Masp resgata a obra da mineira Teresinha Soares
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Masp resgata a obra da mineira Teresinha Soares

Celso Filho

27 Abril 2017 | 17h35

Teresinha Soares - Xifópagas uterinas_Foto Jorge Bastos

Foto: Jorge Bastos

Neste ano, o Masp faz uma série de exposições tomando a sexualidade como eixo temático. A primeira delas, inaugurada nesta sexta-feira (28), é dedicada à artista Teresinha Soares.

Em ‘Quem Tem Medo de Teresinha Soares?’, sua primeira mostra individual em 40 anos, o museu recupera a produção de 1965 até 1976, ano em que ela encerrou sua carreira artística.

Nascida em 1927, no interior de Minas Gerais, Teresinha passou pela política, estudou artes em Belo Horizonte e levou suas contestações a grandes exposições, como a Bienal de São Paulo.

Em mais de 50 obras, entre pinturas, desenhos, gravuras e instalações, revela-se uma artista que causou polêmica por abordar temas como a violência de gênero e os direitos das mulheres.

ONDE: Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. QUANDO: Inauguração: 6ª (28). 10h/18h (5ª, 10h/20h; fecha 2ª). Até 6/8. QUANTO: R$ 30 (3ª, grátis).

Confira outras inaugurações da semana:

Acordos de Confiança
Com curadoria de Jacopo Visconti, a coletiva aborda a arte conceitual e seu legado. São 30 peças, entre documentos e obras de artistas como Nelson Leirner, Robert Barry e Mario García Torres. Biblioteca Mário de Andrade. R. da Consolação, 94, Consolação, 3775-0002. Inauguração: 6ª (28). 8h/20h. Grátis. Até 9/7.

Ocupação Conceição Evaristo
A escritora Conceição Evaristo é homenageada no projeto Ocupação, do Itaú Cultural. A mostra conta sua trajetória de uma favela em Belo Horizonte até sua ascensão na literatura, por meio de fotografias, objetos e documentos. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. Inauguração: 5ª (4). 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 18/6.

O Berço do Samba – Memória da História do Samba Paulista
Por meio de fotografias históricas, a mostra conta a história do samba em São Paulo. As imagens pertencem à família de Inocêncio Tobias, criador do Cordão Mocidade Camisa Verde e Branco na década de 1950. Casa Mário de Andrade. R. Lopes Chaves, 546, Barra Funda, 3666-5803. Inauguração: 6ª (28). 10h/18h (fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 1º/7.

Quer receber dicas culturais e gastronômicas em São Paulo? Clique aqui e assine a newsletter do Divirta-se.  

Mais conteúdo sobre:

MaspTeresinha SoaresInaugurações