Mostras abertas para visitar durante as festas de fim de ano
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostras abertas para visitar durante as festas de fim de ano

Celso Filho

24 de dezembro de 2015 | 15h00

Ficou em São Paulo durante as festas de fim de ano? Veja mostras imperdíveis que estão abertas no período.

+ A mostra AquiAfrica reúne nomes de destaque da arte contemporânea feita no continente africano. Entre as criações, o camaronês Barthélémy Toguo monta uma grande instalação em forma de navio. A curadoria é de Adelina von Fürstenberg, premiada na 56ª Bienal de Veneza. Sesc Belenzinho. R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. 13h/21h (sáb. e dom., 11h/ 19h; fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). Grátis. Até 28/2/2016.

Pinacoteca_Mauro Restiffe_DIV

Escultura de Vanderlei Lopes, exposta na Pinacoteca. Foto: Mauro Restiffe/Divulgação

+ De longa duração, a mostra Acervo em Transformação retoma os emblemáticos cavaletes de vidro de Lina Bo Bardi como parte do projeto expográfico da pinacoteca do museu. Além das emblemáticos peças, também é uma chance de visitar grandes artistas da história, como Velázquez e Renoir. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). R$ 25 (5ª, a partir das 17h, e 3ª, grátis). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). Por tempo indeterminado.

+ A mostra Uma Coleção Particular reúne as novidades da coleção de arte contemporânea da Pinacoteca. Entre os destaques das 60 obras expostas, a escultura ‘Cavalo’, de Vanderlei Lopes, exposta no octógno da instituição. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/18h (fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). R$ 6 (sáb., grátis). Até 31/1/2016.

+ A Nossa Invenção da Arte. A mostra apresenta a coleção de Ladi Biezus, ao longo de 45 anos. São exemplares de arte popular, assinados por nomes como Véio e Mirian Inês da Silva. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). R$ 6 (sáb., grátis). Até 3/1/2016.

+ Eduardo Viveiros de Castro. O antropólogo é lembrado por seu trabalho como fotógrafo na mostra. São expostas cerca de 400 imagens que percorrem sua carreira – dos projetos com o cineasta Ivan Cardoso às pesquisas na Amazônia. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 7h30/ 21h30 (sáb., 10h/21h30; dom., 10h/ 17h30; fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). Grátis. Até 17/1/2016.

+ Frida Kahlo. A mostra estabelece conexões entre Frida e outras modernistas que trabalharam no México, como Leonora Carrington, Maria Izquierdo e Remedios Varo. São cerca de cem obras no total, sendo 33 criações assinadas por Frida. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). R$ 10 (3ª, grátis). Até 10/1/2016.

+ A Gravura de Arthur Luiz Piza. O paulistano também é homenageado na Galeria Raquel Arnaud. Na Estação, é exibida uma coleção de 137 gravuras doadas por Piza à instituição – visitando suas experimentações desde que se mudou para a França, nos anos 1950. Estação Pinacoteca. Lgo. Gal. Osório, 66, Luz, 3335-4990. 10h/18h (fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). R$ 6 (sáb., grátis). Até 12/2/2016.

+ Sergio Camargo. Com o mármore, Camargo (1930-1990) criava composições de formas geométricas para explorar a sombra e a luz. Sua carreira é lembrada em cem peças, incluindo fotografias e uma réplica de seu ateliê. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. 9h/20h (sáb. e dom., 11h/20h; fecha 2ª). Fecha 6ª (25) e 5ª (31). Grátis. Até 9/2/2016.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: