Jiló do Periquito é aberto em ponto do antigo Aconchego Carioca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Jiló do Periquito é aberto em ponto do antigo Aconchego Carioca

Renato Vieira

01 de junho de 2017 | 18h36

Desfeita a parceria com a chef Kátia Barbosa, com quem montaram uma filial do Aconchego Carioca na capital paulista, Edu Passarelli e André Clemente mantiveram o ponto para abrir o Jiló do Periquito. A estrutura do local permanece a mesma, mas o conceito do cardápio foi modificado.

O curioso nome do bar batiza um dos novos petiscos da casa, feito de jiló frito com mel e pimenta dedo-de-moça, servido com gorgonzola (R$ 19). Se preferir, peça os pastéis de carne-seca, calabresa cremosa ou queijo (R$ 23, 12 unid.) Tem também bolinho de mandioca com carne-seca (R$ 25, 8 unid.).

Jiló do Periquito

Foto: Antonio Rodrigues

Entre as opções de drinques, estão os tradicionais negroni (R$ 28), aperol spritz (R$ 24) e dry martini (R$ 22). Alguns são engarrafados pela casa e podem até ser levados para viagem.

A carta de cervejas é mais ampla, com rótulos nacionais e estrangeiros, e traz opções como a Amazon Taperebá (R$ 18, 355 ml), do Pará. A Fuller’s London Pride (R$ 34, 500 ml) e a HB (R$ 27, 500 ml) são, respectivamente, da Inglaterra e da Alemanha.

Os sanduíches são boas opções para matar a fome – o de filé à milanesa leva maionese da casa, alface e tomate na baguete integral (R$ 25). No almoço, das 12h às 15h, também serve pratos executivos. Entre eles, o estrogonofe de filé mignon, com arroz branco e batata sauté (R$ 37,90).

ONDE: Al. Jaú, 1.372, Jd. Paulista, 3062-8262. QUANDO: 12h/0h (2ª, 18h/23h; dom; 12h/18h). QUANTO: Cc.: todos. Cd.: todos

Tudo o que sabemos sobre:

Jiló Do Periquito

Tendências: