Mostra no Masp lembra a carreira de Agostinho Batista de Freitas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostra no Masp lembra a carreira de Agostinho Batista de Freitas

Celso Filho

08 Dezembro 2016 | 17h08

Agostinho Batista 6

Foto: Masp/divulgação

Autodidata, o paulista Agostinho Batista de Freitas (1927-1997) começou a pintar nos anos 1950. Naquela época, vendendo suas obras em uma feira no Centro, conheceu o fundador do Masp, Pietro Maria Bardi, e, assim, ganhou sua primeira mostra individual no museu, em 1952. Agora, seu trabalho volta a ser exposto no local, a partir deste sábado (10).

Nome importante da arte popular, Batista de Freitas costumava retratar as paisagens urbanas e o cotidiano de São Paulo. Este é o foco da mostra, que reuniu 74 pinturas, com a curadoria de Fernando Oliva e Rodrigo Moura.

A seleção engloba trabalhos de diferentes períodos, incluindo os últimos, dos anos 1990. Também há cinco criações recentemente doadas ao Masp.

ONDE: Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. QUANDO: Inauguração: sáb. (10). 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). Até 9/4/2017. QUANTO: R$ 30 (3ª, grátis).

Confira outras inaugurações da semana:

Anico Herskovits: Percurso Gráfico
Por meio da xilogravura, a artista retrata paisagens naturais e cenas do cotidiano das cidades. Sua carreira é lembrada em 50 obras. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. Inauguração: sáb. (10), 11h. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 28/2/2017.

Antonio Maia – Ex-voto, Alma e Raiz
A religiosidade e as tradições populares na obra do sergipano Antonio Maia (1928-2008) são o mote da mostra. A curadoria de César Romero exibe 40 telas do artista, além de livros, cartas e documentos. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. Inauguração: sáb. (10), 11h. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 28/2/2017.

Tarsila Amaral

Foto: Palácios do Governo/divulgação

Tesouros Paulistas
Do colonial ao moderno, a mostra exibe a arte brasileira no acervo dos palácios do Governo do Estado. São 322 peças, o que inclui grandes nomes, como Tarsila do Amaral (foto acima), além de móveis e objetos decorativos. Galeria de Arte Sesi-SP. Av. Paulista, 1.313, metrô Trianon-Masp, 3528-2000. Inauguração: 3ª (13). 10h/20h. Grátis. Até 28/2/2017.

Carta Aberta – Correspondências na Prisão
A mostra conta a história da repressão na ditadura militar por meio de cartas da época. Elas pertencem a ex-presos e familiares. Memorial da Resistência. Lgo. Gal. Osório, 66, Luz, 3335-4990. Inauguração: sáb. (10). 10h/18h (fecha 3ª). Grátis. Até 20/3/2017.

Hallstatt
As diferentes abordagens ideia de dualidade são o ponto de partida para as obras que estão reunidas na mostra coletiva. São trabalhos de 15 artistas – entre eles, Mauro Restiffe, Amie Siegel e Nuno Ramos.
Galpão Fortes D’Aloia & Gabriel. R. James Holland, 71, Barra Funda, 3392-3942. Inauguração: sáb. (10). 10h/19h (sáb., 10h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 10/2/2017.

Carybé – As Cores do Sagrado
Quando fixou residência em Salvador, nos anos 1950, Carybé (1911-1997) buscou retratar a religiosidade da cultura afrodescendente. Esta fase é exibida em 50 obras, com curadoria de sua filha Solange Bernabó. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. Inauguração: sáb. (10), 11h. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 28/2/2017.

Na Soleira da Noite
Nas obras selecionadas pelo curador Claudio Cretti, o ponto em comum é maneira que os artistas trabalham com pouca luz. São criações de dez nomes, como Flora Leite, Lucas Costa e Pedro França. Galeria Sancovsky. Pça. Benedito Calixto, 103, Pinheiros, 3086-0784. Inauguração: 6ª (9). 10h/ 19h (sáb., 10h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 23/12.

Dalton Paula_A Cura_crédito_João Pedro Matos

Foto: João Pedro Matos/divulgação

Diálogos Ausentes
Para apresentar a produção cultural afro-brasileira, a mostra coletiva reúne artes plásticas, audiovisuais e cênicas de 15 artistas negros. Há trabalhos de nomes como Dalton Paula (foto acima) e Yasmin Thayná. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. Inauguração: sáb. (10). 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 29/1/2017.

Paula Clerman
A artista apresenta a mostra ‘Beleza Americana’ pelo programa Nova Fotografia 2016. Nas imagens, ela aborda os padrões de beleza e comportamento da sociedade norte-americana. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. Inauguração: 5ª (15). 11h/20h (sáb., 10h/21h; dom. e fer., 10h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até 29/1/2017.

O Tempo de Amyr Klink
Estão expostas 41 fotografias que exploram as inúmeras viagens do navegador. A seleção foi feita por sua esposa Marina Klink e André Sturm. Na abertura de sábado (10), às 17h, Klink participa de uma palestra e lança um livro sobre sua carreira. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117- 4777. Inauguração: sáb. (10), 16h. 11h/20h (sáb., 10h/21h; dom. e fer., 10h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até 15/1/2017.

Walmor Corrêa
O artista se dedicou a pesquisar sobre a vida pessoal e a personalidade da arquiteta Lina Bo Bardi. O resultado é uma instalação com desenhos, mapas e recursos sonoros. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7700. Inauguração: 6ª (9). 10h/21h (dom. e fer., 10h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até 18/3/2017.