Lázaro Ramos e Taís Araújo dividem o palco; confira outras estreias de teatro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lázaro Ramos e Taís Araújo dividem o palco; confira outras estreias de teatro

Redação Divirta-se

08 Outubro 2015 | 18h59

o topo da montanha credito jorge bispo
FOTO: Jorge Bispo/divulgação

No último dia de sua vida, 4 de abril de 1968, o pastor e ativista político Martin Luther King passou algumas horas sozinho no quarto do hotel onde foi assassinado, em Memphis (EUA). Não se sabe o que se passou naquele período – e foi isso que estimulou a imaginação da dramaturga Katori Hall, autora de O Topo da Montanha, peça que estreia hoje (9), no Teatro Faap.

“Quando me apresentaram o texto, não fiquei animado – me pareceu americano demais”, conta o ator Lázaro Ramos. “Mas, quando recebi uma nova tradução, fiquei empolgado.” Ele dirige o espetáculo e interpreta Luther King que, naquele quarto, é confrontado por Camae (Taís Araújo) – uma camareira, em seu primeiro dia de trabalho, que examina o líder em seus princípios. “Ela faz com que Luther King se questione e revele sua fragilidade”, conta Taís. “Esse aspecto é o que mais nos interessa: tratar de questões do amor e da igualdade ainda são muito relevantes.”

Martin Luther King tornou-se um personagem histórico ao lutar contra a odiosa segregação racial nos EUA – entre 1883 e 1959, cerca de 5 mil negros foram linchados em estados do Sul. “Sua figura é ainda mais grandiosa por não usar a violência e sim a palavra como arma”, observa Lázaro. Ao final, um vídeo revela, em rápidas imagens, o que aconteceu desde então, até a posse de Obama. 80 min. 12 anos. Ubiratan Brasil

ONDE: Teatro Faap (506 lug.). R. Alagoas, 903, 3662-7233.
QUANDO: Estreia hoje (9). 6ª, 21h30; sáb., 21h e dom., 18h. Até 13/12.
QUANTO: R$ 90.

 

CONFIRA OUTRAS (RE)ESTREIAS DA SEMANA – DE 9/10 A 15/10

ESTREIAS

Barraco de Pedra
O espetáculo escrito e interpretado por William Gutierre narra as experiências de um jovem da periferia, entre crimes e amores. Em cena, além do ator, somente um DJ. 60 min. 14 anos. Funarte. Al. Nothmann, 1.058, Campos Elísios, 3662-5177. Estreia hoje (9). 6ª e sáb., 20h30; dom., 20h. R$ 20. Até 1º/11.

Cor de Chumbo
Nos anos 1970, Patrícia (Lilian de Lima) é uma ex-prostituta que, agora, faz shows musicais. Enquanto ensaia as canções, acompanhada de um músico (o pianista Gustavo Fiel), ela fala sobre seu cotidiano e seus relacionamentos amorosos, e também sobre a violência em tempos de ditadura militar. 70 min. 14 anos. Sesc Ipiranga. Auditório (30 lug.).R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. Estreia hoje (9). 6ª, 21h30; sáb., 19h30. R$ 6/R$ 20. Até 7/11.

Desilusão das Dez Horas
Inspirada no poema de Wallace Stevens, a peça retrata uma família que lida com a ausência do pai e dos maridos, marinheiros que passam longos períodos em alto-mar. Dir. André Garolli. 70 min. 14 anos. Viga Espaço Cênico. Sala Piscina (40 lug.). R. Capote Valente, 1.323, Sumaré, 3801-1843. Estreia 4ª (14). 4ª e 5ª, 21h. R$ 40. Até 17/12.

Dias de Glória
Saulo, um redator publicitário, tinha sucesso tanto na vida profissional quanto amorosa na juventude. Mas as coisas mudam e ele ainda precisa enfrentar uma tragédia pessoal. Dir. Tiago Pessoa e André de Paulo. Com Paulo Tardivo, Luciana Garcia e outros. 70 min. 14 anos. Teatro Augusta. Sala Paulo Goulart (302 lug.). R. Augusta, 943, Consolação, 3151-4141. Estreia 4ª (14). 4ª e 5ª, 21h. R$ 30. Até 10/12.

Explicando a Morte para Crianças de Seis Anos
No texto de Sergio Mello, um músico de jazz de New Orleans, após ter perdido tudo por conta do furação Katrina, resolve abrir um bar no interior de São Paulo. No local, três jovens se encontram casualmente e têm suas vidas mudadas. Dir. Marcos Loureiro. Com Bruno Mograbi, Luiz Gustavo e Roberta Uhller. 50 min. 16 anos. Espaço dos Satyros 1 (70 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 214, Consolação, 3258-6345. Estreia hoje (9). 6ª e sáb., 23h59. R$ 30. Até 7/11.

Jacques e Seu Amo
Única peça teatral de Milan Kundera, o texto merece sua primeira montagem no Brasil. Com direção de Roberto Lage, a comédia trata da viagem empreendida por um patrão e seu criado. 90 min. 14 anos. CCBB (130 lug.). R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. Estreia hoje (9). 5ª a sáb., 20h; dom., 19h. Sáb. (10), não haverá sessão. R$ 10. Até 13/12.

Memórias, Crônicas e Declarações de Amor
O espetáculo, inspirado no CD homônimo da cantora Marisa Monte, aborda o amor nos dias de hoje. A dramaturgia é de Danilo Dal Iago. Com Grupo Atocontinuo. 60 min. 12 anos. Viga Espaço Cênico. R. Capote Valente, 1.323, metrô Sumaré, 3801-1843. A partir de sáb. (10). Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 30. Até 1º/11.

Mergulho
No novo espetáculo da Cia. Delas de Teatro, um acidente bizarro afeta a vida de quatro mulheres que, a partir de então, têm suas histórias entrelaçadas. Inspirado no romance ‘Hotel Mundo’, da escocesa Ali Smith. 80 min. 14 anos. Viga Espaço Cênico. R. Capote Valente, 1.323, Pinheiros, 3801-1843. Estreia 5ª (15). 5ª a sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 25/10.

Répétition
O texto de Flávio de Souza propõe uma discussão sobre a experiência teatral. Misturando realidade e ficção, cada ator interpreta dois papéis. Dir. Walter Lima Jr. Com Paulinho Serra, Tatianna Trinxet e Alex Nader. 55 min.14 anos. Teatro Folha (300 lug.). Shopping Pátio Higienópolis. Av. Higienópolis, 618, piso 2, Higienópolis, 3823-2323. Estreia hoje (9). 6ª, 21h30; sáb. e dom., 20h. R$ 30/R$ 60. Até 20/12.

Riso Nervoso
Com texto e direção de Michelle Ferreira, a nova comédia do grupo As Olívias retrata cinco histórias. Nelas, estão situações patéticas e absurdas, relacionadas a temas como burocracia, competitividade e padrões de beleza. 80 min. 12 anos. Teatro Viradalata (270 lug.) R. Apinajés, 1.387, Perdizes, 3868-2535. Estreia sáb. (10). Sáb., 22h; dom., 20h. R$ 40. Até 29/11.

O Semeador
Dois professores de diferentes gerações encaram a vida e as dificuldades de modo distinto. A partir daí, desenvolve-se uma reflexão sobre questões como educação, valores sociais e família. Texto Gabriel Chalita. Dir. Hudson Glauber. 70 min. 12 anos. Teatro Nair Bello (200 lug.). Shopping Frei Caneca. R. Frei Caneca, 569, 3º andar, 3472-2414. Estreia hoje (9). 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 19h. R$ 60. Até 20/12.

LEIA MAIS | Confira roteiro completo de teatro, dança, humor e musicais