Mooca: novos bares e restaurantes que estão revitalizando o bairro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mooca: novos bares e restaurantes que estão revitalizando o bairro

Redação Divirta-se

04 de abril de 2019 | 17h09

Humberto Abdo, Lucinéia Nunes e Renata Mesquita

A revitalização da Mooca segue a todo vapor. Conheça novas casas, entre bares e lanchonetes, que expandiram as opções da região.

Dispensa del Borgo (Foto: Gabriela Biló)

+ Instalada na garagem de uma casa dos anos 1950, ocupada pelo restaurante Borgo Mooca, a Dispensa del Borgo (foto) abriu as portas no início do ano. O misto de bar e armazém nasceu para atender, em parte, a espera da casa de alma italiana que existe desde 2017, mas tem menu próprio de petiscos e cervejas especiais. Além das tábuas de queijos e embutidos paulistas, vale provar o ‘Aranciovo’ (R$ 25), híbrido de arancini de risoto de funghi com ovo mole no interior, empanado e frito. R. Com. Roberto Ugolini, 129, Mooca, 97041-7543. 12h/23h (5ª, 18h/23h; dom., 12h/16h; fecha 2ª, 3ª e 4ª).

Bravo Frutaria (Foto: Bruno Hayashida)

+ Em uma das ruas mais movimentadas da Mooca, a Bravo Frutaria (foto) tem estilo moderno e praiano, com sofás ao ar livre, espaço kids e uma estante com suplementos alimentares à venda. O lugar é um misto de restaurante, lanchonete e casa de sucos, com opções para qualquer hora do dia, de tigela de açaí a tapiocas e sanduíches. O ‘Combo Bravo’ (R$ 16), por exemplo, traz baguete, três acompanhamentos, ovo e salada de fruta. De 2ª a 6ª, o almoço executivo sai por R$ 29. Há ainda pratos à la carte, como o salmão grelhado com legumes no balsâmico (R$ 42), sobremesas e drinques. R. Juventus, 318, Mooca, 3586-3854. 8h/23h (6ª e sáb., 8h/1h).

Cervejaria Daoravida (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Inaugurada em outubro, a Cervejaria Daoravida mudou-se, há menos de um mês, para um espaço maior, na mesma rua. São dez opções de cerveja, como a boa Maria Bonita (R$ 16/R$ 25), uma Brut IPA de acerola. Os sanduíches da casa levam nomes de vias famosas do bairro, como o hambúrguer ‘Paes de Barros’ (R$ 30; foto ao lado), servido no brioche, com cheddar, bacon, cebola caramelizada e maionese. R. Celso de Azevedo Marques, 177, Mooca, 3294-8958. 17h/22h (sáb., 11h/22h; dom., 11h/14h; fecha 2ª e 3ª).

Cadillac BBQ (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Só o ambiente do Cadillac BBQ (foto) já vale a visita – é uma mistura curiosa de ferro-velho e quintal texano. Na área ao ar livre, um antigo fogão verde-limão, um ônibus abandonado com faixa indicando ‘cena do crime’ e uma grande churrasqueira americana são alguns dos elementos cenográficos. Num dia quente, sentar-se por ali é ideal – e fica melhor ainda após tomar o ‘Adult Hard Tea’ (R$ 26), feito com uísque, chá e muitas pedras de gelo. Para comer, o ‘Combo BBQ’ (R$ 55) serve bem duas pessoas, com pequenas porções de várias receitas, como Mac & Cheese, salada Coleslaw, costela de porco defumada com molho barbecue e até bolo de milho. R. Borges de Figueiredo, 60, Mooca, 2309-0484. 12h/15h e 19h/23h (sáb., 12h/0h; dom., 12h/17h; fecha 2ª).

Mooca’s Burger (Foto: Lucinéia Nunes/Estadão)

+ Quem chega ao Mooca’s Burger pode questionar se ali é um bar ou uma hamburgueria. Mas é no piso superior (foto) que a casa ganha cara de lanchonete. O cardápio tem desde pratos rápidos até petiscos. Dos sanduíches, faz sucesso o ‘Chic Burger’ (R$ 24,90), com 160 g de fraldinha, queijo gouda, alface, tomate, picles, cebola roxa e maionese, com a carne tostada e o pão macio. Em tempo: às sextas-feiras e aos sábados, o local tem música ao vivo. R. Taquari, 624, Mooca, 2291-2996. 11h/1h (dom., 11h/0h).

Carburadores (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Cutelos cravados na parede decoram o ambiente do Carburadores, restaurante especializado em churrascos e defumados. O menu tem pratos, sanduíches e entradas, como a bem servida ‘Costelinha Suína’ (R$ 39; foto), defumada e com molho de damasco, acompanhada de salsão e milho tostado na brasa. As opções de chopes variam periodicamente – uma delas é a IPA da cervejaria Tarantino (R$ 28). Av. Paes de Barros, 806, Mooca, 4106-2226. 12h/15h e 18h/23h (sáb., 12h/23h; dom., 12h/16h; fecha 2ª e 3ª).

Hamburgueria Gorilla (Foto: Lucinéia Nunes/Estadão)

+ Depois de rodar a cidade com um food truck, o Gorilla (foto) fixou sua cozinha numa casa de fachada discreta e ambiente rústico, com rock ecoando da caixa de som. Na linha das novas hamburguerias descoladas da cidade, o lugar zela, principalmente, pela seleção de ingredientes, do blend de carnes de Wagyu aos queijos e pães. Um dos hits, o ‘Kong’ (R$ 30) leva 160 g de carne, cheddar da Serra das Antas, picles, maionese da casa, alface orgânica e shimeji, no pão australiano. Outras pedidas são o ‘Veggie’ (R$ 27), com burguer de quinoa, pesto, rúcula e abobrinha grelhada; e o ‘El Mariachi’ (R$ 32), o hambúrguer do mês, feito com 160 g de carne, cheddar cremoso, jalapeño e farofa de Doritos. Para acompanhar, drinques clássicos e cervejas artesanais. R. Guaimbé, 439, Mooca, 2606-5935. 11h30/15h e 18h/23h (6ª e sáb., até 0h; dom., 18h/23h; fecha 2ª).

Bar Azzurro (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Coquetéis autorais, pratos e clássicos de boteco compõem o menu do Azzurro (foto), localizado em um cruzamento com vários bares. O espaço bem arejado tem grandes janelas e mesinhas de madeira no salão e na área aberta dos fundos, local perfeito para grupos maiores.

Drinque do Azzurro (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

Por conta de itens como o ‘Lego Drink’ (R$ 25,90) fica claro que os drinques investem na criatividade. A receita, doce e refrescante, leva vodca, suco de limão, melancia, hortelã, flor de hibisco desidratada e espuma de pitaia no topo da caneca. Outra opção é o ‘Darth Vader’ (R$ 25,90), feito com gim, suco de cranberry, licor Triple Sec, suco de limão e a mesma espuma de pitaia. Dos petiscos, a porção de dadinhos de tapioca (R$ 29,90, 12 unid.) é boa pedida e acompanha uma saborosa geleia de abacaxi com pimenta. Lanches como o ‘Filé Mignon no Pão Ciabata’ (R$ 31,90), com rúcula, tomate seco e muçarela de búfala, e bolinhos, como o de mandioca com carne-seca (R$ 32,90, 8 unid.), completam a lista. R. Madre de Deus, 349, Mooca, 2640-5247. 16h/1h (sáb., 11h/1h; dom., 11h/23h; 3ª, 16h/23h; 4ª, 16h/23h45; fecha 2ª).

BTNK (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Instalado em um antigo galpão reformado dos anos 1930, BTNK (foto) é composto por várias poltronas e sofás retrô, um bar e um ‘vagão-restaurante’, com mesas e cadeiras organizadas dentro de um vagão de trem. O cardápio tem receitas como a do drinque ‘779’ (R$ 26), preparado com gim, xarope de cardamomo, água tônica e zimbro. Da cozinha saem lanches e porções, como a ‘Naked Ribs’ (R$ 22), costelinha de porco com barbecue, e sobremesas como a ‘Desolation Churros’ (R$ 15), churros de red velvet acompanhados por ganache de chocolate. Aos sábados, o local costuma receber bandas de soul, jazz e blues e cobra R$ 15 de entrada. R. Tobias Barreto, 779, Mooca. 18h/1h (5ª e 6ª, 12h/15h e 18h/1h; fecha 2ª, 3ª e 4ª).

Cachaçaria Ouro Verde (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Mais de 200 rótulos de cachaças, entre populares e artesanais, fazem parte do acervo da Cachaçaria Ouro Verde (foto). São boas sugestões a Famigerada (R$ 13,90, a dose), de Minas Gerais, e a Coqueiro Ouro (R$ 15,90, a dose), envelhecida em barril de carvalho. Para comer, clássicos de boteco, como o bolovo (R$ 6,70). R. do Oratório, 1.750, Mooca, 2084-0508. 17h30/1h (sáb., 12h30/1h; dom., 12h30/23h; fecha 3ª).

Reduto Mooca (Foto: Humberto Abdo/Estadão)

+ Faixas de times decoram as paredes do Reduto Mooca (foto), boa opção para assistir a jogos. Enquanto televisores exibem partidas de futebol, peça o chope ZEV (R$ 14), do tipo IPA. O menu lista itens como espetinho misto de alcatra ou calabresa (R$ 10, cada), com cebola e pimentão, e petiscos como azeitonas chilenas (R$ 10). R. Lituânia, 118, Mooca, 3294-4364. 17h/23h (sáb. e dom., 12h/23h; fecha 2ª e 3ª).

Foto: Lucinéia Nunes/Estadão

+ Aberto há um ano, o Templo Burger (foto) se consagra como a hamburgueria da madrugada. Casa dos amigos Cid Velloso e Murilo Oliveira (sócio do grupo que inclui o Bar Templo e o Templo Music), o lugar tem um enorme balcão com chapa à vista. O burguer da casa é montado no pão australiano com cheddar, bacon, cebola caramelizada e maionese verde (R$ 25). Fica a dica: de 2ª a 6ª, até 0h, qualquer lanche sai por R$ 12. R. Madre de Deus, 937, Mooca, 2601-2328. 19h/5h (sáb., 18h/5h; dom., 18h/2h).

Sanduíche do Templo Burger (Foto: Nelson Miranda)

PARA (RE)VISITAR NA MOOCA

Confira um roteiro com outros bons endereços da Mooca, entre clássicos e casas da nova geração.

Avenida Café Bistrô. Casa moderna e informal com cardápio franco-italiano. R. Ibipetuba, 52, 2373-7213. 12h/23h (6ª e sáb., 12h/0h; dom. e 2ª, 12h/17h).

Di Cunto. Aberto desde 1935, faz doces italianos e panetone o ano inteiro. R. Borges de Figueiredo, 61, 2081-7100. 9h/19h (dom., 8h30/18h; 2ª, 12h/19h).

Don Carlini. Instalado num antigo casarão desde 1985, serve massas e assados. R. Dona Ana Neri, 265, 3208-2024. 12h/15h (6ª e sáb., 12h/15h30 e 19h/23h; dom., 12h/17h).

Esfiha Juventus. Inaugurado em 1967, o nome homenageia o clube vizinho. Além de esfihas, prepara pratos da cozinha árabe. R. Visconde de Laguna, 152, 2796-7414. 10h/23h30.

Hospedaria. Sob comando do chef Fellipe Zanuto, resgata receitas de imigrantes italianos. R. Borges de Figueiredo, 82, 2291-5629. 12h/15h e 19h/ 23h (sáb.,12h/23h30; dom., 12h/17h; 2ª, 12h/15h).

Hot Rod Dog. De inspiração americana, seu carro-chefe é o cachorro-quente. R. Guaimbé, 302,3205-4698. 18h/23h (sáb. e dom., 13h/ 23h; fecha 2ª e 3ª).

A Pizza da Mooca. Outra casa de Fellipe Zanuto, assa pizzas à moda napolitana, com massa leve e molho fresco. R. da Mooca, 1.747, 3571-1221. 18h/23h (6ª e sáb., 18h/23h30; dom., 18h/22h30).

 

Tendências: