Mostra do fotógrafo Carlos Moreira é uma das inaugurações da semana em SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostra do fotógrafo Carlos Moreira é uma das inaugurações da semana em SP

Júlia Corrêa

08 de agosto de 2019 | 17h17

Carlos Moreira ganha retrospectiva com 400 fotografias, incluindo registros de São Paulo desde os anos 1960

Foto: Carlos Moreira

A quantidade pode impressionar, mas a longa e criativa carreira do fotógrafo Carlos Moreira justifica o conjunto de 400 obras exibidas na retrospectiva que ele ganha, esta semana, no Espaço Cultural Porto Seguro. Intitulada ‘Wrong So Well’, a mostra tem curadoria de Fábio Furtado, Regina Martins e Rodrigo Villela, e é resultado de uma vasta pesquisa realizada em seu acervo.

A seleção inclui obras antigas e inéditas, que aparecem divididas em quatro grandes seções. A primeira delas ressalta a fase ‘clássica’ do artista, iniciada entre as décadas de 1960 e 1970. Esse período inclui diversos registros das ruas de São Paulo, marcados por gradações sutis de cinza, composições geométricas, enquadramentos precisos e inspiração na obra do francês Henri Cartier-Bresson.

As fotografias coloridas realizadas a partir dos anos 1980 ganham destaque na segunda seção, que conta ainda com um painel de ampliações de época. As outras duas são compostas por um recorte de obras nunca expostas, a partir de sua produção digital mais recente. Esses núcleos salientam, por exemplo, a persistência, em sua trajetória, das fotografias de rua, incluindo uma série em Buenos Aires.

ONDE: Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elísios, 3226-7361. QUANDO: Inauguração: sáb. (10), 11h. 10h/19h (dom. e fer., 10h/17h; fecha 2ª). Até 27/10. QUANTO: Grátis.

CONFIRA OUTRAS INAUGURAÇÕES

Foto: Rirkrit Tiravanija

Somos Muit+s: Experimentos Sobre Coletividade
A Pinacoteca inaugura exposição com trabalhos que têm diálogo direto ou indireto com a produção de Joseph Beuys. Criada pelo tailandês Rirkrit Tiravanija, uma das obras é composta por um palco com estrutura em espiral (foto acima) no qual os visitantes poderão se expressar. Há ainda criações de nomes como Hélio Oiticica, Maurício Ianês, Mônica Nador e Tania Bruguera. Pça. da Luz, 2, metrô Luz, 3324-1000. Inauguração: sáb. (10), 11h. 10h/ 18h (fecha 3ª). R$ 10. Até 28/10.

Galeria Kogan Amaro
A galeria abre duas mostras. Intitulada ‘Cataclismo’, uma reúne pinturas de Felipe Góes. A outra, de Fabiano Rodrigues, traz colagens e fotomontagens a partir de negativos das décadas de 1950 e 1960. Al. Franca, 1.054, Jd. Paulista, 3045-0944. Inauguração: 6ª (9). 11h/ 19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 6/9.

In Pixels
Com curadoria de Chico Cortez, a mostra apresenta diálogo entre obras da artista visual Thammy Tales e do fotógrafo Rodrigo Albertini. Casa Tegra. R. Oscar Freire, 1.009, Cerqueira César, 3500-3223. Inauguração: 6ª (9). 10h/20h. Grátis. Até 25/8.

Jardim Suspenso – Irmãos Campana
Os designers apresentam uma instalação na Casa de Vidro. Formada por colunas cobertas de piaçava, a obra busca trazer a natureza para dentro da arquitetura do local. Gal. Almério de Moura, 200, Morumbi, 3744-9902. Inauguração: 5ª (15). 5ª a sáb., 10h, 11h30, 14h ou 15h30. R$ 30. Até 20/9.

Korakrit Arunanondchai
A Galeria Jaqueline Martins apresenta videoinstalação do artista tailandês, simultaneamente à sua participação na 58º Bienal de Veneza. O trabalho, intitulado ‘With History in a Room Filled With People With Funny Names 4’, propõe homenagens e questionamentos sobre o poder do tempo e da memória humana. R. Dr. Cesário Mota Junior, 433, V. Buaruqe, 2628-1943. Inauguração: 4ª (14). 10h/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 21/9.

Luiz Hermano
O artista apresenta ‘Cura’, mostra com pinturas e esculturas inéditas que envolvem o caráter lúdico de sua produção, além de memórias ligadas a suas viagens pelo mundo. Galeria Lume. R. Gumercindo Saraiva, 54, Jd. Europa, 4883-0351. Inauguração: 4ª (14). 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 21/9.

Naufrágios
A mostra exibe gravuras de artistas do Atelier Casaplan de Valparaíso, do Chile. Entre eles, Andrea Pino, Anita Tuma e Luis Cano. Galeria Gravura Brasileira. R. Ásia, 219, Cerqueira César, 3624-0301. Inauguração: sáb. (10), 13h/17h. 2ª a 6ª, 12h/18h (outros horários, mediante agendamento). Grátis. Até 14/9.

Ocupação Vladimir Herzog
A mostra destaca a trajetória do jornalista Vladimir Herzog, morto, aos 38 anos, durante a ditadura militar. Entre os materiais expostos, há registros de sua atividade jornalística, além de trabalhos de sua autoria no cinema, no teatro e na fotografia. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1777. Inauguração: 5ª (15). 9h/20h30 (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 20/10.

Sérgio Sister
A mostra ‘Imagens de uma Juventude Pop – Pinturas Políticas e Desenhos da Cadeia’ reúne obras produzidas entre 1967 e 1971. O conjunto inclui desenhos realizados nos meses em que esteve detido durante o regime militar. Galeria Nara Roesler. Av. Europa, 655, Jd. Europa, 2039-5454. Inauguração: 2ª (12). 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 5/9.

Stephan Doitschinoff
‘Pós-verdade’, consumismo e espiritualidade estão entre os temas que o artista apresenta nas obras inéditas, em diferentes suportes, que ele apresenta na mostra ‘Estaremos Aqui Para Sempre’. Janaina Torres Galeria. R. Joaquim Antunes, 177, Pinheiros, 3064-1507. Inauguração: 5ª (15). 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 5/8.

Os Tupys Caminho Suave Neuropaisagem
Originado do coletivo Tupinãodá, coletivo de pintura urbana atuante na época das Diretas Já, o grupo Os Tupys, formado por Zé Carratu, Carlos Delfino e Ciro Cozzolino, apresenta trabalhos a seis mãos, que incluem pinturas de paisagens bucólicas, ‘televisivas’ e mal assombradas. Galeria Virgilio. R. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 424, Pinheiros, 3062-7339. Inauguração: sáb. (10). 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 10/9.

Tendências: