Longa-metragem brasileiro ‘Pela Janela’ traz olhar sensível sobre recomeços
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Longa-metragem brasileiro ‘Pela Janela’ traz olhar sensível sobre recomeços

Redação Divirta-se

18 Janeiro 2018 | 16h30

Foto: Vitrine filmes

Imagine ter de recomeçar a vida do zero, aos 65 anos, após perder o emprego a que se dedicou por 30 anos. Essa é a realidade que bate à porta de Rosália (Magali Biff), técnica de produção em uma fábrica de reatores na periferia de São Paulo, no filme Pela Janela.

Demitida de forma repentina durante uma transição administrativa da empresa, Rosália vê o único mundo que conhecia ruir. Sem perspectivas, a protagonista aceita, a contragosto, embarcar em uma viagem a trabalho que o irmão José (Cacá Amaral) precisa fazer.

Com a missão de entregar um carro para a filha do patrão em Buenos Aires, José acredita que o encontro com novas experiências ao longo da viagem possa reaver o ânimo da irmã.

A diretora Caroline Leone está à frente do projeto. Após sucesso com os curtas ‘Dalva’ (2005) e ‘Joyce’ (2007), ela investe na produção de um longa-metragem ‘de estrada’ e aproveita as paisagens das vias que conectam o Sul brasileiro com o território argentino para contar a história de redescobrimento de Rosália.

O filme, fruto de uma parceria entre a produtora brasileira Dezenove Som e Imagens e a argentina Rizoma Films, participou de 18 festivais em 2017. As atuações de Magali e Amaral, somadas ao olhar sensível da diretora, entregam uma produção intensa a partir de uma história simples. É pela janela do carro que começa a se desenhar a nova realidade da protagonista. Confira salas e horários de exibiçãoLucas Lopes (especial para o Estado)

Confira a programação completa no Guia de Cinema do Divirta-se