Grupo Corpo é destaque da programação de dança desta semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Grupo Corpo é destaque da programação de dança desta semana

Marina Vaz

06 Agosto 2015 | 23h57

Grupo Corpo Suíte Branca

 

FOTO: José Luiz Pederneiras/divulgação

Mais consagrada companhia de dança do País, o Grupo Corpo, de Minas Gerais, está celebrando 40 anos de trajetória. E, para marcar a data, lança, excepcionalmente, não uma, mas duas coreografias inéditas – ‘Dança Sinfônica’, com trilha assinada por Marco Antônio Guimarães e coreografia de Rodrigo Pederneiras, e  ‘Suíte Branca’, com música de Samuel Rosa e coreografia de Cassi Abranches.

O programa duplo, que integra a Temporada de Dança do Teatro Alfa, estreia na quarta-feira (12) e segue até o dia 23/8.

É a primeira vez, desde 1988, que o Corpo traz uma obra sem a assinatura de Rodrigo Pederneiras, seu coreógrafo oficial. Com ‘Suíte Branca’, a companhia abre espaço para a participação de uma jovem coreógrafa: a paulista Cassi Abranches que, entre 2001 e 2013, atuou no corpo de baile do grupo.

Assim como já é tradição no percurso do Corpo, os cenários são assinado por Paulo Pederneiras – que também responde pela direção artística – e os figurinos trazem a marca de Freusa Zechmeister.

Outro ponto constante nessas quatro décadas são as trilhas sonoras originais. Depois de estabelecer parcerias com grandes nomes da MPB, como Milton Nascimento e Tom Zé, a companhia convidou agora dois mineiros para os novos títulos.

Samuel Rosa trouxe os outros integrantes do Skank para a gravação de sua composição. Já Marco Antônio Guimarães, líder do Uakti, dividiu espaço com a Orquestra Filarmônica de Minas, com regência de Fabio Mechetti. 72 min. 10 anos.

ONDE: R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, 5693-4000. QUANDO: Estreia 4ª (12). 4ª e 5ª, 21h; 6ª, 21h30; sáb., 20h; dom., 18h. Até 23/8.QUANTO: R$ 50/R$ 130.

 

::::: Confira o roteiro de dança do Divirta-se (de 7/8 a 13/8)

Anseio
A Companhia de Danças de Diadema mostra espetáculo dirigido por Ana Bottosso, criado a partir de processos de pesquisa cênica da coreógrafa Cláudia Palma. A ideia é representar movimentos densos e lentos, sob o tema ‘anseio pelo ar’. Teatro Sérgio Cardoso. Sala Paschoal Carlos Magno (144 lug.). R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, 3288-0136. Hoje (7) e sáb. (8), 20h; dom. (9), 19h. R$ 20.

Cisne
Com direção de Dinah Perry, o espetáculo de teatro coreográfico aborda questões íntimas ligadas ao universo feminino, de forma intensa e lúdica. 60 min. 10 anos. Teatro Ruth Escobar. R. dos Ingleses, 209, Bela Vista, 3289-2358. 5ª, 21h30. R$ 40. Até 27/8.

Coreografias do Teatro Kabuki
O espetáculo de Fujima Kanjuro apresenta elementos da tradição japonesa do kabuki, linguagem cênica baseada no canto, na dança e na representação. Com leques, sombrinhas e roupas coloridas, ele se apresenta ao lado de sete bailarinos e 12 músicas que executam trilha sonora ao vivo. 60 min. 10 anos. Sesc Pinheiros. Teatro Paulo Autran (1.010 lug). R. Pais Leme, 195, 3095-9400. 5ª (13), 14 e 15/8, 21h. R$ 12/R$ 40.

Corpo Presente e Movimento da Cultura
O projeto voltado à dança do Itaú Cultural promove espetáculos e debates neste fim de semana. Hoje (7), às 20h, sábado (8) e domingo (9), às 18h, tem apresentação de ‘Frevo de Casa’, comandado pela bailarina Valéria Vicente, e ‘Dança Baixa’, do grupo Cia. dos Pés. 45 min. Livre. Itaú Cultural. Sala Multiuso (100 lug.). Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

Figuras e Vozes
O Ballet Stagium apresenta coreografia que tem movimentos inspirados no movimento dadaísta, incorporando temas como o acaso e o aleatório. 60 min. Livre. Masp. Grande Auditório (370 lug.). Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. Hoje (7) e sáb. (8), 21h; dom.. (9), 19h. R$ 20.

Gravidade
A Cia. Experimental Kahal, criada por Henry Camargononon em Jundiaí, apresenta movimentos que buscam refletir sobre as possibilidades de movimento do corpo, buscando fluidez, leveza e tensão. 45 min. Livre. Sesc Santana. Deck de entrada. Av. Luiz Dumont Villares, 579, 2971-8700. A partir de 5ª (13). 5ª e 6ª, 20h. Até 21/8.

Inquietos
O projeto, que ocorre até setembro, leva à Funarte, neste fim de semana, duas coreografias. Hoje (7), às 20h, a Cia. 8 Nova Dança interpreta ‘Fandango a Céu Aberto’ (50 min.; livre), que propõe um olhar contemporâneo sobre o fandango caiçara. No sábado (8), às 20h, o espetáculo ‘Favoritos da Catira’ (50 min.; livre), com o grupo homônimo, leva danças e canções da cultura rural do interior paulista. Funarte. Sala Reneé Gumiel (53 lug.). Al. Nothmann, 1.058, metrô Santa Cecília, 3662-5177. R$ 20.

Juanita
Resultado de quatro anos de pesquisa da bailarina Isabel Tica Lemos sobre a obra do escritor Carlos Castaneda, o espetáculo mescla improviso, dança, música e artes plásticas. A apresentação, que ocorre em uma praça, faz parte da programação da IX Mostra do Fomento à Dança. 60 min. Livre. Praça Horácio Sabino, Pinheiros. Sáb. (8), 17h. Grátis.

Nordeste, a Dança do Brasil
O Balé Popular do Recife apresenta ritmos típicos, ligados a quatro ciclos festivos: Carnavalesco, Junino, Afro-ameríndio e Natalino. Em cena, danças como o maracatu, o frevo, a ciranda e o cavalo-marinho. 90 min. Livre. Sesc Vila Mariana. Teatro (620 lug.). R. Pelotas, 141, 5080-3000. Sáb. (8), 21h; dom. (9), 18h. R$ 20 (crianças até 12 anos, grátis).

Nossos Sapatos
O espetáculo do Núcleo Mercearia de Idéias, dirigido por Luiz Fernando Bongiovanni, reflete sobre questões ligadas à saudade. A inspiração foi o livro ‘Sobre a Morte e o Morrer’, de Elisabeth Kubler-Ross. 60 min. 14 anos. Sesc Bom Retiro (291 lug.). Al. Nothmann,185, Campos Elísios, 3332-3600. Hoje (7), 20h. R$ 5/R$ 17.

Pai
A Cia. Antonio Nóbrega de Dança apresenta seu novo espetáculo, Pai. O trabalho é resultado da busca de Nóbrega pela união do popular e do erudito na dança, e lida com a ausência do arquétipo paterno na arte e cultura brasileiras. 60 min. Livre. Sesc Pinheiros. R. Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Sáb.(8), 21h; dom. (9), 18h. R$ 12/R$ 40.

Tango Sob Dois Olhares
Inspirada na música de Astor Piazzolla, a coreografia de Roseli Rodrigues mescla tradição e contemporaneidade. No palco, estão bailarinos da Raça Cia. de Dança. 45 min. Livre. Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso. Teatro do Sesi (456 lug.). Av. Paulista, 1.313, metrô Trianon-Masp, 3146-7706. Sáb. (8), 20h30; dom. (9), 19h. Grátis (reservas pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi).

Mais conteúdo sobre:

dançaGrupo Corpo