As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fome de bola – a culinária dos 32 países da Copa do Mundo

Redação Divirta-se

05 de junho de 2014 | 18h33

capa_nova.jpg

 

A escalação do Divirta-se já foi feita – e, na nossa lista,
estão casas da cidade que servem pratos e quitutes
de cada um dos 32 países da Copa

 


BRASIL

Ana Luiza Trajano foi a campo pesquisar as especialidades das cozinhas das 12 capitais que sediam a Copa do Mundo. No projeto ‘Cardápio da Torcida’, a chef do Brasil a Gosto dividiu as criações em três etapas. Até o fim do mês, fica em cartaz o ‘Segundo Tempo’, com receitas de Belo Horizonte, Natal, Manaus e Porto Alegre. O ‘Minixixos de Trio de Carnes’ (espetinho de cordeiro, filé mignon, suíno e contra-filé com legume; foto) representa os gaúchos (R$ 29). R. Prof. Azevedo Amaral, 70, Jd. Paulistano, 3086-3565.

ARGENTINA
Deixe a rivalidade com os hermanos de lado e aproveite as boas receitas do Che Bárbaro. A porção de mini empanadas, com seis unidades, sai por R$ 24. Antiga no cardápio, mas uma excelente pedida, a provoleta chega à mesa bem temperada (R$ 25). R. Harmonia, 277, V. Madalena, 2691-7628.

CHILE
Famoso pelas empanadas, o El Guaton serve o quitute em 11 sabores, por R$ 6,50 cada. Exceto marisco e camarão com queijo, por R$ 9 cada. Capitão da casa, o salgado mais pedido é o de carne que leva ovo cozido, uva passa e azeitona. R. Artur de Azevedo, 906, Pinheiros, 3085-9466.

EQUADOR
Novidade no cardápio do Suri Ceviche Bar, entra em campo o ‘Clásico Ecuatoriano’. Trata-se de um ceviche feito com camarões, vôngoles, cebola roxa, molho de pimenta, maionese, coentro, catchup e chips de banana (R$ 32,50).  R. Mateus Grou, 488, Pinheiros, 3034-1763.

COSTA RICA
No lugar do pão, o sanduíche do The Burger Map vem com patacones, uma massa à base de banana da terra (R$ 28). No recheio, hambúrguer de carne ‘Angus’, queijo prato, alface e tomate. Para temperar, ‘Salsa Lizano’, com caldo de pimenta e legumes. R. das Aroeiras, 442, Jd. Santo André, 2534-0747.

URUGUAI
O El Tranvía investe nas carnes grelhadas, tradicionais da cozinha uruguaia. Prove o ‘Asado de Tira’, costela bovina grelhada com sal fino. Ela é fininha e satisfaz uma pessoa, a R$ 53, ou duas, a R$ 78. R. Conselheiro Brotero, 903, S. Cecília, 3664-8417.

COLÔMBIA
Petiscos são sempre boas opções para acompanhar os jogos. Nesse quesito, o bar e restaurante colombiano Guanahaní propõe a ‘Picada Guanahaní’ (R$ 16; foto). A sugestão mistura pipoca, pedaços de carne de sol, chips de banana e torresminho picado. R. Joaquim Antunes, 391, Pinheiros, 3060-9169.

MÉXICO
Todos os cantos do El Mariachi ‘respiram’ o México. E com o cardápio não é diferente. Se a opção for taco mexicano, experimente a iguaria, feita com tortilla de milho, que leva carne moída. O recheio recebe ainda uma camada de ‘Pico de Gallo’ (saladinha de tomate, coentro, cebola, pimenta e tempero à gosto) e outra de guacamole (pasta de abacate, temperada com cebolas e tomates, picados, sal e limão). O prato com quatro unidades sai por R$ 29,90 (indicado para uma pessoa). R. dos Pinheiros, 412, Pinheiros, 3081-0055.

ESPANHA
A ‘Paella Don Curro’ é uma das boas opções do Don Curro. Combina arroz com açafrão espanhol, mariscos, frango, cigalas, camarões, lulas e ervilhas frescas. Serve de três a quatro pessoas, por R$ 316. R. Alves Guimarães, 230, Pinheiros, 3062-4712.

PORTUGAL
Da ‘terrinha’, o Casa Santos traz a sardinha greLhada na brasa. Chega à mesa com batatas cozidas, cebolas cruas, azeitonas e pimentões, a R$ 51,90 (duas pessoas). R. Conselheiro Dantas, 92, Canindé, 3228-5971.

HONDURAS
São Paulo tem de tudo. Mesmo sem um estabelecimento especializado em comida hondurenha, é possível provar algum quitute do país. O Exquisito!, misto de bar e restaurante de comida latina, serve a ‘Baleada’ (R$ 12), uma tortilha de trigo recheada com pasta de feijão e queijo derretido. R. Bela Cintra, 532, Consolação, 3854-6522.

ITÁLIA
Bem ao estilo de cantina italiana, o Empório Ravioli prepara pratos da ‘nonna’. Entre os mais pedidos, o ravióli de búfala e tomate italiano (R$ 49) e a polenta com ossobuco de boi (R$ 49). R. Fidêncio Ramos, 18, V. Olímpia, 3846-2908.

ARGÉLIA
Neta de marroquina, a chef israelense Ariela Doctors explora a culinária mediterrânea no Tanger. No prato ‘Couscous Royal’ (R$ 51,80), ela prepara o cuscuz do modo argeliano. O método envolve temperar antes o cuscuz e misturar sal, açafrão, noz moscada e óleo com as mãos. Depois, o cuscuz é cozido no vapor por uma hora. Generosa, a opção inclui ainda um suculento cordeiro cozido lentamente com especiarias – além de amêndoas torradas, legumes cozidos, frutas secas, grão de bico, cebola dourada e uvas passas. R. Harmonia, 359, V. Madalena, 3037-7223.

CAMARÕES
A camaronense Melanito Piyouha comanda o restaurante africano mais famoso da cidade, o Biyou’Z, onde prepara não só pratos de Camarões, mas também de outros países da África Ocidental. Mas é o país natal de Melanito o destaque. No restaurante, é servido ‘Ndolé’ (R$ 18), pasta de amendoim cozida com folha de boldo – e um dos pratos típicos de Camarões. Vem com banana-da-terra cozida e pedaços de carne. Também está no cardápio ‘Mbongo Tchobi’ (R$ 18), bagre acompanhado do tempero africano mbongo e mandioca cozida. Al. Barão de Limeira, 19A, S. Cecília, 3221-6806.

COSTA DO MARFIM
O mafé (R$ 16) – molho de amendoim torrado – é usado em diversos países africanos para acompanhar carnes. Na Costa do Marfim ele é tipicamente servido com fufu. No Biyou’Z, dá para escolher entre peixe, carne ou galinha para acompanhar o mafé. Al. Barão de Limeira, 19A, S. Cecília, 3221-6806.

GANA
No Biyou’Z, dá para encontrar exemplares da cozinha ganense. O fufu, massa feita à base de inhame, mandioca ou milho, serve como acompanhamento de vários pratos do restaurante.  Al. Barão de Limeira, 19A, S. Cecília, 3221-6806.

NIGÉRIA
No centro de São Paulo, dá para encontrar restaurantes nigerianos, mas os funcionários não falam português e alguns não são receptivos aos brasileiros. A solução é recorrer ao mafé (R$ 16) do Biyou’Z , especialidade também servida na Nigéria. É possível ainda escolher banana-da-terra frita – chamada pelos nigerianos de dodo – como acompanhamento de pratos do restaurante como ‘Malang’ (R$ 16), com peixe frito. Al. Barão de Limeira, 19A, S. Cecília, 3221-6806.

IRÃ
Embora faça fronteira com países árabes, a culinária do Irã em nada se parece com a de seus vizinhos. A chef Nasrin Haddad, do Amigo do Rei, prepara em sua casa refeições para grupos de duas a sete pessoas. O menu, em três tempos, sai por R$ 85. Já o ‘Cardápio Degustação’, em cinco etapas, custa R$ 110. Entre os pratos está o ‘Fessejam’, bolotinhas de carne envolvidas em molho de romã e nozes, servido com arroz branco temperado com açafrão. Nasrin divulga seu endereço mediante agendamento: 981-948-190.

COREIA DO SUL
Para a dobradinha ‘futebol e churrasco’, a boa do Lua Palace é o ‘Bulgogi’. O prato é preparado pelo próprio cliente, que recebe à mesa uma grelha e uma porção de contrafilé (marinado em molho de shoyu, açúcar e óleo de gergelim). Acompanha miniporções, como arroz, salada de alface e pepino curtido. Satisfaz duas pessoas, por R$ 85.  Av. Armando Ferrentini, 182, Aclimação, 3277-7823.

RÚSSIA
Sem rivalidades, a Feira do Leste Europeu, que ocorre domingo (8), na Vila Prudente, reúne pratos ucranianos, checos, búlgaros e russos. Da Rússia, é possível saborear o ‘varenik’, espécie de ravióli, com recheio de batata ou queijo (R$ 12, a porção). R. Aracati Mirim, ao lado do Parque da Vila Prudente. Inf.: 997-323-558. Dom. (8), 10h/17h. Grátis. www.amoviza.org.br.

AUSTRÁLIA
Para manter os ‘grandões’ australianos, só mesmo com proteína – de preferência, em forma de costela. No restaurante Joey Steakhouse, há dois tipos: a ‘Adelaide Rib’ (R$ 47,90), de carne bovina; e a ‘Barbie Rib’ (R$ 46,90), de carne suína. Ambas as opções recebem molho barbecue, são acompanhadas de uma guarnição e satisfazem duas pessoas. R. Itapura, 761, Tatuapé, 2295-0451.

JAPÃO
Famoso pelo uso de tecnologia de última geração, o Japão também é conhecido por suas tradições. O restaurante Kinoshita transita por esses dois universos. Entre os pratos contemporâneos mais pedidos, está o sashimi de atum, com foie gras grelhado e molho teriyaki, por R$ 76. Já da cozinha tradicional, destaque para o ‘Tirashi Sushi’, com arroz, peixes e mariscos, acompanhado por missoshiro e nori, a R$ 95. R. Jacques Félix, 405, V. Nova Conceição, 3846-7327.

SUÍÇA
Há 18 anos representando a Suíça em São Paulo, o restaurante Florina tem área externa para o verão e, no frio, recebe os clientes em um jardim de inverno com lareira. ‘Chüechli’ (R$ 14) é uma opção de entrada: tortinhas de alho-poró, queijo e bacon. O queijo também vem em forma de fondue (R$ 85, para dois). R. Cristóvão Pereira, 1.220, Campo Belo, 5041-5740.

FRANÇA
Sabemos que, quando se trata de Copa do Mundo, é melhor nem citar a França. Mas, se no futebol os franceses têm uma relação acirrada com o Brasil, na gastronomia, os dois países investem em campos – e ingredientes – diferentes. E o Freddy está aí para provar isso. Desde 1935, a casa serve bons pratos da terra de Napoleão. Se passar lá na hora do almoço, peça o cardápio executivo (R$ 66), que, com entrada, prato e sobremesa, varia toda semana. Um dos pratos que mais saem é o ‘Magret de Canard’, com purê de maçã (R$ 77). R. Pedroso Alvarenga, 1.170, Itaim Bibi, 3167-0977.

CROÁCIA
Embora a cozinha do Quintana Bar e Restaurante seja influenciada pela culinária italiana, uma receita chama a atenção: o ‘Goulash’ (R$ 28; foto). Popular na Croácia, é um guisado de carne bovina cortada em cubos e dourada no azeite, que chega à mesa com farofa, cebola, páprica e especiarias. Como o estabelecimento é um bar, o prato é apresentado como tira-gosto e vem acompanhado de bolinhos de batata. R. Olavo Bilac, 57, V. Sofia, 2129-6570.

BÉLICA
Novato na ‘disputa’, o Belga Corner foi inaugurado há quatro meses. No local, a taça vai para o ‘Waterzooi’, um guisado de frango com alho-poró, cenoura, salsão e batata (R$ 33). De sobremesa, o ‘Waffle de Bruxelas’ vem acompanhado de um potinho de chantilly e uma jarrinha de calda de chocolate, a R$ 18. R. Pedroso Alvarenga, 666, Itaim Bibi, 3078-4359.

BÓSNIA E HERZEGOVINA
Popular na região dos balcãs, as ‘burekas’ (salgados de massa folhada) preparadas pela simpática dona Lona Levi, proprietária da Casa Búlgara, são deliciosas e fazem sucesso desde 1975 – e ela não revela a receita nem para os próprios funcionários. Os três sabores tradicionais (queijo búlgaro, espinafre com queijo e carne com berinjela, a R$ 5,20 cada) são bem requisitados. As versões ‘abrasileiradas’ saem nos sabores chocolate e Romeu e Julieta (R$ 6,20 cada).  R. Silva Pinto, 356, Bom Retiro, 3222-9849.

ESTADOS UNIDOS
Que tal provar um docinho ao melhor estilo americano? Na loja Brou’ne, existem 17 combinações derivadas do bolinho de chocolate com receita americana. Além da massa tradicional, a casa oferece fornadas com macadâmia, nozes e avelã. Entre as coberturas, a de Nutella é a mais pedida. Das combinações, vale provar o brownie de nozes com cobertura de doce leite e o de macadâmia com framboesa. O quilo sai por R$ 96 e a fatia, entre R$ 6 e R$ 7. R. Consolação, 3.283, Cerqueira César, 3061-1721.

HOLANDA
A rede holandesa Maoz Vegetarian serve comida com influência dos sabores do Oriente Médio. Em esquema de bufê, com 12 saladas e quatro tipos de molho, o cliente escolhe comer falafel (bolinho de grão de bico) dentro de um pão pita (R$ 10/R$ 14) ou em um ‘salad box’ (R$ 15). O molho holandês leva maionese, alho e especiarias. R. Augusta, 1.523, Consolação, 3288-9580.

INGLATERRA
Inspirada nas lanchonetes da Terra da Rainha, o  Parsons – Old Burger Shop & Full Bar apresenta boas opções de sanduíches em seu cardápio, como o ‘House Burger’ (R$ 24; foto), com hambúrguer bovino, cebola roxa, bacon, pepino em conserva e queijo tipo reino. Clássico, o ‘Fish & Chips’ chega à mesa com um generoso filé de pescado empanado, acompanhado de batata frita e molho tártaro (R$ 32). Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.565, Itaim Bibi, 2894-4346.

GRÉCIA
Inaugurado em 1959, o restaurante Acrópoles é conhecido por sua ‘Mussaká’, uma espécie de lasanha sem massa, a
R$ 32. O prato é feito com berinjela, batata e carne moída, e finalizado com molho bechamel. Para variar, uma boa opção é o combinado de frutos do mar, por R$ 60, em porção individual bem servida. R. da Graça, 364, Bom Retiro. 3223-4386.

ALEMANHA
O Konstanz investe nas generosas receitas alemãs. Que tal experimentar um prato que leva vários ingredientes típicos dessa culinária? Então, peça o ‘Schlachtplatte – Chucrute Garni’, que combina joelho suíno (frito ou cozido), carré suíno, salsichão schublig, salsicha de vitela e blutwurst. A opção vem acompanhada de batatas cozidas e chucrute. Serve – bem – três pessoas, a R$ 148,30. Av. Aratãs, 713, Indianópolis, 5543-4813 ou 5041-0969.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Copa do MundoDivirta-segastronomia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.