ‘Tabapuã’ (R$ 39), à base de uísque, xarope de maracujá, licor Chambord e energético, e o ‘Pedroso (R$ 39), com tequila Patrón Café, suco de laranja e tônica.

No cardápio, elaborado pela chef Giselle Machado, ganham destaque as generosas porções. A de camarão com creme de vatapá (10 unid.) sai por R$ 69. A de carne seca com cebola roxa e mandioca, por R$ 44. Se a fome for grande, tente o filé mignon, com bacon, palmito à milanesa e ervilhas (R$ 34).

Mais conteúdo sobre:

Itaim BibiDivirta-seEstadãobares